imagem google

50,6% da indústria paulista está otimista com o 2º semestre, mostra pesquisa da Fiesp

Avaliação é a melhor desde 2011, com 50,7% esperando aumento da produção e 50,9% nas vendas

Cristina Carvalho, Agência Indusnet Fiesp

O 1º semestre foi apontado como estável pela indústria paulista, que espera um 2º semestre com viés positivo (50,6%), sendo esta a melhor avaliação desde 2011. Os dados são da pesquisa Rumos da Fiesp, que escutou 583 indústrias do Estado. Além disso, comparando com 2018, houve uma forte redução das empresas pessimistas e muito pessimistas no segundo semestre, que passaram de 27,7% para 13,9%.

Em todos os portes há mais empresas otimistas e muito otimistas para este semestre, totalizando 51,5% entre as pequenas indústrias; 48,2% entre as de médio porte; e 50% entre as grandes. A pesquisa mostra ainda que mais da metade das empresas (50,7%) esperam aumento na sua produção e 50,9%, nas vendas internas.

A expectativa é que haja alta de 3% nas vendas em comparação com o ano passado – melhor resultado desde 2014, que marcou queda de -6,9%. A melhor avaliação está entre as empresas de médio (52,4%) e pequeno porte (47,3%).

Quanto às contratações, 28,6% pretendem ampliar seu quadro de empregados no 2º semestre deste ano, sendo esse o melhor indicador desde 2012, que marcou 23%. O porcentual maior foi apontado pelas grandes (33,3%) e pequenas (29,2%), contra 26,2% das médias.

“Há sinais concretos de mudança positiva na economia. A confiança está voltando, e a pesquisa reforça que, quando o empresário confia, ele investe no aumento de produção, na geração de emprego, em novos negócios”, afirma Paulo Skaf, presidente da Fiesp.

Saiba mais, ao clicar aqui.


Imagem relacionada a matéria - Id: 1571877620