imagem google

Iniciativas Sustentáveis: Special Dog – Capitalismo Consciente na Prática


Fabricante de alimentos para cães e gatos e uma das melhores empresas para se trabalhar segundo o ranking 2018 do GPTW pratica o capitalismo consciente

Imagem relacionada a matéria - Id: 1568554777

Por Karen Pegorari Silveira

O conceito de Capitalismo Consciente prega que os negócios não se restrinjam apenas à geração de lucros, renda e empregos, mas também a valores de bem-estar, cuidados com o meio ambiente e redução da miséria. E esse tem sido o propósito da fabricante de alimentos para cães e gatos Special Dog.

O impacto financeiro da empresa na cidade de Santa Cruz do Rio Pardo, interior paulista, já é relevante devido ao pagamento de impostos e à empregabilidade, mas a transformação que ela provoca no município vai além; atualmente a empresa tem se dedicado a impactar a vida dos moradores da cidade com projetos que atuam no bem-estar de crianças e adolescentes, além de outras iniciativas.

Prova disso é o investindo de R$ 1,5 milhão feito pela empresa para qualificar os profissionais das redes de educação e de desenvolvimento social do município e a construção, na praça central da cidade, de um centro cultural por onde passam 500 alunos por mês para aulas gratuitas de música, artesanato e culinária.

Impactar a vida da sua força de trabalho também é um dos grandes objetivos e seus colaboradores são continuamente estimulados a estudar. Para isso, contam com bolsas de estudos para formação superior e pós-graduação que podem chegam a até 80% do valor integral. Além disso, a remuneração é acima da média do mercado, oferecem participação em resultados financeiros, convênios médicos e licença maternidade ampliada. Também foi construído um espaço de descanso na empresa — com camas, ar condicionado e internet, além de um grêmio recreativo com ginásio de esportes, campo para prática de futebol, quiosques com churrasqueiras e um salão de festas.

Outras inciativas para engajar seus trabalhadores também são realizadas, como o “Programa para Pais”, que desde 2016 orienta os colaboradores que serão pais em como ajudar suas esposas no cuidado com o bebê. Os treinamentos são realizados pela enfermeira da empresa e nele são ensinados os cuidados básicos como: trocar fraldas, dar banhos, acalmar o choro, a importância das vacinas, entre outras informações essenciais. Os colaboradores que realizam o curso, além de adquirirem conhecimentos para ser um pai mais presente nesta fase tão especial, contam com 20 dias de licença paternidade. No final do programa também recebem um kit maternidade e um livro “Guia para os pais”. Nas primeiras semanas do bebê, a enfermeira da empresa também faz uma visita à família com a finalidade de ajudar e dar mais orientações, caso seja necessário.

Recentemente, a empresa colocou em prática o Programa de Voluntariado Cuidar. A iniciativa conecta os colaboradores com ações e entidades que precisam de ajuda. A iniciativa trabalha quatro áreas, que estão conectadas ao negócio e aos valores da empresa: educação de crianças e adolescentes, assistência social, bem-estar animal e sustentabilidade. A primeira grande ação aconteceu em 30 de março na Escola Frei José Maria Lorenzetti, em parceria com a Secretaria de Educação.

De acordo com o gerente de Desenvolvimento Sustentável da empresa, João Paulo Camarinha  Figueira, um dos grandes desafios é a inclusão do conceito de sustentabilidade, de forma transversal, nas diversas áreas da empresa. “Acreditamos (muito!) no poder do exemplo e, por isso, mais do que lecionar sobre o tema, procuramos pratica-lo – é o ‘aprender fazendo’. Trazer os conceitos teóricos da sustentabilidade para a prática cotidiana dos líderes é desafiador, mas acelera o processo e o torna mais robusto e perene. Exemplos como, recrutar por valores e princípios, e de forma inclusiva e diversa, realizar uma comunicação ética, com discursos alinhados às ações e buscar eficiência energética e hídrica, com inovação e tecnologia são, respectivamente, formas práticas de mostrar às áreas de Recursos Humanos, Marketing e Utilidades, seu protagonismo na inclusão da sustentabilidade”, diz.

Além de todas estas iniciativas, a empresa atua também na área ambiental reciclando 96% de seus resíduos sólidos. Em seu sistema de Compostagem, por exemplo, 100% dos resíduos orgânicos passíveis de compostagem do refeitório são naturalmente transformados em adubo e este, por sua vez, é utilizado nas hortas orgânicas da empresa que abastecem novamente o refeitório. A captação da água também conta com uma ação, o Projeto Guarda Chuva, que possui mais de 3,5 km de tubulações ligando os tanques de armazenamento (1,5 milhão de litros de capacidade) de água de chuva aos pontos de consumo, como lavadores de caminhões, áreas de irrigação, pátios externos e bacias sanitárias. Com isso, a empresa já deixou de utilizar mais de 13 milhões de litros de água potável, com média de 1 milhão de litros por mês nos últimos seis meses.

A gerente geral administrativa da empresa, Priscila Manfrim, diz que a liderança enxerga que ter a sustentabilidade presente no planejamento estratégico é fator primordial para a perpetuação da empresa e é seu principal objetivo. “Sabemos da nossa responsabilidade com a sociedade e o meio ambiente e, por isso, buscamos estar atualizados e capacitados para evoluir em nossas práticas e ter os pilares da sustentabilidade norteando nossas ações e planejamento”, completa ela.

Sobre a Special Dog

É uma empresa familiar, está entre os cinco maiores fabricantes de alimentos para cães e gatos do país e contam com aproximadamente 950 colaboradores. É considerada, desde 2013, como uma das melhores empresas para se trabalhar no país e, em 2018, foi reconhecida pelo Great Place to Work (GPTW) como a melhor empresa do país para se trabalhar na categoria “Médias Nacionais”.