imagem google

Termo de Adesão ao Programa Nagi PG


Formulário de Termo de Adesão ao Programa Nagi PG – Núcleo de Apoio à Gestão da Inovação.

PASSOS PARA PARTICIPAR DO PROGRAMA NAGI PG

1. Preencher o Termo de Adesão (abaixo ou anexo) e enviar para o email nagipg@fiesp.org.br;

2. Aguardar a formação do grupo na sua região. Será informada a data da primeira capacitação quando o grupo for formado. Caso não tenha o número mínimo de empresas aderidas para a formação do grupo informaremos via email.

Preencha o arquivo do Termo de Adesão abaixo ou baixe o arquivo em word no menu à direita.


 ————————————————————————————————————

TERMO DE ADESÃO

 CONSIDERANDO a parceria firmada entre a USP, FIESP e CIESP, cujo objeto é o desenvolvimento do Programa NAGI PG – Núcleo de Apoio à Gestão da Inovação na Cadeia de Petróleo e Gás Paulista, com foco capacitação das empresas do setor para a elaboração de Planos de Gestão de Inovação:


A empresa _____________________________________________________, CNPJ/MF nº____.____.____/____-__,

localizada na cidade de ___________________________________________,

no endereço, ___________________________________________________,

classificada pelo porte como (  ) micro, (  ) pequeno, (  ) médio, (  ) grande,

por meio de seu representante Sr.(a)_____________________________,

cargo__________________________________________________________,confirma sua participação no “Programa NAGI PG”, mediante as seguintes condições:


  1. A empresa, ora aderente, compromete-se a oferecer o apoio necessário ao desenvolvimento do programa, atendendo as premissas e atribuições do empresário, descritas no Anexo I.

  1. Pelo presente Termo de Adesão, a empresa se compromete a contribuir com os valores de contrapartida, em conformidade com os valores previstos no Anexo II, de acordo com o porte da empresa. O pagamento do valor total da contrapartida será realizado pela empresa em até 7 parcelas mensais, pagas através de boletos.

  1. O aderente indicará como seu responsável, para auxiliar na execução do Programa, abaixo qualificada, que atuará como contato principal e interlocutor com a organização do projeto:

Nome Contato (Principal): ___________________________________

Cargo:___________________________________________________

Telefone: ________________________________________________

e-mail: ___________________________________________________

* A classificação do porte da empresa está descrita no anexo II.



Nome Contato 2:___________________________________________

Cargo:___________________________________________________

Telefone: _________________________________________________

e-mail: ___________________________________________________

Nome Contato 3: __________________________________________

Cargo:___________________________________________________

Telefone: _________________________________________________

e-mail: ___________________________________________________


4       O presente Termo de Adesão terá vigência a partir da data de sua assinatura e término quando houver o encerramento das atividades previstas na última fase do programa.


5       Uma vez iniciadas as atividades do programa, independentemente da fase em que se encontra, é permitida a rescisão do presente instrumento pela participante, desde que a empresa envie comunicação escrita às Entidades executoras do programa, hipótese em que o aderente deverá pagar as parcelas proporcionais às atividades executadas até a data de sua desistência do projeto.


6.      Fica eleito o Foro da Comarca da Cidade de São Paulo para dirimir quaisquer dúvidas ou litígio que porventura possa surgir da execução do presente Instrumento, com expressa renúncia de qualquer outro, por mais privilegiado que seja.




_______________, _____ de _________ de 2014.

 


(Nome do Representante da Empresa Aderente)

 


ANEXO I

 

