Finais da Copa Sesi-SP Atleta do Futuro de Futebol ocorrem em 43 unidades

Agência Indusnet Fiesp

Jogo na unidade Sesi-SP AE Carvalho. Foto: Sesi-SP

A Copa do Mundo de futebol está chegando. E o Serviço Social da Indústria de São Paulo (Sesi-SP), um dos maiores incentivadores do esporte no Brasil, preparou uma grande competição inspirada no mundial de futebol. Com o objetivo de abrir oportunidades para a prática esportiva e disseminar os valores do esporte para alunos do Programa Atleta do Futuro (PAF) e para jovens e adolescentes de 13 a 17 anos, o Serviço Social da Indústria organizou a Copa Sesi-SP Atleta do Futuro de Futebol  2014.

A competição terminou neste sábado (31/05) com jogos simultâneos em 43 unidades do Sesi-SP – na AE Carvalho, na zona leste da capital, o nadador e medalhista olímpico Thiago Pereira, embaixador no projeto “Pedagogia do Exemplo”, prestigiou com sua presença a abertura dos jogos.

A Copa Sesi-SP Atleta do Futuro de Futebol  2014 é uma ação socioesportiva envolvendo os alunos matriculados nas turmas de futebol do Sesi-SP Atleta do Futuro nas Unidades da instituição, em núcleos parceiros e escolas externas. Também participaram alunos de outras instituições (clubes, escolas, associações).

Destinado aos alunos de 13 a 17 anos, matriculados nas turmas de fase de desenvolvimento Esportes 2 e 3, a Copa teve suas fases iniciais em 43 unidades do Sesi-SP que possuem campo de futebol oficial e/ou campo de futebol society. Foram ao todo 11.657 alunos em 790 equipes disputando a Copa até chegar à final estadual deste sábado (31/05), que será disputada simultaneamente em cada uma das unidades participantes.

O nadador e medalhista olímpico Thiago Pereira prestigiou a abertura dos jogos no Sesi-SP AE Carvalho. Foto: Sesi-SP

De acordo com o diretor de Esportes da entidade, Alexandre Pflug, a semelhança dos ideais do exemplo de jogo limpo da Copa com o Programa Atleta do Futuro. “Para o Sesi-SP, o esporte é uma grande ferramenta de auxílio no processo de desenvolvimento educacional, social e de saúde do ser humano. Jovens e adolescentes encontram no esporte incentivo a essas conquistas aliadas a um sentimento de cooperação e amizade. Como estarão todos ligados na Copa do Mundo da Fifa, nós criamos uma competição que ao mesmo tempo é uma grande festa, para enraizar mais esses conceitos do esporte entre os jovens do Atleta do Futuro”, disse Pflug.

“Consideramos que a Copa do Mundo e os atletas que dela participarão servem de modelo e fonte de inspiração para os alunos do Programa Atleta do Futuro e demais jovens e adolescentes da comunidade que participarão do evento. A dedicação ao esporte e a importância de se participar das competições de maneira limpa, com fair play e demais valores do esporte, são alguns dos conceitos evidenciados neste megaevento e podem ser encontrados nas competições realizadas pelo Sesi-SP e, em especial, na Copa Sesi-SP Atleta do Futuro de Futebol – 2014.”

>> Infográfico: conheça o Programa Atleta do Futuro do Sesi-SP

Natação: Thiago Pereira ganha mais um ouro e Sesi-SP sobe para 3º no Maria Lenk

Agência Indusnet Fiesp

No terceiro dos seis dias de provas no parque aquático do Ibirapuera, em São Paulo, o medalhista olímpico Thiago Pereira confirmou o favoritismo e venceu a final dos 400m medley do Troféu Maria Lenk de Natação.

O atleta do Serviço Social da Indústria de São Paulo (Sesi-SP) fez o percurso com um tempo bem abaixo do índice exigido para nadar a prova no Pan-Pacífico, que será disputado na Austrália, em agosto.  O índice era 4m18s99 e ele marcou 4m15s45.

Thiago Pereira: dois ouros e um bronze no Maria Lenk 2014. Foto: Caio Lopes/Fiesp

 

“Quero competir o máximo possível, com grande volume. E aí funilando a cada ano para me preparar pro Rio 2016. Vamos ver até quanto tempo meu corpo vai aguentar esta quantidade de provas. Estou me sentindo cada vez melhor, o que me motiva a ir ainda mais longe”, disse Thiago Pereira ao portal da Confederação Brasileira de Desportos Aquáticos (CBDA). O nadador já tem dois ouros e um bronze no Maria Lenk.

No feminino, o Sesi-SP ficou com o bronze no revezamento 4x200m livre feminino. A equipe foi formada por Jessica Cavalheiro, Daynara de Paula, Ana Marcela Cunha e Giovanna Diamante.

Com os resultados do dia, o Sesi-SP subiu da quarta para a terceira posição, com 357 pontos, atrás do Corinthians  (828 pontos) e Minas Tênis (389). O Grêmio Náutico União está em quarto (279 pontos) e o Pinheiros em quinto (244 pontos).

Jessica, Giovanna, Daynara e Ana Marcela depois da medalha no revezamento. Foto: Caio Lopes/Fiesp

 

Veja os resultados do Sesi-SP nas finais desta quarta (23/04)

. 400m medley masculino – 1) Thiago Pereira – Sesi-SP – 4m15s45 / 2) Thiago Simon – Corinthians – 4m17s98 / 3) Brandonn Almeida – Corinthians – 4m20s76

. Revezamento 4x200m livre feminino – 1) Corinthians (Katinka Hosszú, Natalia de Luccas, Isabela Silva e Jeanette Ottesen) – 8m08s47 – Recorde de Campeonato / 2) Minas Tênis (Manuella Lyrio, Inge Dekker, Carolina Bilich e Maria Paula Heitmann) – 8m09s27 3) Jessica Cavalheiro, Daynara de Paula, Ana Marcela Cunha e Giovanna Diamante – 08:11.59    .

Thiago Pereira vence os 100m borboleta no Maria Lenk de Natação

Agência Indusnet Fiesp

Depois da medalha de prata na véspera nos 100m costas, Thiago Pereira finalmente conseguiu o topo do pódio no Troféu Maria Lenk de Natação – o campeonato brasileiro em piscina de 50 metros.

Ao vencer os 100m borboleta, em 52s37, o atleta do Serviço Social da Indústria de São Paulo (Sesi-SP) foi um dos destaques desta terça-feira (22/04) no parque aquático do Ibirapuera, em São Paulo.

De quebra, o nadador obteve índice técnico nessa prova para o Pan-Pacífico, que será realizado em agosto, na Austrália. O tempo exigido era 52s57 e ele marcou 52s37.

