Acústica e Vibrações


Introdução

Dentre outros aspectos ambientais que precisam ser considerados pelo setor produtivo, no âmbito da sua conformidade ambiental, de caráter vinculante aos processos de licenciamento, estão as questões de acústica e vibrações.

Muitos segmentos apresentam processos industriais geradores de altas frequência sonoras e vibrações mecânicas que precisam ser adequadamente controlados de forma a atender tanto as normas ambientais quanto aquelas relacionadas à saúde ocupacional estabelecidas.

Acústica

A acústica como uma área da física que estuda o som, especificamente as ondas sonoras e os fenômenos ondulatórios resultantes da propagação dessas ondas.

O ruído pode ser definido como todo o som considerado desagradável. A diferença entre som e ruído é pessoal e subjetivo, tornando-se ruído quando este som apresenta desconfortos que terão consequências diretas na saúde e bem-estar do indivíduo em questão.

A figura abaixo exemplifica algumas situações típicas e os níveis de ruídos que elas geram.

Imagem relacionada a matéria - Id: 1545133877

Ruído Ocupacional

No caso dos ruídos presentes nas instalações industriais que terão impacto direto ao trabalhador, este será tratado como ruído ocupacional, e será regulamentado e fiscalizado pelo Ministério do Trabalho e Emprego (MTE), tendo como base para tal as Normas Regulamentadoras (NR).

Ruído Ambiental

Ao tratar-se de um ruído que será afeto aos ambientes, tanto internos quanto externos, relativo às edificações, este será identificado como ruído ambiente e será embasado nas leis, decretos, resoluções e normas técnicas existentes, sendo fiscalizado pelos órgãos ambientais responsáveis como a Companhia Ambiental do Estado de São Paulo (Cetesb), de modo a ser uma condicionante aos processos de licenciamento, segundo a Resolução CONAMA nº 237/97, e demais resoluções afetas ao tema.

A tabela abaixo extraída da norma ABNT NBR 10.151 demonstra os valores limites de emissão de ruídos para cada área.

Imagem relacionada a matéria - Id: 1545133877

Vibrações

O conceito de vibração pode ser definido como o movimento repetitivo, podendo ser regular ou irregular, de um ponto oscilando em torno de um ponto de referência após um intervalo de tempo

As vibrações são também relativamente frequentes na indústria, e podem ser divididas em duas categorias: vibrações localizadas e vibrações de corpo inteiro.

Vibrações localizadas definem-se como aquelas transmitidas normalmente às extremidades do corpo, principalmente as mãos e os braços. As vibrações de corpo inteiro são aquelas transmitidas ao corpo do trabalhador, que podem ocorrer na posição sentado, deitado ou em pé.


Sites Úteis:

– Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT)
Conama
Cetesb
Fundacentro
International Organization for Standardization (ISO)
Ministério do Trabalho e Emprego
Prefeitura Municipal de São Paulo (PSIU)


Veja também:

Imagem relacionada a matéria - Id: 1545133877