imagem google

Benjamin Steinbruch: ‘Que venha 2014! Fantasmas não amedrontam o setor produtivo’

Otimista, o vice-presidente da Fiesp afirma que, com espírito construtivo dos brasileiros, o próximo ano pode ser de recuperação econômica

Agência Indusnet Fiesp

Como será o 2014? Para responder a essa pergunta, o 1º vice-presidente da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp), Benjamin Steinbruch, sugere que, nas previsões, seja ouvida um pouco mais a voz do setor produtivo do país.

Em artigo no jornal Folha de S. Paulo desta terça-feira (03/12), Steinbruch critica  os clamores da área financeira que “dão um tom exageradamente soturno ao analisar o ambiente econômico” e ressalta: “há sinais de que o Brasil continuará sendo um grande mercado consumidor”.

O vice-presidente da Fiesp destaca dois grandes acontecimentos do ano – a Copa do Mundo e as eleições gerais – para os quais, o Brasil terá de demonstrar sua capacidade de organização.

Quanto aos possíveis problemas, ele alerta: “Dificuldades não podem amedrontar o Brasil e os brasileiros. Elas devem ser enfrentadas com coragem, determinação e pensamento positivo. Que venha o ano novo. Só com espírito construtivo os brasileiros poderão fazer dele um ano de recuperação econômica”.

Leia o artigo na íntegra no site do jornal Folha de S.Paulo.