Thiago Pereira: objetivo em 2014 é o Pan-Pacífico. Foto: Caio Lopes/Fiesp

 

“O tempo foi maravilhoso, duas vezes nadando pra 52s num dia só, mas o que mais me empolgou foi a maneira como eu nadei. Os meus maiores adversários internacionais vão estar no Pan-Pacífico. Só vai ficar faltando o Laszlo [o húngaro Laszlo Cseh]. Então, encaro essa competição como um Mundial, uma Olimpíada. Meu grande foco este ano é o Pan-Pacífico”, explicou o medalhista olímpico ao portal da Confederação Brasileira de Desportes Aquáticos (CBDA).

Etiene, Inge, Jeanette, Daynara e Giovanna. Foto: Caio Lopes/Fiesp

No feminino, outra atleta do Sesi-SP, Daynara de Paula, ficou em terceiro com 58s49, tempo mais uma vez abaixo do índice 58s89, mas ela tem marca melhor feita no Torneio Open de 2014 (58s35). Pelo regulamento do Maria Lenk, como as duas mais bem colocadas na prova são de nacionalidade estrangeira (a dinamarquesa Jeanette Gray, do Corinthians, e a holandesa Inge Dekker, do Minas), na premiação no pódio as medalhas do Campeonato Brasileiro são distribuídas para as brasileiras e as estrangeiras recebem as medalhas pela colocação. Assim, ganharam medalhas três atletas do Sesi-SP: Daynara de Paula (ouro, 3º lugar), Etiene Medeiros (prata, 4º lugar) e Giovanna Diamante (bronze, 5º lugar).

No quadro geral de pontuação, ao final do segundo dia de provas, o Sesi-SP está em quarto lugar geral, com 339 pontos, atrás do Corinthians (696 pontos), Minas (607 pontos) e Pinheiros (415 pontos). A quinta colocação é do Unisanta (289 pontos).

Daynara de Paula também tem índice para o Pan-Pacífico. Foto: Caio Lopes/Fiesp

 


Veja os resultados desta terça-feira (22/04)

. 100m borboleta masculino – 1) Thiago Pereira – Sesi-SP – 52s37 / 2) Marcos Macedo – Minas Tênis – 52s76 / 3) Arthur Mendes Filho – Corinthians – 52s94

. 100m borboleta feminino – 1) Jeanette Gray – Corinthians – 57s22 / 2) Inge Dekker – Minas Tênis – 57s60 / 3) Daynara de Paula – Sesi-SP – 58s49

>> Sesi-SP sobe ao pódio cinco vezes na abertura do Maria Lenk 

Natação: Sesi-SP sobe ao pódio cinco vezes na abertura do Maria Lenk

Agência Indusnet Fiesp

Etiene: índice para o Pan-Pacífico na Austrália. Foto: Lucas Dantas/Fiesp

No primeiro dia de competições do Troféu Maria Lenk de Natação, no Parque Aquático do Ibirapuera, a equipe do Serviço Social da Indústria de São Paulo (Sesi-SP) mostrou suas credenciais, subindo ao pódio em cinco das sete finais disputadas na noite desta segunda-feira (21/04).

O destaque ficou com Etiene Medeiros, que confirmou o favoritismo ao vencer a prova dos 100m costas. Com o tempo de 1m01s37, a atleta do Sesi-SP atingiu o índice para o Campeonato Pan-Pacífico, na Austrália, em agosto próximo.

Nos 1500m livre, Ana Marcela Cunha ficou com a prata ao marcar o tempo de 17m01s39. Também de prata foi a medalha de Thiago Pereira nos 100m costas, com 54s90.

A equipe feminina de revezamento do Sesi-SP conquistou o bronze nos 4x50m livre. Etiene Medeiros, Daynara de Paula, Jéssica Cavalheiro e Priscila de Souza chegaram em 1m42s33, atrás das formações do Corinthians e do Minas Tênis Clube.

Jéssica Cavalheiro também ficou com o bronze nos 200m livre, com  2m01s56.


Veja os resultados desta segunda-feira (21/04)

. 200m livre feminino: 1) Larissa Oliveira – Pinheiros – 2m00s73 / 2) Manuella Lyrio – Minas Tênis – 2m00s94 / 3) Jessica Cavalheiro – Sesi/SP – 2m01s56

. 100m costas feminino: 1) Etiene Medeiros – Sesi/SP – 1m01s37 / 2) Natalia de Luccas – Corinthians – 1m02s41 / 3) Florênia Perotti – Grêmio Náutico União – 1m03s68

. 100m costas masculino: 1) Fabio Santi – 54s32 / 2) Thiago Pereira – Sesi/SP – 54s90 / 3) Guilherme Guido – Pinheiros – 55s24

. 1500m livre feminino: 1) Poliana Okimoto –  Unisanta – 16m47s44 / 2) Ana Marcela Cunha – Sesi/SP – 17m01s39 / 3) Bianca Ávella – Corinthians – 17m04s35

. Revezamento 4x50m livre feminino: 1) Corinthians – Katina Hosszú, Natalia de Luccas, Bruna Rocha e Jeanette Gray – 1m40s03 / 2) Minas Tênis – Inge Dekker, Carolina Bergamaschi, Roberta Albino e Lorrane Ferreira – 1m40s56 / 3) Sesi/SP – Etiene Medeiros, Daynara de Paula, Jéssica Cavalheiro e Priscila de Souza – 1m42s33

Sesi-SP terá força máxima visando seu melhor resultado no Maria Lenk

Lucas Dantas, Agência Indusnet Fiesp

Thiago Pereira no Troféu José Finkel 2013. Foto: Helcio Nagamine/Fiesp

Durante muito tempo, o time da natação do Serviço Social da Indústria de São Paulo (Sesi-SP) disputou os campeonatos absolutos para colocar os jovens nadadores em contato com os “graúdos” e, assim, dar experiência e vivência de competição.

Com a chegada do técnico Fernando Vanzella, e de nadadores mais experientes como o medalhista olímpico Thiago Pereira, Ana Marcela Cunha, Daynara de Paula, Etiene Medeiros e Jéssica Cavalheiro, o cenário mudou.

Agora, as metas são muito mais ambiciosas.

Para o Troféu Maria Lenk, que começa nesta segunda-feira (21/04), na piscina do Ibirapuera, em São Paulo, o Sesi-SP quer conquistar o máximo possível de pódios. Na natação feminina, o objetivo é disputar a primeira colocação geral.

