imagem google

Iniciativas Sustentáveis: Bralyx – Apoio ao Microempreendedor


Fabricante de equipamentos alimentícios apoiou financeiramente seus clientes, ofereceu preços de custo e ainda transmitiu informações relevantes sobre o combate a Covid-19 por meio de comunicados e materiais impressos.

Imagem relacionada a matéria - Id: 1606529020

Por Karen Pegorari Silveira

O Brasil tem uma força que mantém a economia em movimento. Mais de 15,5 milhões de micro e pequenos empreendedores são os braços e as mentes responsáveis por fazer os negócios girarem, produzindo riqueza, renda e empregos no país.

Esses negócios, que representam 98,5% de todas as empresas do país, também respondem por 44% da massa salarial e geram 27% do PIB nacional.

É nesse mercado que atua a Bralyx, fabricante de equipamentos alimentícios, que tem entre seus clientes os pequenos e microempreendedores, o que exige uma gestão e visão de negócio diferenciada, principalmente durante uma crise, como a vivida atualmente com a pandemia do novo Coronavírus.

Para apoiar seus clientes e passar por essa crise com menos impactos, a empresa está trabalhando com renegociação das dívidas de seus clientes, ampliando os prazos de carências e parcelas e disponibilizando uma linha de moldes e dispositivos a preços de custo.

Especializada na fabricação de máquinas para coxinhas, salgados, massas frescas, doces e confeitaria, a Bralyx declara que entende os impactos sofridos por seus clientes, majoritariamente composto por pequenos e médios empreendedores, durante o momento de pandemia.

A fabricante também está utilizando o seu corpo técnico para atender as demandas e dificuldades de seus clientes, além de oferecer conteúdo de orientação sobre prevenção por meio de comunicados e materiais impressos que podem ser entregues aos compradores de alimentos no momento da compra, e ainda informativos com dicas estratégicas para minimizar os impactos do Coronavírus nos negócios.

O presidente da Bralyx, Gilberto Poleto, começou sua carreira na área de finanças e resolveu investir na empresa em 1993, após uma crise do setor em que atuava. No início, importou máquinas para a produção de coxinhas e com o tempo diversificou e começou a produzir máquinas para diversos tipos de alimentos, como doces e cupcakes. A Bralyx também investiu em uma linha voltada especialmente para o público internacional, com máquinas especializadas na culinária estrangeira, como uma máquina de kibe. Essa internacionalização corresponde hoje a 20% do faturamento da empresa, que já atua em 50 países diferentes.

Sobre a Bralyx

Empresa especializada na fabricação e comercialização de máquinas para coxinhas, salgados, massas frescas, doces e confeitaria com 25 anos de experiência e 20 mil máquinas instaladas em mais de 70 países.