imagem google

Um olhar para o futuro

Artigo publicado no jornal Diário de S. Paulo e na Rede Bom Dia, em 28/10/2013.

Um olhar para o futuro

Paulo Skaf 

As olimpíadas só vão se realizar em 2016. Mas não podemos pensar em “só”. Temos de pensar em “já”. Porque preparar os talentos que estão escondidos por esse país é construir a oportunidade para que eles representem o Brasil, construam o futuro do esporte, do país, mas, o mais importante, deles mesmos.

A indústria, por meio do Sesi-SP, vem trabalhando com empenho e investindo nos talentos de crianças e jovens de todo o estado, para que eles possam se dedicar ao esporte.

Talento, eles têm. Vontade, também. Só estamos dando as ferramentas para que optem pelo esporte que mais se identifiquem.

Vôlei, basquete, futebol, atletismo, judô, natação, e os quase desconhecidos rugby, badminton e polo.  Os times de formação do Sesi-SP têm aulas com profissionais altamente capacitados, disputam torneios, fazem intercâmbio, se preparam para ser, no futuro, atletas que possam fazer parte das seleções olímpicas.

Sabemos que este é um trabalho de longo prazo, por isso já trabalhamos as habilidades de cada aluno para que ele se aperfeiçoe e alcance seu objetivo: ser um atleta profissional.

Temos talentos, temos crianças e jovens que sonham, se dedicam. Falta estender essa oportunidade a todas as crianças da escola pública, dar a elas condições de treinar, de se alimentar bem, de complementar a educação formal com o esporte.

Quem mais do que a escola pode dar o suporte, o apoio, para que esses brasileiros deem o primeiro passo rumo ao pódio?

O que para eles hoje é um sonho, pode se tornar realidade em 2016. O Sesi-SP está preparando milhares de jovens  em vinte modalidades para as futuras olimpíadas.

Poderemos chegar às olimpíadas com times imbatíveis se houver amplo investimento público no esporte, na vida saudável, na habilidade dos alunos. Os ganhos, certamente, serão muitos. Além de medalhas, ganharemos em educação, autoestima, qualidade de vida e cidadania.

Preparar a realização das olimpíadas que ocorrerão no Brasil é, principalmente, preparar nossas crianças e jovens para que possam participar dela.