imagem google

Iniciativas Sustentáveis: Sanofi – Prevenção em foco


Diversificar os programas de prevenção de acidentes com foco na qualidade de vida de seus colaboradores foi a aposta desta farmacêutica

Imagem relacionada a matéria - Id: 1590582299

Por Karen Pegorari Silveira

Segundo o Anuário Estatístico da Previdência Social de 2014, o Brasil teve redução de 3% nos acidentes de trabalho registrados, sendo aproximadamente 705 mil ocorrências contra mais de 725 mil em 2013. Porém, os acidentes de trajeto aumentaram no Brasil no ano de 2014. Já os casos de doenças ocupacionais registradas neste mesmo ano diminuíram 9,4% se comparadas ao ano anterior. Ainda de acordo com o levantamento, os acidentes típicos caíram 1,5% em 2014, com o registro de quase 428 mil, sendo 6400 acidentes a menos do que os informados em 2013.

Apesar dos avanços nesta área, muitas empresas continuam investindo forte na prevenção e na saúde e segurança de seus colaboradores com o objetivo de diminuir os casos de acidentes e afastamentos devido a complicação pelo trabalho. Este é o caso de um dos maiores grupos farmacêuticos do país, a Sanofi, que investiu em diversos programas de prevenção da saúde e segurança dos seus trabalhadores e em outras ações para melhorar a qualidade de vida.

Por meio do Comitê de HSE (Health, Safety and Environment), a Sanofi criou um plano de ação com o objetivo de reduzir a exposição de seus empregados a riscos. Neste plano foram criadas ações como o Programa de Controle Médico de Saúde Ocupacional (PCMSO), ou Programa Mais Vida, que permitem acompanhar cada colaborador, seu histórico clínico, doenças pessoais e familiares, por meio de exames periódicos, admissionais, mudanças de função e retorno ao trabalho; consulta com nutricionista para orientar sobre reeducação alimentar duas vezes por semana e promover campanhas de “medida certa” junto aos departamentos; restaurantes com opções saudáveis de refeições e cardápios com baixo teor de sódio para hipertensos; cadastro em um programa de lanche saudável pela manhã e à tarde (como frutas e cereais), com objetivo de promover reeducação alimentar, sendo que 50% do custo é pago pela empresa; consultas médicas com equipe de especialidades em cardiologia, ginecologia e endocrinologia; academia de condicionamento físico; ginástica laboral; Programa de ergonomia em que uma fisioterapeuta e um técnico de segurança avaliam as condições do local de trabalho e promove ajustes quando necessário; check-up anual para executivos; programa que identifica pessoas de risco (obesos, diabéticos, hipertensos, entre outros) e presta orientação sobre medicamentos e exames; programa antitabagismo para empregados e seus familiares com acesso a medicamentos antitabagismo e 80% de reembolso; seções de quick massage e fisioterapias; assessoria esportiva com profissionais de educação física e grupos de corrida, entre outras ações. Também passaram a tratar questões emocionais de seus colaboradores com atendimento presencial feito por um profissional externo ou atendimento telefônico 24 horas.

Em uma das empresas do Grupo, colaboradores aceitaram o desafio de perder, coletivamente, 500 quilos em 2013. A ação foi acompanhada pelo serviço de saúde da empresa e contou com a orientação de nutricionistas e personal trainers. Mais de 1700 consultas foram feitas e o esforço conjunto, além da perda de 500 quilos, rendeu outro resultado: a redução coletiva de 280 centímetros de cintura abdominal. Todo o peso eliminado por eles foi revertido em alimentos, equivalendo à meia tonelada de cestas básicas doadas para entidades cadastradas no Banco de Alimentos da cidade de Campinas, onde está localizada a unidade.

Segundo Antonio Paiva, gerente executivo de Saúde Ocupacional Brasil e América Latina do Grupo Sanofi, houve evolução. “Após todas estas ações, notamos uma melhora do clima organizacional e diminuição de absenteísmo por doença. Ou seja, nossos colaboradores trabalham com maior satisfação, gozam de mais qualidade de vida tanto no âmbito físico quanto no emocional”, conta Paiva.

Todo este esforço possibilitou a Sanofi conquistar o 1º lugar no VI Prêmio Excelência em Gestão de Saúde e Segurança do Trabalho (GST), do Sindusfarma (Sindicato da Indústria de Produtos Farmacêuticos no Estado de São Paulo), na categoria “Projeto de Saúde e Segurança no Trabalho”, com o Programa de Saúde Emocional Bate-Papo, em 2013.

Sobre a Sanofi

Maior multinacional farmacêutica no mercado brasileiro de acordo com dados do IMS Health, presente no Brasil há mais de 50 anos com 5300 colaboradores e detentora das empresas Medley, Sanofi Pasteur, Genzyme e Merial.