imagem google

Iniciativas Sustentáveis: Braskem – Foco em 7 macro-objetivos


Indústria petroquímica assume novos compromissos com foco em 7 macro-objetivos que se conectam e incluem os três pilares do ESG

Imagem relacionada a matéria - Id: 1656703766

Por Karen Pegorari Silveira

A química e o plástico fazem parte da vida dos brasileiros de diversas formas e são muito utilizados tanto pela sociedade, quanto pelas indústrias de outros setores. Por este motivo o setor petroquímico foi considerado essencial para o funcionamento da economia durante a pandemia de Coronavírus, momento em que a química e o plástico foram ainda mais necessários para a produção de insumos hospitalares, de higiene e de embalagens alimentícias.

Apesar de necessário, o setor impacta de diversas formas a sociedade e o meio ambiente e por isso precisa ter o máximo de controle sobre seus riscos e operações com foco em Sustentabilidade.

Em 2009, a empresa lançou seu primeiro conjunto de dez objetivos de longo prazo – sociais, ambientais e econômicos – a serem atingidos até 2020. Fecharam o ciclo com 85% de atingimento das metas, com destaque especial para a atuação em mudanças climáticas.

Em 2020 a empresa iniciou a construção de novos objetivos para o ciclo de 2020 a 2030, focando em 7 macro-objetivos, alinhados com a Agenda 2030 da Organização das Nações Unidas (ONU), seus 17 Objetivos do Desenvolvimento Sustentável (ODS) e o Acordo de Paris.

Para suportar estes compromissos foi formada uma estrutura de governança e um Comitê Global de Sustentabilidade. São dez grupos de trabalho, sendo sete para cada uma das dimensões e três estruturantes: Governança, Conceitos & Ferramentas e Comunicação. Cada um destes grupos de trabalho é liderado por um vice-presidente da empresa, que conta com o apoio de um diretor.

No macro-objetivo de Combate às Mudanças Climáticas a meta é reduzir em 15% as emissões totais de gases de efeito estufa até 2030, saindo das atuais 10,8 milhões de toneladas de CO2 em 2019 para 9,2 milhões. Para isso, a estratégia de combate está dividida em três frentes: reduzir emissões com foco em eficiência energética, bem como no aumento do uso de energias renováveis nas operações, por meio de parcerias e inovações tecnológicas; compensar emissões com potencial investimento na produção de químicos e polímeros de fontes renováveis; e pesquisa e desenvolvimento para utilizar emissões de carbono como uma matéria-prima.

Já na frente da Eliminação de Resíduos Plásticos, a Braskem pretende incluir 300 mil toneladas de resinas termoplásticas e produtos químicos com conteúdo reciclado até 2025 e 1 milhão de toneladas desses produtos até 2030. Também até 2030, a companhia vai trabalhar para eliminar 1,5 milhão de toneladas de resíduos plásticos que seriam enviados para incineração, aterros, ou depositados no meio ambiente. Nessa dimensão, vale destacar ainda, a parceria com a Tecipar, empresa brasileira especializada eengenharia ambiental, que evitará que mais de 2 mil toneladas de resíduos plásticos domiciliares (cerca de 36 milhões de embalagens plásticas de polietileno e polipropileno) sejam despejadas anualmente no aterro sanitário de Santana de Parnaíba, na região metropolitana de São Paulo. Também aportaram investimento em uma linha de reciclagem com tecnologia alemã, fruto da parceria com a empresa Valoren, desenvolvedora e operadora de tecnologias para transformação de resíduos para produção de resina reciclada com alta qualidade.

EEcoeficiência Operacional, a meta da Braskem é fazer uma gestão mais eficiente do uso de água, com iniciativas de reuso, e garantir 100% de uso de fontes seguras, além de aumentar a eficiência energética, enquanto, na dimensão de Inovação Sustentável, a empresa prevê aumentar a porcentagem de projetos sustentáveis no portfólio de inovação e tecnologia, alcançando 85% até 2025 e 90% até 2030.

EResponsabilidade Social e Direitos Humanos, existe o trabalho para ter mais mulheres em cargos de liderança e mais integrantes negros. Para isso, a empresa vem adotando práticas como o chamado currículo às cegas em seus processos seletivos, eliminando critérios que criavam barreiras de igualdade de inserção.

ESaúde e Segurança, a meta da Braskem é zerar as doenças ocupacionais e reduzir pela metade a frequência de acidentes de trabalho. Para isso, a empresa conta com ações de educação, gestão de terceiros e desenvolvimento de ferramentas digitais e de indústria 4.0 para melhoria dos aspectos de saúde, segurança e meio ambiente.

Já eResultados Financeiros, a Braskem visa ser uma empresa líder de mercado pela sua contribuição positiva para o desenvolvimento sustentável.

De acordo com a gerente de Desenvolvimento Sustentável da Braskem, Marina Rossi, “fizemos uma campanha global para o nosso portal, onde constam todas as informações sobre o atingimento de nossas metas em cada uma das dimensões. Além disso, reforçarmos em todas as comunicações os nossos compromissos – projetos, ação, parceria ou iniciativa – com os respectivos macro-objetivos focados em práticas de ESG, além de estarmos alinhados com questões ligadas à nossa governança, que valoriza diversidade, inclusão, responsabilidade social e sustentabilidade”, diz.

Sobre a Braskem

Com 40 unidades industriais instaladas em quatro países (Brasil, Estados Unidos, México e Alemanha), a empresa é hoje a maior petroquímica das Américas e a sexta maior do mundo. No Brasil são mais de 6 mil colaboradores distribuídos nos estados de Alagoas, Bahia, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul e São Paulo.