“Ainda não temos um setor masculino muito forte, mas, no feminino queremos estar nos primeiros lugares, inclusive vencendo as nadadoras estrangeiras. Sempre foi dito que nosso projeto era ajudar o esporte nacional como um todo. E com índices cada vez melhores, estaremos fazendo exatamente isso”, comenta Vanzella.

“Sem dúvida entramos com uma expectativa maior em termos de resultados individuais delas e consequentemente uma pontuação melhor na classificação, comparado ao ano passado”, acrescenta o técnico, que acabou de trazer a equipe da Copa da Holanda, onde Etiene Medeiros faturou o ouro nos 50m costas e Giovanna Diamante ficou com a 4ª posição nos 200m borboleta.

Para Vanzella, a própria Giovanna é a prova do sucesso do projeto e da rapidez com que os resultados estão surgindo. Com apenas 17 anos, a atleta conseguiu a medalha de prata nos 200m borboleta no Troféu José Finkel, nadando entre atletas bem mais experientes.

“Hoje a gente vê como foi o desenvolvimento das meninas e o patamar que estamos. A Giovanna, que muitos pensavam que nem chegaria ao pódio, conquistou o segundo lugar no Finkel. Agora ela foi a quarta colocada na Copa da Holanda, em nível internacional. Isso tudo aumenta nossa expectativa.”

Além da prata no Campeonato Brasileiro, Giovanna também conseguiu o bronze no Open de Porto Alegre, no final do ano. Ciente de que agora nadará com os olhos de todo mundo voltados para sua performance, a jovem promessa da natação apenas quer nadar bem e dar o seu máximo no Maria Lenk.

“A competição na Holanda foi importante para ter noção de como estamos contra o pessoal lá fora. Eu e a equipe. Foi muito bom e nos deu um novo gás para o Maria Lenk. Como sou uma nadadora mais jovem, tenho que fazer o meu melhor, mas não penso na responsabilidade. Eu me cobro, sou exigente e quero o pódio, mas, se fizer o meu melhor, vou ficar feliz com qualquer resultado”, diz Giovanna.

Pelo lado masculino, o destaque não poderia deixar de ser Thiago Pereira, que puxará o jovem time com sua experiência e também tentará os índices para o Pan Pacific, em agosto.

“Eu tenho meus objetivos pessoais e também com a equipe. Quero ajudar a conseguir grandes resultados no Lenk. Pessoalmente, vou tentar vencer o máximo de provas e quebrar algum recorde. Aliado a isso, vou motivar, apoiar e ajudar como puder a equipe masculina do Sesi-SP, dentro e fora da piscina”, declarou Thiago, que nadará nos 100m borboleta, 100m costas, e nos 200m e 400m medley.

No sentido horário, a equipe de natação do Sesi-SP que vai para Barcelona: Fernando Vanzella, Etiene, Thiago Pereira, Jéssica, Fernando Possenti, Ana Marcela e Daynara. Foto: Everton Amaro/Fiesp

No sentido horário, a equipe de natação do Sesi-SP que vai para Barcelona: Fernando Vanzella, Etiene, Thiago Pereira, Jéssica, Fernando Possenti, Ana Marcela e Daynara. Foto: Everton Amaro/Fiesp

Atletas estrangeiros

Um diferencial do Sesi-SP para as demais equipes que disputam o campeonato é a ausência de atletas estrangeiros. Para Fernando Vanzella, a presença dos atletas de outros países tem lados bons e ruins, mas tudo depende dos pontos de vista de cada equipe envolvida no campeonato.

“Se pensar em termos de pontuação para equipe, não é benéfico para quem não tem nadador estrangeiro. Mas se pensar no desenvolvimento do esporte, é muito importante. Da mesma forma que fomos buscar esse intercâmbio lá fora, ter atletas medalhistas mundiais aqui faz com que nossas nadadoras tenham mais referências e treinem mais para buscar um resultado melhor”, pondera Vanzella.

“Com relação às equipes, aí vai do objetivo de cada uma. Se a ideia for vencer o campeonato, com certeza a equipe vai procurar esse investimento. Em alguns países, isso não é permitido. Mas aqui é e essa é nossa realidade. Talvez quando tivermos uma natação feminina mais próxima da masculina, isso diminua. Ainda teremos estrangeiras, mas com as brasileiras chegando de frente com mais força”, finaliza o treinador do Sesi-SP e da Seleção Brasileira.

Serviço

Competição: Troféu Maria Lenk 2014
Data: de 21 a 26 de abril
Local: Piscina Constâncio Vaz Guimarães – Ibirapuera – Rua Manoel da Nóbrega, Paraíso, São Paulo – SP
Horários: Fase classificatória – 10h às 12h / Eliminatórias – 17h às 18h30

Nadadores do Sesi-SP ganham 11 medalhas nos Jogos Sul-Americanos de Santiago

Agência Indusnet Fiesp

Terminaram na noite de segunda-feira (10/03) as competições de natação dos Jogos Sul-Americanos de Santiago do Chile. E os atletas do Serviço Social da Indústria de São Paulo (Sesi-SP) saíram com 11 medalhas das raias do Centro Aquático Estádio Nacional.

Destaque para Thiago Pereira. O medalhista olímpico conseguiu três ouros: dois em provas individuais (400m e 200m medley) e outro no revezamento 4×200 livre.

Daynara de Paula também ganhou três ouros. Uma nos 100m borboleta e duas em provas de revezamento: 4×100 livre e 4×100 medley.

Etiene Medeiros subiu ao ponto mais alto do pódio no revezamento 4x100m medley e ganhou outras duas em provas individuais: a de prata nos 100m costa e a de bronze nos 100m borboleta.

Jessica Cavalheiro ficou com um ouro no revezamento 4x200m livre e uma de bronze nos 200m livre.

Atletas do Sesi-SP em sentido horário: Thiago Pereira, Daynara de Paula, Jessica Cavalheiro e Etiene Medeiros. Fotos: Divulgação

Ana Marcela Cunha disputa sua prova no domingo (16/03), na prova de maratona aquática de 10kms na Laguna Curauma, em Valparaíso.

Veja como foi o desempenho dos atletas nos quatro dias de competição:

Sexta-feira (07/03) – Nos 100m borboleta, Daynara de Paula ficou com a medalha de ouro, com o tempo de 59s35, e Etiene Medeiros  ganhou a de bronze, com 1min00s88. Jessica Cavalheiro, subiu ao lugar mais alto do pódio com suas três companheiras do revezamento feminino nos 4x200m livre: Carolina Bilich Queiroz, Larissa Martins de Oliveira e Manuella Duarte Lyrio. Juntas, as quatro completaram a prova em 8min18s34.

