imagem google

Iniciativas Sustentáveis: Toyota – Desenvolvimento Social


Projeto de geração de renda com mulheres que integram uma cooperativa de costureiras já reciclou mais de 3 toneladas de uniformes usados dos colaboradores da empresa

Imagem relacionada a matéria - Id: 1576499055

Por Karen Pegorari Silveira

O setor automotivo está passando por um momento de grande transformação, o que faz com que grande parte das indústrias se prepare para uma transição, assim como tem feito a Toyota, que vem se posicionando como uma “provedora de mobilidade”.

No Brasil, a empresa lançou em setembro deste ano o Toyota Mobility Services, que consiste em uma plataforma de locação de veículos. Com um aplicativo de smartphone disponível para os sistemas operacionais IOS e Android, qualquer pessoa pode realizar uma reserva e alugar modelos Toyota e Lexus. Os veículos são disponibilizados pela rede de concessionárias da marca japonesa, que pretende expandir o serviço para mais cidades do Brasil até o fim de 2019.

Em sintonia com este desafio, a Toyota lançou o Novo Corolla 2020 no Brasil com a inédita tecnologia híbrida flexfuel, que consiste em um sistema que trabalha com um motor a combustão, que pode ser abastecido com gasolina ou etanol, e outro elétrico.

Desde 2015 a empresa colocou a Sustentabilidade como meta e, no mesmo ano, lançou o Desafio Ambiental Toyota 2050, em que assumiu o compromisso de emissão zero de CO2 nas fábricas, no funcionamento dos veículos e em seu ciclo de vida, além de minimizar o uso de água, estabelecer sistema e sociedade de reciclagem.

A Responsabilidade Social Corporativa também conta com ações, como o fomento do Upcycling, que consiste no reaproveitamento de resíduos de forma inteligente, com o Projeto ReTornar, que promove o desenvolvimento social por meio do empoderamento feminino de mulheres que integram uma cooperativa de costureiras. O projeto contou com o compartilhamento de boas práticas de gestão da Toyota, entre eles o TPS (Toyota Production System), que tem o objetivo de otimizar a linha de produção da costura, maximizando a produtividade e eliminando desperdícios.

Com isso, as costureiras desenvolveram um estilo de vida, no qual elas conseguem conciliar trabalho e outros afazeres, como cuidar da família, casa e, principalmente, valorizar o seu bem-estar.  Desde o inicio do projeto, mais de 3 toneladas de uniformes usados dos colaboradores da Toyota já foram transformadas em diversos produtos como bolsas, estojos, lixeiras para carros e chaveiros, por exemplo. A Toyota também apoia com cursos de corte e costura e modelagem, desenvolvendo-as tecnicamente. Cinco das costureiras capacitadas pelo projeto foram contratadas por uma das sistemistas da Toyota, a Toyota Boshoku, para trabalhar no processo industrial de costura de bancos.

Em média, 700 pessoas são impactadas diretamente por meio do trabalho manual das costureiras no Projeto ReTornar, que, consequentemente, colaboram com a preservação dos recursos naturais e com a conscientização da importância da reciclagem para o planeta. Em termos de reciclagem e reutilização de resíduos, com mais de três toneladas de materiais doados pela montadora, as costureiras já produziram mais de 26 mil peças por meio do upcycling.

O segundo projeto, desenvolvido por meio de seu braço social, a Fundação Toyota do Brasil, é o Projeto Ambientação. Nele, é compartilhada uma metodologia de gestão exclusiva da Toyota para resolução de problemas em prol do desenvolvimento social. Em 2018, o projeto completou 10 anos, tendo o envolvimento de mais de meio milhão de pessoas, educando e capacitando-as para implementar soluções para o desperdício de água e energia elétrica, além da melhoria na gestão de resíduos. Esta metodologia permite também que servidores públicos implementem projetos em suas cidades, que podem ser submetidos ao projeto A3P do governo federal.

Com o Projeto Ambientação, por meio do TBP (sigla do inglês Toyota Business Practices), a metodologia Toyota de resolução de problemas, a Toyota orientou 18 mil estudantes de 45 escolas, que chegaram a reduzir 35,2% em consumo de água e 27,8% no de energia, totalizando uma diminuição de 12% no uso de recursos naturais.

Em seu décimo ano de projeto, a Fundação Espaço ECO se tornou parceira para calcular o impacto no ciclo de vida dos projetos desenvolvidos pelos participantes do Ambientação. Além dos resultados diretos alcançados, o projeto ainda contribuiu para o desenvolvimento pessoal e profissional dos envolvidos, que conseguiram ocupar posições melhores em seus postos de trabalho. Em 2019, foi lançada a versão EAD do Projeto Ambientação, com o intuito de democratizar o acesso ao projeto, possibilitando sua expansão para todo o território nacional.

O principal objetivo com estes projetos e ações, segundo declara a empresa, “é colocar em prática o desejo genuíno da Toyota em contribuir para a construção de uma sociedade mais justa e equilibrada, acreditando sempre que o desenvolvimento como empresa só pode ser efetivo se as pessoas e comunidades seguirem o mesmo caminho de crescimento”.

Sobre a Toyota

A Toyota do Brasil conta com quatro unidades produtivas nas cidades paulistas de Indaiatuba, Sorocaba, Porto Feliz e São Bernardo do Campo, com cerca de 5.600 colaboradores. Além disso, a Toyota Motor Corporation atua em 28 países e regiões, com vendas em mais de 160 países, sendo detentora das marcas Toyota, Lexus, Daihatsu e Hino, com mais de 344 mil funcionários em todo o mundo.