Na porta do prédio da Fiesp, todo mundo tem um quê de artista

Guilherme Abati, Agência Indusnet Fiesp

O Serviço Social da Indústria de São Paulo (Sesi-SP) promoveu, na tarde desta sexta-feira (21/03), o evento “Todo mundo tem um quê de artista”, iniciativa aberta ao público na calçada da sede da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp), que celebra o lançamento do curso de formação de atores do Projeto Educacional em Teatro Musical do Sesi-SP. Nesta segunda-feira (24/03), o curso será celebrado em noite de apresentações musicais no Teatro do Sesi-SP.

O “Todo mundo tem um quê de artista” será realizado também neste sábado (22/03) e domingo (23/03), das 12h às 20h, e na segunda-feira (24/03), das 12h às18h.

O público presente pode participar duas ações na iniciativa. A primeira distribui fotos instantâneas, em papel fotográfico, para quem publicar imagens no canal Instagram com a hashtag #TeatroMusicalemFesta. Os participantes podem levar a lembrança em uma moldura customizada da ação.

A segunda é uma competição no “Just Dance” (apenas dance, em tradução livre), jogo de videogame do Xbox Kinect em que os interessados podem participar de uma disputa por mera diversão. Aberta ao meio dia, a atração reuniu logo um bom número de pessoas nesta sexta-feira (21/03).

Uma delas era Mariane Nunes Almendro, de 24 anos, auxiliar administrativa. Tímida, ela queria encontrar uma parceira para não se apresentar sozinha diante da multidão. Não demorou muito para achar sua dupla.  Sheiliane Silva, de 30 anos, recepcionista, aceitou dançar com Mariane. “Amo dançar”, disse Sheiliane, ansiosa, antes de se apresentar.

Mariane, à esquerda, e Sheiliane: amor pela dança e aplausos do público. Foto: Beto Moussalli/Fiesp

Mariane, à esquerda, e Sheiliane: amor pela dança e aplausos do público. Foto: Beto Moussalli/Fiesp

 

Depois de serem aplaudidas pelo público, as duas afirmaram estar contentes por terem participado do evento realizado pela Fiesp, e também por concorrer a ingressos para a noite de musicais na segunda-feira.

Os dez maiores pontuadores de cada dia ganham um ingresso para assistir ao espetáculo de lançamento do curso. Os vencedores serão comunicados por e-mail e deverão comparecer à bilheteria do Teatro do Sesi-SP, com um documento com foto, uma hora antes do show.

“Gostei do meu desempenho”, contou Mariane, recuperando o fôlego. “Vou voltar mais vezes no fim de semana”, completou Sheiliane.

Chapéu e cachecol

Depois da dupla, Jefferson Ferreira, de 20 anos, já estava preparado para sua apresentação, com um chapéu e cachecol que pegou com a produção do evento.

Jefferson: criatividade e quebra da rotina na hora do almoço. Foto: Beto Moussalli/Fiesp

Jefferson: criatividade e quebra da rotina na hora do almoço. Foto: Beto Moussalli/Fiesp

 

Antes de “subir ao palco”, ele elogiou a iniciativa. “Achei criativo, quebra um pouco da nossa rotina”.  Jefferson dançou Livin La Vida Loca, do cantor Rick Martin, sendo um dos participantes mais aplaudidos.

Já as amigas Luciana Marcelino, de 29 anos, e Gabriela Ferreira, de 22, trabalham perto do prédio da Fiesp e não perderam tempo quando viram o movimento de pessoas na porta na hora do almoço. “Esse tipo de evento promove a cultura”, disse Luciana. “Vou voltar mais animada para o trabalho”, completou Gabriela.

A partir da esquerda: Luciana, Jaqueline e Gabriela. Volta ao trabalho foi mais animada. Foto: Beto Moussalli/Fiesp

A partir da esquerda: Luciana, Jaqueline e Gabriela. Volta ao trabalho foi mais animada. Foto: Beto Moussalli/Fiesp

 

Para Jaqueline Oliveira, de 19 anos, que também fez questão de mostrar seus dotes de dançarina, “São Paulo precisa de mais ações como essa”.