imagem google

Live Dia Mundial da Hipertensão – Prevenção começa na infância


A hipertensão é responsável por 10,8 milhões de mortes no mundo anualmente, segundo levantamento da Organização Mundial da Saúde, em adultos a partir de 18 anos. Mas a prevalência de hipertensão arterial tem aumentado entre as crianças e adolescentes: são mais de 3,5 milhões, entre crianças e adolescentes, somente no Brasil.

 É recomendado medir a pressão arterial a partir dos três anos de vida, pelo menos uma vez ao ano, porém isso nem sempre acontece na prática. Pesquisa recente feita com 3 mil crianças em vários estados brasileiros apresentaram dados alarmantes: 10% das crianças, com mais de 7 anos, já apresentavam quadro de hipertensão, devido principalmente ao consumo excessivo de sódio. Além do sódio, o aumento expressivo dos casos de sobrepeso e obesidade e a falta de atividade física têm colaborado para o aumento no número de casos nessa faixa etária.

 A identificação e o tratamento precoces podem reduzir a mortalidade. Pensando nisso, a FIESP, o SESI e o SENAI convidaram o Dr. Nelson Dinamarco, médico cardiologista, Michelle Rabello, nutricionista e Leandro Brito Educador físico, ambos membros da direção da Sociedade Brasileira de Hipertensão, para abordar no evento online os tratamentos, fatores de riscos, prevenção, hábitos alimentares e diagnóstico da hipertensão.

Não fique de fora. Ter informação é fundamental para a prevenção.

INSCREVA-SE AQUI