Sábado (08/03) – Thiago Pereira ganhou seu primeiro ouro ao lado da equipe masculina de revezamento nos 4x200m livre, composta ainda por Nicolas de Oliveira, Fernando Souza da Silva e Fernando Pires dos Santos. Eles fecharam a prova em 7min25s35, ficando mais de cinco segundos na frente de Colômbia e Venezuela, prata e bronze, respectivamente.

Domingo (09/03) – Thiago Pereira venceu os 200m medley (2m00s09) e Daynara de Paula ganhou mais um ouro nos 4x100m livre com 3m44s19, em equipe formada ainda por Larissa Oliveira, Alessandra Marchioro e Graciele Herramann. Jessica Cavalheiro ficou com o bronze nos 200m livre (2m01s27).

Segunda-feira (10/03) – Thiago Pereira confirmou o favoritismo e venceu a prova dos 4x100m medley, com 4min23s15. Etiene de Medeiros e Daynara de Paula também subiram ao ponto mais alto do pódio depois de vencerem o revezamento 4x100m medley em 4min11s49 em conjunto com Beatriz Azzolini Travalon e  Larissa Martins De Oliveira.  Etiene de Medeiros ficou com a prata nos 100m costa, ao marcar 1min02s85.

Sesi-SP e Senai-SP investem R$ 35,4 milhões em Taubaté

Guilherme Abati, Agência Indusnet Fiesp, de Taubaté

O presidente da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp), do Serviço Social da Indústria de São Paulo (Sesi-SP) e do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial de São Paulo (Senai-SP), Paulo Skaf, visitou, nesta quarta-feira (26/02), as obras do Centro de Atividades (CAT) do Sesi-SP de Taubaté, a 125 quilômetros da capital paulista.

Ao todo, serão investidos R$ 25,2 milhões para a construção de um novo prédio do Sesi-SP, além de mais R$ 10,2 milhões aplicados na modernização de equipamentos na unidade do Senai-SP na cidade. Juntos, os dois montantes somam R$ 35,4 milhões na região.

Entre os convidados do evento, o medalhista olímpico e atleta da equipe de natação do Sesi-SP Thiago Pereira.

Entre os investimentos já finalizados no CAT do Sesi-SP, estão a cobertura da quadra, o aquecimento da piscina e a nova grama sintética no campo society.  O vestiário do campo de futebol também foi reformado.

Outra novidade boa: o terreno ao lado do CAT receberá um prédio de três andares para abrigar mais instalações do Sesi-SP, projeto que deve ficar pronto no final de 2014. “Vamos construir nesse terreno um prédio vertical para implantar o ensino médio integral aqui em Taubaté”, afirmou Skaf.

Com atividades especiais, Sesi-SP encerra fase estadual dos Jogos do Sesi

Agência Indusnet Fiesp

As finais da fase estadual dos Jogos do Serviço Social da Indústria (Sesi) foram realizadas nos dia 26 e 27 de outubro nas cidades de Rio Claro, Piracicaba e Vinhedo. As competições envolveram 11 modalidades. Entre elas, truco, tênis, natação e esportes mais populares como futebol e vôlei.

Participaram do evento 1.100 trabalhadores, de 98 empresas. A disputa, que apontou os times classificados para a fase regional dos Jogos do Sesi, incluiu diversas atividades especiais que contaram com a participação de atletas das equipes de alto rendimento do Sesi-SP.

>> Saiba mais sobre os Jogos do Sesi 

Um deles foi o nadador Thiago Pereira. Em atividade extraoficial, o medalhista de prata nos Jogos Olímpicos de Londres-2012 disputou uma prova com os trabalhadores mais bem colocados nas provas de natação. A apelidada “Todos contra Thiago” seria uma prova tradicional, não fosse o fato de Thiago ter nadado sozinho os 400m medley enquanto outras equipes cumpriam cada uma das quatro modalidades em esquema de revezamento.

Thiago Pereira (à direita) nadou uma prova com os campeões das provas de natação. Foto: Reprodução de vídeo

 

Além da natação, o atletismo e o judô também contaram com a presença de atletas profissionais do Sesi-SP. Do vôlei, a levantadora Dani Lins (campeã olímpica em Londres-2012) e o gestor Montanaro (prata em Los Angeles-1984) participaram da cerimônia de premiação.

O evento também teve a finalidade de fortalecer os atributos positivos que são reflexos da pratica esportiva, promovendo o fair play, por meio da troca de flâmulas entre o time vencedor e o destaque da equipe adversária. A iniciativa foi apontada pelos atletas como um dos diferenciais da competição.

Os classificados nessa fase irão disputar a fase regional dos Jogos do Sesi, programados para acontecer de 6 a 8 de dezembro deste ano.


 

Foto: Paulo Skaf recebe Thiago Pereira e Ana Marcela Cunha, atletas do Sesi-SP

Agência Indusnet Fiesp

O presidente da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp) e do Serviço Social da Indústria de São Paulo (Sesi-SP), Paulo Skaf, recebeu, na manhã desta quinta-feira (22/08), duas estrelas da natação do Sesi-SP: Ana Marcela Cunha e Thiago Pereira.

Ambos são atletas premiados e reconhecidos dentro e fora do Brasil. No último Mundial de Natação de Barcelona, na Espanha, em julho e agosto, Ana Marcela ganhou duas medalhas, sendo uma de prata, nos 10km, e outra de bronze, nos 5km. Já Thiago deixou a competição com duas medalhas de bronze, nos 200 e 400m medley.

Na última edição do Troféu José Finkel, realizado na capital paulista em agosto, Ana Marcela levou prata na equipe feminina de revezamento 4x200m livre e um bronze pelos 800m livre.  Thiago fechou o torneio com um ouro nos 400m medley e dois bronzes nos 50m e 100m borboleta.

Paulo Skaf, ao centro, com Thiago Pereira e Ana Marcela Cunha: talentos reconhecidos. Foto: Ayrton Vignola/Fiesp

Skaf, ao centro, com Thiago Pereira e Ana Marcela Cunha: talentos reconhecidos. Foto: Ayrton Vignola/Fiesp

 

 

 

 

 

Natação: Sesi-SP fica em quarto lugar no Troféu José Finkel

Juan Saavedra, Agência Indusnet Fiesp

Giovanna Diamante, do Sesi-SP, ganhou quatro medalhas de prata - uma em prova individual e três em revezamento. Foto: CBDA

Com 877,50 pontos, a equipe de natação do Serviço Social da Indústria de São Paulo (Sesi-SP) ficou em quarto lugar no Troféu José Finkel, competição encerrada no sábado (17/08) no parque aquático do Sport Club Corinthians.

O primeiro lugar foi do Fiat/Minas, com 2.593,50. O Corinthians/Abdem ficou em segundo, com 1.919,50. O Pinheiros terminou em terceiro, com 1.631,50.

