imagem google

Sindicato Responsável: Setor Plástico e Sustentabilidade


Conheça as iniciativas de Responsabilidade Social do Sindiplast - Sindicato da Indústria de Material Plástico, Transformação e Reciclagem de Material Plástico do Estado de São Paulo

Imagem relacionada a matéria - Id: 1573655255

Por Karen Pegorari Silveira

A indústria de transformados plásticos é o 2° maior empregador dentre os setores da indústria de transformação e 3° setor, e está entre os cinco maiores empregadores que paga os melhores salários.

Para apoiar este setor na busca pela Sustentabilidade, o Sindiplast oferece diversos projetos de logística reversa, orientações sobre economia circular, manual contra perdas e desperdícios, entre outras ações.

No ‘Sistema de Logística Reversa de Embalagens em Geral’, realizado através do acordo setorial de embalagens, o objetivo é ampliar a estrutura de logística reversa e, por fim, aumentar a reciclagem de embalagens pós-consumo no país. A Abiplast que atua em parceria com o Sindiplast, é integrante da Coalizão Empresarial juntamente com mais 22 associações empresariais que elaboraram e assinaram o Acordo Setorial de Embalagens em Geral em 25 de novembro de 2015 com o Ministério do Meio Ambiente – MMA. A Coalizão conta com a participação de associações representativas dos produtores, importadores, usuários e comerciantes de embalagens. A 1ª Fase do Acordo Setorial já foi concluída (2012 a 2017) e a proposta da 2ª fase já foi entregue e está sob validação junto ao MMA.

Com a ‘Campanha Separe. Não Pare’, lançada em 2017, o intuito é conscientizar a população quanto ao descarte correto de seus resíduos domésticos e sua importância.

A ‘Rede De Cooperação para o Plástico’ pretende trabalhar de forma integrada para a valorização do plástico, reduzindo seu potencial de impacto no meio-ambiente. Criada em abril de 2018, a Rede é fruto de uma motivação para reunir toda a cadeia produtiva estendida do plástico em torno da discussão e viabilização da economia circular no processo produtivo do setor. Hoje a Rede conta com 47 participantes, sendo gestores de resíduos, petroquímicas, transformadores e recicladores de plástico, indústria de bens de consumo, varejos e cooperativas.

Para auxiliar transformadores e recicladores de plástico, empresas transportadoras e operadores logísticos a reduzir a perda de pellets plásticos no ambiente, as entidades lançaram ‘Manual Perda Zero de Pellets’, que foi produzido dentro do Fórum Setorial dos Plásticos – Por Um Mar Limpo do qual a ABIPLAST é signatária e é uma iniciativa da Plastivida e do Instituto Oceanográfico da USP. O documento apresenta um mapeamento dos diferentes processos onde podem ocorrer eventuais perdas de pellets no ambiente, considerando toda a cadeia produtiva do país e traz orientações para mitigar essa questão. Além do viés ambiental, o manual reforça a importância de se considerar que a perda de pellets por parte das empresas gera prejuízos financeiros.

Para orientar sobre embalagens mais recicláveis, foi lançada em 2016 a ‘Cartilha De Reciclabilidade de Materiais Plásticos Pós-Consumo’, desenvolvida para designers de produtos sobre a concepção de embalagens com maiores índices de reciclabilidade, estimulando a economia circular e em cumprimento às metas estabelecidas pela Política Nacional de Resíduos Sólidos (Lei 12305/2010).

Para contribuir com o descarte correto de resíduos domésticos pós-consumo, lançaram também a cartilha “Qualificação em Identificação e Separação de Materiais Plásticos” para garantir uma triagem de materiais plásticos com maior qualidade, gerando maior valor adicionado para o cooperado e para o reciclador, elevando o índice de reciclagem dos produtos plásticos. Utilizada para capacitação de cooperativas de catadores espalhadas em todo o Brasil, a publicação tem a finalidade de apresentar aos participantes as principais propriedades dos materiais plásticos, os processos de transformação para a fabricação dos diferentes tipos de produtos, as aplicações e a identificação correta dos plásticos. Esse treinamento já foi aplicado nas cidades de Vitória/ES, Porto Alegre/RS e São Paulo/SP com auxílio dos sindicatos regionais. Além dos trabalhadores de cooperativas também foram treinados multiplicadores que podem ministrar o mesmo treinamento a outras pessoas.

Além destes projetos as entidades Sindiplast e Abiplast idealizaram o Aplicativo e o Site “Reciclagem De Plásticos”, a ‘Certificação de empresas e resinas recicladas SENAPLAS’ – para criação de critérios técnicos que gerem confiabilidade dessa indústria e seus produtos, gerando competitividade; o Movimento Plástico Transforma – Picplast, para apresentar inúmeras ações de educação e conscientização, e ainda entretenimento, sempre mostrando de forma didática e objetiva a importância do plástico em nosso dia a dia.

Sobre o Sindiplast

O Sindicato da Indústria de Material Plástico, Transformação e Reciclagem de Material Plástico do Estado de São Paulo representa o setor paulista desde 1941 para fortalecer a cadeia produtiva da indústria paulista do plástico. Representam atualmente cerca de 5 mil empresas que empregam um total de 137 mil pessoas.