A)         ATRIBUIÇÕES DOS EMPRESÁRIOS


  1. A Empresa deverá indicar e nomear do representante na empresa, responsável em participar do Programa em todas as suas fases e a responder em nome da empresa por sua participação.
  2. O principal empresário e/ou representante da empresa deverá(ão) participar de todos os cursos, palestras e consultorias do programa.
  3. Quando o principal empresário não puder comparecer, definir responsável que tenha autonomia, poder de decisão e que atue na área da empresa relacionada ao assunto tratado em cursos e na implantação das ações.
  4. Receber os técnicos e consultores designados para visitas e entrevistas na empresa, conforme agendamento prévio decidido de comum acordo.
  5. Liderar e compartilhar o processo de implantação das ações propostas no programa na empresa; disponibilizando os recursos necessários a sua implantação.
  6. Fornecer informações/indicadores fidedignos da empresa e sobre as suas demandas de inovação.
  7. Implantar dentro dos prazos estipulados os planos de ações e recomendações decididas de comum acordo durante a elaboração do Plano de gestão de inovação.
  8. Pagar pontualmente a contrapartida pela capacitação e assessoria empresarial. O não pagamento das parcelas relacionadas à contrapartida dá às entidades executoras o direito de excluir a empresa do projeto, sem comunicação prévia.

B)    PREMISSAS DO PROJETO

 


  1. Não haverá qualquer tipo de repasse ou distribuição de recursos financeiros para as empresas aderentes ao Programa NAGI PG.
    1. O NAGI PG se baseia na disseminação de conhecimentos e melhores práticas por meio da realização de cursos, palestras, consultorias individuais e coletivas, etc.; assim como, de ações de cooperação e empreendedorismo entre os empresários.
    2. Os ganhos obtidos pelas empresas serão resultado da decisão do próprio empresário ou administrador em testar e implementar as propostas de melhorias sugeridas pelos instrutores, consultores e palestrantes. E, também da participação dos Empresários nas atividades desenvolvidas no programa.

  1. Será sugerida a implantação de técnicas de gestão de inovação existentes, de notório conhecimento e aplicação nas indústrias.
  2. Todas as ações (cursos/palestras/consultorias) executadas serão voltadas às necessidades da maioria das empresas aderentes.
  3. Todos os resultados do programa serão alcançados pelos esforços e participação dos próprios empresários, com suporte da coordenação do NAGI PG.
  4. O atingimento das metas de cada empresa dependerá diretamente do seu grau de envolvimento ou do grupo de empresas para com o programa, assim como, o comprometimento dos empresários para implantar as ações propostas.
  5.                Os treinamentos e consultorias apoiam a implantação das ações e requerem esforço do principal executivo da empresa, assim como, de sua organização, para a adoção e incorporação de novas rotinas de inovação tecnológica.
  6. As Entidades executoras não serão responsabilizadas pelos insucessos ou malogro do empreendimento adotado pelas empresas aderentes.






ANEXO II – Valores da Contrapartida Proporcional ao Porte

                       

O valor total da contrapartida financeira das empresas será cobrado em 7 parcelas de acordo com o desenvolvimento das etapas previstas no projeto e a participação da empresa nas mesmas.


A empresa deverá realizar o pagamento antes do início da etapa seguinte, que será enviada através de boleto bancário.


A classificação dos portes da empresa participante segue o critério da FINEP de acordo com o Faturamento Anual (receita operacional bruta anual ou anualizada):


  • Micro: até R$ 3,6 milhões
  • Pequena: superior a R$ 3,6 milhões e menor ou igual R$ 16 milhões
  • Média: superior a R$ 16 milhões e menor ou igual a R$ 90 milhões
  • Grande: superior a R$ 90 milhões





Anexo III

ESCOLHA DO(S) REPRESENTANTE(S) DA EMPRESA PARA O NAGI PG

 

É fundamental a indicação e presença de, no mínimo, um representante com autonomia no programa NAGI PG, indivíduo que será responsável pelo repasse das informações para a empresa e pela implantação das ideias e sugestões do programa.


Cabe ao(s) representante(s) estimular o empreendedorismo e a colaboração entre os funcionários, repassando os conhecimentos adquiridos durante o programa.


O objetivo é permitir que o(s) representante(s) trate(m) de assuntos diferentes daqueles trabalhados no dia-a-dia para que as boas ideias possam ser desenvolvidas.


O(s) representante(s) da inovação deve(m) promover o contato da empresa com as instituições parceiras no programa, tanto na busca por novas tecnologias e na cooperação tecnológica, quanto por recursos financeiros públicos e incentivos fiscais.


A cooperação tecnológica poderá se dar com fornecedores, clientes, institutos e universidades.



————————————————————————————————————————