No quadro geral de medalhas, o Sesi-SP conseguiu quatro de ouro, seis de prata e três de bronze, 13 no total, ficando em quinto lugar, atrás de Fiat/Minas, Corinthians/Abdem, Pinheiros e Unisanta.

Na pontuação individual, Etiene Medeiros, do Sesi-SP, ganhou o troféu de índice técnico feminino, com 950 pontos.

No último dia (17/08) de competição, Daynara de Paula, do Sesi-SP, ficou em segundo lugar na prova dos 100m livre, com o tempo de 55s52. “Fiquei muito feliz com esse tempo. Eu não esperava. Pensava em fazer 56s, que já seria um bom tempo, mas nadei o tempo inteiro atrás da Frank [Heemskerk, do Fiat/Minas, vencedora da prova] e me surpreendi com o resultado. Ajudei bastante o Sesi-SP e saio muito feliz da competição”, disse Daynara ao site da Confederação Brasileira de Desportos Aquáticos.

As 13 medalhas do Sesi-SP no Troféu José Finkel 2013
Ouro

Daynara de Paula. Duas medalhas de ouro e duas de prata. Foto: CBDA

. Daynara de Paula (50m borboleta)
. Daynara de Paula (100m borboleta)
. Etiene Medeiros (50m costas)
. Thiago Pereira (400m medley)

Prata

. Daynara de Paula (100m livre)
. Giovanna Diamante (200m borboleta)
. Jessica Cavalheiro (200m livre)
. Equipe feminina de revezamento 4x50m livre [Daynara de Paula, Giovanna Diamante, Sabrina Todão e Jessica Cavalheiro]
. Equipe feminina de revezamento 4x200m livre [Jessica Cavalheiro, Bruna Primati, Ana Marcela Cunha e Giovanna Diamante]
. Equipe feminina de revezamento 4×100m livre [Daynara de Paula, Etiene Medeiros, Giovanna Diamante e Jessica Cavalheiro]

Bronze

. Ana Marcela Cunha (800m livre)
. Thiago Pereira (50m borboleta)
. Thiago Pereira (100m borboleta)

 

Thiago Pereira ganha medalha de ouro no José Finkel

Agência Indusnet Fiesp 

No terceiro dia de Troféu José Finkel de Natação, a equipe de Natação do Sesi-SP conquistou mais uma medalha de ouro, com Thiago Pereira na prova dos 400m medley. Ele fez o tempo de 4min20s41.

Thiago Pereira conquistou medalha de ouro no 400m medley, no Troféu José Finkel 2013. Foto: Helcio Nagamine/Fiesp

Ainda nesta quarta-feira, o Sesi-SP conquistou mais duas medalhas: a prata com a equipe 4x200m livre, formada pelas atletas Jessica Cavalheiro, Bruna Primati, Ana Marcela Cunha e Giovanna Diamante, e o bronze com Ana Marcela Cunha, na prova dos 800m livre, que fez o tempo de 8min55s40.

A competição começou no dia 12 de agosto e vai até o sábado, 18 de agosto. Nesta quinta-feira, atletas do Sesi-SP disputam as provas de 100m borboleta masculino e feminino, 100m peito masculino e feminino, 50m costas feminino e 800m livre masculino.

Troféu José Finkel: Daynara de Paula conquista ouro nos 100 metros borboleta

Guilherme Abati, Agência Indusnet Fiesp

Mais duas medalhas para o Serviço Social da Indústria de São Paulo (Sesi-SP) no Troféu José Finkel, disputado no Parque São Jorge, em São Paulo. Após duas de prata, conquistadas no primeiro dia de competição, o Sesi-SP soma mais duas medalhas em seu quadro.

Daynara de Paula, ao cravar 1min00s22, ficou com o ouro nos 100 metros borboleta feminino. Na mesma prova, a também atleta do Sesi-SP Giovanna Diamante cravou o sexto melhor tempo, com 1min02s05.

Daynara: ouro nos 100 metros borboleta com 1min00s22.

Daynara de Paula : ouro nos 100 metros borboleta com tempo de 1min00s22. Foto: Helcio Nagamine/Fiesp

 

Já Thiago Pereira, em uma prova que não é sua especialidade, ficou com a medalha de bronze nos 100 metros borboleta, com o tempo de 53s42.

Com quatro medalhas, o Sesi-SP é, até o fechamento da matéria, o terceiro melhor clube na competição, atrás apenas do Fiat/Minas e do Corinthians.

Destaques no Mundial, Thiago Pereira e Etiene Medeiros já planejam Rio-2016

Ariett Gouveia, Agência Indusnet Fiesp

De volta ao Brasil, depois de participar do Mundial de Natação de Barcelona, Thiago Pereira e Etiene Medeiros – ambos atletas do Serviço Social da Indústria de São Paulo (Sesi-SP) – já recomeçaram os treinamentos no parque aquático da Vila Leopoldina, em São Paulo, de olho no próximo desafio: o Troféu José Finkel, que começa segunda-feira (12/08).

Thiago Pereira com uma das duas medalhas que recebeu em Barcelona. Foto: Helcio Nagamine/Fiesp

 

Os atletas não escondem que os resultados obtidos – Thiago ganhou dois bronzes (200m e 400 medley) e Etiene chegou em quarto lugar nos 50m costas, melhor participação da natação feminina brasileira em mundiais – dão ainda mais confiança na busca da principal meta de toda a equipe: o pódio nos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro (Rio-2016).

“Barcelona era só o nosso primeiro desafio, mas o grande objetivo é Rio-2016. Sei que os meus resultados no Mundial não significam que eu vou conseguir fazer o mesmo nas Olimpíadas. Independente das medalhas, temos muito para fazer e evoluir. Mas estou bastante feliz e bem mais motivado”, afirma Thiago.

Etiene acredita que a atuação em Barcelona representa um amadurecimento. “Foi meu terceiro Mundial e agora consegui parar e pensar: ‘Etiene, você tem tudo nas mãos e pode conquistar tudo que você quer’”, diz a nadadora.

“Quando cheguei de Barcelona, a primeira coisa que fiz foi ligar o meu pai, que disse: ‘agora passou, você está em São Paulo e precisa retomar tudo de novo’. Então é continuar o trabalho. Daqui a uma semana tem o [troféu José] Finkel e quero representar bem o Sesi-SP. Estou vivendo muita coisa legal esse ano e tudo vai me ajudar a chegar no Mundial de 2015 e me classificar para nadar em 2016.”

