imagem google

Iniciativas Sustentáveis – LafargeHolcim: Transformando realidades


Após diversos programas de relacionamento com o objetivo de transformar a realidade dos seus stakeholders esta cimenteira conseguiu impactar mais de 80 mil pessoas

Imagem relacionada a matéria - Id: 1590582712

Por Karen Pegorari Silveira

Para fabricar cimento as matérias-primas necessárias são extraídas de rocha calcária ou argila em minas. Em seguida, são trituradas, armazenadas e homogeneizadas. Após este procedimento, acontece a moagem, que resulta em um pó fino conhecido como cru. Em seguida este pó é aquecido a uma temperatura de 1.500 °C e se torna o chamado clínquer. Uma pequena quantidade de gesso é adicionada ao clínquer para regular como o cimento endurecerá e então a mistura é finamente moída para se obter o “cimento puro”.

Porém, para que todo este processo ocorra há muitos impactos negativos, como: alto gasto de energia, desmoronamentos e erosões de pedreiras, emissão de gases poluentes, extração de argila em rios causando aprofundamento dos cursos d’água e diminuindo a quantidade de água nos leitos, além de atrapalhar os habitats e diminuir também a biodiversidade da região.

Em meio a este cenário cheio de desafios e com forte pressão da sociedade, muitas empresas apostam no extenso processo de diálogo para conhecer as necessidades da comunidade e para entender como podem contribuir para a gestão de riscos através do bom relacionamento com seus stakeholders e ainda agregar valor aos negócios da empresa. Este é o caso da LafargeHolcim, uma das principais empresas do país no setor de materiais de construção, com foco em cimento, concreto e agregados.

Para implementar os projetos e iniciativas que contribuem para um relacionamento de mútuo respeito entre a empresa e as partes interessadas a empresa conta com uma área de Responsabilidade Social Corporativa (RSC) – com orientação do CEP (Community Engagement Plan). Os planos de relacionamento com a comunidade são pensados considerando a realidade em que a unidade está inserida e elaborados com base em levantamentos socioeconômicos e das expectativas da comunidade – identificadas por meio de entrevistas.

Como projetos já realizados, a empresa  cita o Vivência Elos – em Barroso (MG), onde os moradores desenvolveram habilidades de empreendedorismo, liderança, olhar apreciativo, escuta ativa e cooperação, aprendendo por meio de ações socioambientais. Após a capacitação, foi escolhido o sonho da comunidade a ser realizado em um mutirão de dois dias: que foi a construção de uma praça. “Esta praça é o resultado de todo um trabalho realizado ao longo da semana. Foram muitos encontros para que cada um mostrasse como poderia contribuir, e como colocar o projeto em prática”, conta Madalena Cabral, gerente do Instituto Holcim e de Responsabilidade Social Corporativa.

Willian José de Souza Ferreira, um dos voluntários que participou deste projeto conta que o Vivência Elos o ajudou bastante. “Me proporcionou conhecer melhor o meu bairro e também valorizar os recursos, belezas e talentos existentes, tanto no bairro Bedeschi quanto na cidade. Transformar o sonho da praça em realidade foi muito especial. Tenho certeza que juntos mobilizaremos várias pessoas e realizaremos muitos sonhos”, diz.

Outros projetos também foram realizados pela Holcim, como o Bit e Ponto, na cidade de Pedro Leopoldo (MG) – cujo objetivo foi promover a capacitação de crianças, jovens e professores em artes visuais; o Crescer Juntos com a Comunidade – programa de voluntariado voltado para funcionários que ajudam as comunidades do entorno das unidades; e o Rumo Certo – realizado em várias localidades e focado na capacitação de empreendedores locais (comerciantes e empresários) para aumento da geração de renda e trabalho.

A gerente Madalena conta que o Instituto Holcim, em 13 anos de atividade, realizou 60 projetos com envolvimento direto de mais de 83 mil pessoas, 53 organizações, 70 parcerias em 19 municípios nos estados de SP, MG, RJ e ES. “A área de RSC contribuiu e continua contribuindo para estreitar o relacionamento com as comunidades do entorno, os funcionários, clientes e demais stakeholders”, relata.

Periodicamente são elaborados relatórios que apresentam resultados da performance social da empresa e do Instituto. Esses documentos possibilitam uma análise detalhada das atividades realizadas e o direcionamento das ações futuras. O investimento social nos últimos anos, foi de aproximadamente R$ 15,5 milhões.

Sobre a LafargeHolcim

O grupo LafargeHolcim é líder mundial da indústria de materiais de construção, com presença equilibrada em 90 países e 115 mil empregados nos cinco continentes. Com cerca de 3 mil empregados, a empresa atende desde o pequeno construtor até o maior e mais complexo projeto. Seu parque industrial está distribuído nas regiões Sudeste (SP, RJ, MG e ES), Nordeste (BA e PB) e Centro-Oeste (GO) e conta com dez fábricas e estações de moagem de cimento, mais de 50 unidades para a produção de concreto, entre centrais móveis e fixas, e sete áreas de mineração de agregados.