imagem google

Iniciativas Sustentáveis: Ford – Formação técnica e comportamental


Para qualificar alunos da rede pública de ensino municipal e dar oportunidade de estágio, indústria automotiva lançou programa de educação para jovens

Imagem relacionada a matéria - Id: 1590585887

Por Karen Pegorari Silveira

A cidade de Camaçari (BA) é um dos municípios mais ricos do Nordeste do Brasil. Fundado em 1758, conheceu grandes modificações populacionais na década de 70 com a implantação do polo petroquímico e, em 2000, com a chegada da Ford, que gerou empregos, demandou maior oferta de serviços e, em troca de benefícios e subsídios, qualificou e formou a mão-de-obra local.

Para isso, a empresa lançou um programa de educação para jovens da rede pública municipal de ensino, com foco no ingresso no mercado de trabalho. Ele faz parte das ações de responsabilidade social da empresa e é financiado pela Ford Fund, braço filantrópico da montadora, em parceria com o SESI e o SENAI.

Foram selecionados estudantes da rede estadual de ensino que apresentaram melhor histórico escolar (foco em português e matemática) e boa performance na entrevista pessoal. Todas as escolas de ensino médio de Camaçari foram envolvidas na seleção.

As aulas são de segunda à sexta-feira, 4h por dia, com frequência mínima obrigatória de 75% das aulas. Também é oferecido lanche e transporte e a execução é feita pelo Sesi, instituição parceira da Ford na operação de projetos sociais. 

Na fase 1, há aulas de comportamento no ambiente de trabalho, Comunicação escrita; matemática e lógica; inglês básico; informática; segurança e proteção da saúde no ambiente do trabalho; 5S; 3R; higiene pessoal; gerenciamento do tempo; administração do seu dinheiro; ética; relacionamento interpessoal; formação social e pessoal. Além de palestras de executivos da empresa sobre carreira; visita à fábrica da Ford; atendimento odontológico; e teste de aptidão para a fase 2.

Na fase 2, os cursos técnicos capacitam para os cargos de auxiliar de eletricista; auxiliar de mecânico de automóveis; auxiliar de mecânico de máquinas industriais; e auxiliar administrativo.

Na fase 3 é a seleção para o Programa Jovem Aprendiz da Ford com 30 vagas, o que inclui 9 meses de curso no Senai e mais 8 meses de experiência prática na fábrica.

Este programa teve início em 2013 e, desde então, já foram atendidas 90 escolas, 2855 alunos e 263 professores. No ano passado, 40 escolas participaram e mais de 1200 alunos e 122 professores foram beneficiados.

Para o presidente da Ford na América do Sul, Steven Armstrong, o programa vai além de premiar os alunos com melhor desempenho. “O seu propósito é incentivar todos os estudantes a se desenvolver, com uma perspectiva de futuro focada nas competências para a inserção no mercado de trabalho. Além disso, tem um grande poder de multiplicação, com um modelo que pode ser replicado por outras empresas”, disse.

Sobre a Ford

A Ford do Brasil começou seus primeiros investimentos em 1919, sendo a primeira produtora de automóveis a se instalar no Brasil. Possui atualmente fábricas nas cidades paulistas de São Bernardo do Campo, Taubaté e sede na cidade baiana Camaçari (BA), além de um campo de provas na cidade de Tatuí – SP.