O Mundial de ambos

Fernando Vanzella, técnico da natação do Sesi-SP e da seleção brasileira, com Thiago Pereira e Etiene Medeiros. Foto: Helcio Nagamine/Fiesp

Depois das medalhas em Barcelona, Thiago avalia que as conquistas têm um gosto especial, sobretudo pelas dificuldades que passou no começo da temporada. “Em Barcelona fiz infiltração no quadril e na virilha para competir sem dor. Por isso, os resultados me deixam muito contente. Independente de tudo que aconteceu, conquistei os resultados que eu almejava.”

O nadador foi para o Mundial para disputar a prova dos 200m medley, que rendeu a primeira medalha de bronze. Ele também estava inscrito para os 400m medley, prova em que conquistou sua primeira medalha olímpica, mas a decisão de competir só veio na última hora.

“Decidi nadar também os 400m medley por vários fatores: para defender o título nessa prova, por ter começado bem a competição, por ser o último dia de competição”, conta o atleta.

“Sabia da dificuldade, até porque não me preparado suficiente para ela, mas fiz uma prova bem inteligente e sólida. Comecei tranquilo os primeiros 200m e consegui recuperar nos últimos 50m. Até brinquei com muita gente depois: ‘Aposto que no começo todo mundo pensou que já era, né?’. Mas fechei o Mundial com chave de ouro para o Brasil.”

Para Etiene, além do treinamento físico, a mente também foi fundamental para sua conquista. “Gostei muito de ter nadado o meu melhor no Mundial. Além de ter disputado bem, etapa por etapa, eliminatória, semifinal e final. Outra coisa que consegui nessa competição foi minha evolução mental. Fiquei muito confiante. Em nenhum momento pensei negativo, que podia dar errado. Entrei na piscina querendo ganhar uma medalha. Mas vibrei muito quando a prova acabou e vi que eu era a quarta melhor do mundo.”

Investimento no esporte

Nas entrevistas que deram depois da conquista e também quando chegaram no Brasil, os atletas fazem questão de agradecer todo o apoio de receberam, da Confederação Brasileira de Desportos Aquáticos, dos técnicos e do Sesi-SP.

“Vim para o Sesi-SP no final de março e desde então tenho cumprido meus objetivos. Agradeço ao [presidente do Sesi-SP] Paulo Skaf, porque é uma honra para mim fazer parte desse grupo. É uma instituição que está se voltando mais para o esporte, sem deixar de investir na educação, como sempre fez. Espero que a gente consiga ser exemplo para iniciar outros grandes nadadores e esportistas.”

Thiago cita o exemplo do potencial esportivo americano para destacar a importância de reunir esporte e educação. “Muita gente pergunta por que os Estados Unidos têm grandes atletas e consegue renovar sua equipe com rapidez. É porque qualquer escola americana tem uma piscina de 50 metros. E com milhões de crianças praticando natação, a chance de achar um talento é muito maior”, comenta o nadador.

“Temos que incentivar o esporte na escola, qualquer esporte que seja, mas acho que é importante que esteja vinculado com o ensino.”

Outras atletas do Sesi-SP

Em Barcelona, os atletas do Sesi-SP ganharam quatro das dez medalhas conquistadas pelo Brasil.

Além das medalhas de Thiago Pereira, a maratonista aquática Ana Marcela Cunha ganhou uma prata e um bronze nas provas dos 10 e dos 5 km, respectivamente.

Daynara de Paula e Jessica Cavalheiro completaram a equipe do Sesi-SP em Barcelona. Daynara foi até a semifinal nos 100m borboleta e fez o 15º melhor tempo. Também disputou a prova e os revezamentos 4x100m livre e medley. Jessica integrou a equipe brasileira de revezamento 4x200m livre, que fez o 10º melhor tempo, mas não conseguiu se classificar para as finais.

Thiago Pereira conquista mais um bronze; é o melhor Mundial na carreira do atleta do Sesi-SP

Agência Indusnet Fiesp

Thiago Pereira na piscina do complexo aquático do Sesi Vila Leopoldina. Foto: Helcio Nagmine/Fiesp (Arquivo)

Mostrando poder de reação, o brasileiro Thiago Pereira, atleta da equipe de natação do Serviço Social da Indústria de São Paulo (Sesi-SP), conquistou no domingo (04/08), no Palau Sant Jordi, em Barcelona, sua segunda medalha de bronze nesta edição do Mundial de Esportes Aquáticos.

O atleta do Sesi-SP chegou em terceiro lugar da prova dos 400m medley, completando o percurso em 4min09s48. O topo do pódio ficou com o japonês Daiya Seto, (4min08s69) e o segundo lugar com o americano Chase Kalisz (4min09s22).

Prata nos Jogos Olímpicos de Londres, em 2012, nesta mesma prova, Thiago Pereira surpreendeu nos últimos 50 metros da final no Palau Sant Jordi, ultrapassando outros dois nadadores.

A medalha é a segunda do nadador de 27 anos em Barcelona. Thiago Pereira havia subido ao pódio na quinta-feira (01/08) nos 200m medley, prova em que também conquistou o bronze.

A edição 2013 marca a melhor participação de Thiago Pereira em Mundiais – nas quatro edições anteriores, o nadador havia saído sem medalhas.

Thiago Pereira conquista medalha inédita no Mundial de Barcelona

Ariett Gouveia, Agência Indusnet Fiesp 

Depois da prata na Olimpíada de Londres, em 2012, o nadador do Serviço Social da Indústria de São Paulo (Sesi-SP), Thiago Pereira, conquistou mais um feito inédito na sua carreira: ganhou a medalha de bronze na prova dos 200m medley, disputada nessa quinta-feira (01/08), no Mundial de Esportes Aquáticos de Barcelona.

Thiago Pereira leva o bronze nos 200m medley, em Barcelona. Foto: CDBA

Thiago fez o tempo de 1min56s30, o melhor tempo da sua carreira sem os trajes rápidos. Foi apenas um centésimo de segundo atrás do segundo colocado, o japonês Kosuke Hagino. O campeão dos 200m medley foi o americano Ryan Lochte.

“Estou satisfeito com o meu resultado e sei que consegui me superar para conquistar essa medalha. Uma pena que não fiquei com a prata por 1 centésimo, mas o importante é que estou dentro desse pódio”, disse o atleta, logo após a prova, em entrevista para a SporTV. “Queria alcançar o tempo que fiz com as roupas especiais, mas finalizei do jeito que tinha que ser: com o melhor tempo da minha vida nessa prova.”

Em busca de medalha inédita, Thiago Pereira embarca nesta sexta-feira (19/07) para Barcelona

Guilherme Abati, Agência Indusnet Fiesp

O nadador Thiago Pereira embarca nesta sexta-feira (19/07) para a disputa do Mundial de Natação de Barcelona, sua terceira competição internacional como atleta do Serviço Social da Indústria de São Paulo (Sesi-SP). Seu grande objetivo: conquistar a única medalha que falta em sua carreira.

“A medalha de ouro em mundiais de piscina longa é a única que ainda não tenho no currículo”, afirmou. “Tenho medalhas em Olimpíada, em Panamericano, em Mundial de piscina curta. Só falta essa”, disse.

Thiago Pereira: mais experiente e em busca da medalha que falta. Foto: Satiro Sodré/CDBA

Thiago Pereira: mais experiente e em busca da medalha que falta para o currículo. Foto: Satiro Sodré/CDBA

 

De olho no lugar mais alto do pódio, o medalhista olímpico classifica a competição na cidade espanhola como “a mais importante da temporada”.

De acordo com Pereira, a expectativa para o campeonato é bastante positiva. “Os 200 metros medley são meu grande foco, ganhei o ouro nessa modalidade nas últimas duas competições, nadando na casa do 1min58s”.

O nadador confirmou que não irá nadar os 400 metros medley, modalidade que lhe garantiu a medalha de ouro olímpica em Londres, em 2012.  Ele disputa as provas de 200 metros medley,100 metros borboleta e 4 x 100 metros medley.

Além disso, participar do campeonato deste ano será especial para o atleta carioca. Foi na cidade espanhola que, aos 17 anos, ele participou de seu primeiro campeonato mundial, uma década atrás.  “Chego com uma expectativa diferente, há dez anos eu era outro atleta. Agora estou muito mais preparado”.

O atleta falou também sobre recém-iniciada parceria com o Sesi-SP. “O clube me dá tranquilidade para que eu possa me dedicar a fazer o que tenho que fazer, que é treinar e buscar os melhores resultados em todas as competições”, concluiu.

Em Barcelona, Thiago Pereira comemora dez anos do seu primeiro Mundial

Ariett Gouveia, Agência Indusnet Fiesp

Os bons resultados conquistados em competições recentes deram mais confiança ao nadador do Serviço Social da Indústria de São Paulo (Sesi-SP) Thiago Pereira, que embarca na próxima sexta-feira (19/07) para disputar mais um Mundial de Natação, em Barcelona. O atleta busca a sua primeira medalha na competição.  E disputa as provas de 200m medley (31/07), 100m borboleta (02/08) e 4 x 100m medley (04/08).

“Os meus últimos resultados, no [torneios] Maria Lenk, no Sette Colli da Itália e no Open da França me deram mais segurança para o Mundial”, disse. “É sempre bom chegar mais confiante, sabendo que está bem e pronto. Isso pode ser o diferencial. Na natação, todo detalhe faz a diferença”, explicou Thiago.

Pereira: mais confiante para encarar a piscina em Barcelona. Foto: Helcio Nagamine/Fiesp

Pereira diz estar mais confiante para encarar a piscina em Barcelona: diferencial. Foto: Helcio Nagamine/Fiesp

 

Será a primeira competição internacional importante do nadador desde que ele passou a integrar a equipe do Sesi-SP. E Thiago promete fazer o seu melhor para conquistar a primeira medalha em Mundial para a equipe. “Vou para as minhas competições em busca de superar as minhas próprias marcas. Meu foco está em cada prova, na sua hora, seja eliminatória, semifinal ou final. A medalha é consequência.”

Thiago ainda tem uma motivação especial na disputa de Barcelona: foi na cidade espanhola que ele fez a sua estreia em mundiais, há dez anos. “Vou nadar a mesma competição na mesma piscina em que nadei meu primeiro Mundial, em 2003, quando eu tinha 17 anos e fui convocado pela primeira vez para a seleção absoluta”, lembra o atleta. “Na época, o Gustavo Borges e o Xuxa ainda competiam pelo Brasil e eu cheguei sem nenhuma experiência. De lá pra cá, participei de campeonatos Mundiais, Pan-Americanos e de três Olimpíadas”, contou. “Volto para Barcelona muito mais experiente e confiante de que posso estar entre os primeiros.”

O Campeonato Mundial de Esportes Aquáticos começa no dia 19 de julho e vai até o dia 4 de agosto. As provas serão transmitidas pela TV Record e pelo SportTV.

Paulo Skaf recebe equipe de natação do Sesi-SP; atletas visitam as duas mostras no Centro Cultural Fiesp

Guilherme Abati, Agência Indusnet Fiesp

Atletas de natação do Serviço Social da Indústria de São Paulo (Sesi-SP), que na semana passada disputaram o Troféu Maria Lenk no Rio de Janeiro, visitaram a sede da Federação da Indústria do Estado de São Paulo (Fiesp), nesta quinta-feira (02/05), para um encontro com o presidente das instituições, Paulo Skaf.

Atletas das equipes feminina e masculina do Sesi-SP no encontro com presidente da Fiesp e do Sesi-SP, Paulo Skaf, e o superintendente do Sesi-SP, Walter Vicioni. Foto: Junior Ruiz/Fiesp

“É um grande orgulho ter uma equipe como esta da natação. Estou muito satisfeito com os resultados dos atletas no Maria Lenk. Nada se conquista sem luta, dedicação e perseverança, e a equipe de natação é um exemplo para todos os jovens deste país. Fico muito feliz em poder, além de priorizar a educação, realizar projetos tão importantes quanto esse do Sesi-SP”, afirmou Skaf, durante o encontro.

O medalhista olímpico Thiago Pereira, prata em Londres-2012, disse estar muito satisfeito nesse primeiro mês na nova casa. “Quero agradecer a todos do Sesi-SP pelo apoio, pela estrutura e pelo investimento”, disse Thiago Pereira. “Consegui a classificação para o Mundial de Barcelona. Meu grande objetivo agora é me concentrar, treinar muito e conquistar medalhas de ouro em Barcelona. A estrutura que o Sesi-SP dá é fundamental para que eu possa, de fato, conquistar grandes resultados”, acrescentou o nadador.

Thiago Pereira: estrutura que o Sesi-SP dá é fundamental para conquistar resultados. Foto: Junior Ruiz/Fiesp

Além de Thiago Pereira, participaram da reunião as nadadoras Etiene Medeiros, Jessica Cavalheiro, Daynara de Paula e Ana Marcela.

“Começamos a formatar a equipe no ano passado e no Maria Lenk o objetivo traçado foi alcançado” contou Fernando Vanzella, treinador da equipe.

“Temos cinco atletas classificados para o Mundial de Barcelona, em julho. Thiago Pereira conseguiu a vaga nos 200 e 400 medley, vai para seu quinto mundial; Etiene Medeiros fez o quarto melhor tempo da história nos 50 metros costas; a Jessica Cavalheiro venceu os 200 metros livre; Daynara de Paula venceu os 100 metros borboleta e fez nos 100 livre o melhor tempo do Brasil; e a Ana Marcela terminou a competição classificada para o Mundial de Barcelona nas maratonas aquáticas”, acrescentou Vanzella.

“É um projeto que tem ainda muito a crescer, graças ao apoio do presidente Paulo Skaf. A natação do Sesi-SP é projeto de apenas quatro anos, mas que já dá resultados. Nossa equipe foi a mais eficiente no Maria Lenk”, disse Alexandre Pflug, diretor de Esporte e Lazer do Sesi-SP.

Visita ao  Centro Cultural Fiesp

Etiene Medeiros observa peças da mostra “Jogos Olímpicos: Esporte, Cultura e Arte”. Foto: Everton Amaro/Fiesp

A equipe do Sesi-SP aproveitou para visitar duas exposições no Centro Cultural Fiesp: “Olhar a toda prova” e “Jogos Olímpicos: Esporte, Cultura e Arte”.

“Olhar a toda prova” reúne 48 imagens de atletas do Sesi-SP sob o registro das lentes de fotógrafos como Claudio Edinger, Jonne Roriz, Marlene Bergamo e Renan Cepeda. A curadoria é de João Kulcsár.

“Jogos Olímpicos: Esporte, Cultura e Arte”, organizada pelo Comitê Olímpico Brasileiro (COB), com apoio da Fiesp e do Sesi-SP, apresenta cerca de 300 peças do acervo do Museu Olímpico do Comitê Internacional (COI) em Lausanne, na Suíça, que representam a trajetória dos Jogos Olímpicos da Era Moderna.

As mostras ficam abertas ao público até 30 de junho

Equipe de natação do Sesi-SP visita exposições esportivas no Centro Cultural Fiesp – Ruth Cardoso

Agência Indusnet Fiesp 

A equipe de natação do Sesi-SP estará no prédio da Federação das Indústria do Estado de São Paulo (Fiesp) nesta quinta-feira (02/05), à partir das 14h30, para visitar as duas exposições esportivas realizadas no Centro Cultural Fiesp – Ruth Cardoso.

Dentre os atletas confirmados estão Thiago Pereira (ouro nos 100m Borboleta; ouro nos 400m Medley; prata 200 medley), Ana Marcela (ouro nos 800m Livre; prata nos 400 livre), Etiene Medeiros (ouro nos 100m costas; ouro nos 50m costas – recorde da competição – melhor índice técnico da competição; prata 4×100 e 4×50 livre), Daynara de Paula (prata nos 100m borboleta, 50 borboleta,100 livre, 4×200 livre, 4×50 livre, 4×100 livre; bronze nos 4×100 estilo) e Jessica Cavalheiro (prata nos 200m livre 4×200 livre, 4×50 livre, 4×100 livre; bronze nos 4×100), além de jovens revelações como Giovanna Diamante e Mariana Serrano (ambas com índice para o Mundial Junior em Dubai). A comissão técnica formada por Fernando Vanzella e Fernando Posseti também estará presente.

As exposições

Olhar a toda prova, com curadoria de João Kulcsár, retrata de forma artística os esportes olímpicos e paraolímpicos por meio de 48 imagens, registradas por fotógrafos como Claudio Edinger, Jonne Roriz, Marlene Bergamo e Renan Cepeda e trazem uma nova perspectiva dos retratos dos atletas incentivados pelo SESI-SP.

Jogos Olímpicos: Esporte, Cultura e Arte é uma parceria da Fiesp e do Sesi-SP com o Comitê Olímpico Brasileiro (COB) e reúne cerca de 300 peças do acervo do Museu Olímpico do Comitê Olímpico Internacional (COI), que marcaram e representam a trajetória dos Jogos Olímpicos da Era Moderna.

Durante a visita às exposições, os atletas receberão a imprensa.

Serviço
Visita da equipe de natação do Sesi-SP às exposições Olhar a toda prova e Jogos Olímpicos: Esporte, Cultura e Arte
Data: 02 de maio de 2013, às 14h30.
Local: Centro Cultural Fiesp – Ruth Cardoso (Av. Paulista, 1.313 – Metrô Trianon-Masp)

Sesi-SP encerra Troféu Maria Lenk na quinta colocação geral e tem um dos destaques técnicos

Agência Indusnet Fiesp

Etiene Medeiros. Foto: Satiro Sodré/CBDA

No encerramento da edição 2013 do Troféu Maria Lenk, no sábado (27/04), no Rio, o Sesi-SP somou 825 pontos e ficou com a quinta colocação geral, atrás do campeão Minas Tênis Clube (2245,50) e dos clubes Esporte Pinheiros (1757,50), Corinthians (1462,50) e  Unisanta (880).

Com o resultado, o Sesi-SP ganhou diploma especial por integrar o grupo dos 10 mais bem colocados do país. É o melhor desempenho do Sesi-SP em competições do esporte.

Na divisão por gênero, o Sesi-SP ficou em terceiro lugar no feminino, com 702 pontos – atrás do Minas (1301,50) e Corinthians (736,50).

Uma atleta do Sesi-SP, Etiene Medeiros, recebeu o troféu de melhor índice técnico da competição no feminino.

O último dia de competição

Daynara de Paula. Foto: Sátiro Sodre/CBDA

No sábado (27/04), Sesi-SP subiu ao pódio mais duas vezes. Destaque para Daynara de Paula, que ficou com o ouro nos 100m livre. Com 55s27, a nadadora do Sesi-SP chegou em segundo lugar, atrás da holandesa Frederike Heemskerk, do Minas Tênis (54s52) – pelo regulamento do campeonato brasileiro absoluto  de natação, as medalhas são concedidas apenas aos atletas brasileiros.

Na prova dos 4x100m medley feminino, a equipe do Sesi-SP formada por Etiene Medeiros, Bruna Primati, Daynara de Paula e Jessica Cavalheiro chegou em terceiro lugar, com o tempo de 4m14s16. A prova foi vencida pelo Pinheiros.

Índices

Etiene Medeiros assegurou vaga no Campeonato Mundial dos Esportes Aquáticos de Barcelona, de 24 de julho a 4 de agosto, com o tempo de 1m01s00 na prova dos 100m costas. No masculino, Thiago Pereira assegurou sua presença em duas provas: 200m medley (1m57s48) e 400m medley (4m15s87).

Giovanna Diamante carimbou passaporte para o Mundial Junior de Dubai 2013 em duas provas: 100m borboleta –(1m01s78) e 200m borboleta (2m18s76).