Ministro da Saúde participa de encontro na Fiesp

Flávia Dias, Agência Indusnet Fiesp

O ministro da Saúde, Alexandre Padilha, e o presidente da Fiesp, Paulo Skaf, durante reunião na sede da entidade

 

 

Em visita à Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp), o Ministro da Saúde, Alexandre Padilha, conversou com o presidente Paulo Skaf sobre projetos e ações na área de saúde realizado pela federação e o poder público.

Skaf destacou os programas desenvolvidos pelo Sesi-SP, de orientação nutricional para os estudantes, trabalhadores de empresas e a população em geral. “Vamos formar um grupo de trabalho junto com o Ministério de Saúde, no qual apresentaremos os projetos do Sesi-SP e da Fiesp”, disse.

Padilha destacou a assinatura, nesta quinta-feira (7), do termo de compromisso entre o Ministério da Saúde e associações que representam os produtores de alimentos processados. O acordo prevê a redução gradual da porcentagem de sódio presente em 16 categorias de alimentos, começando por massas instantâneas e pães. A meta deverá ser cumprida até 2012.

“O programa é fundamental porque traz a indústria de alimentos para esse debate. O Brasil é pioneiro no estabelecimento de um acordo voluntário entre o governo e as indústrias”, argumentou o ministro.

Greve

Durante o encontro, Padilha comentou a paralisação de advertência dos médicos de todo o País credenciados às operadores de planos de saúde. Segundo os manifestantes, as convênios não repassam aos médicos os reajustes que cobram dos pacientes.

“Qualquer reivindicação deve ser ouvida, e o diálogo é muito importante. O Ministério torce e trabalha para que a população não seja prejudicada por conta da discussão do acordo salarial entre médicos e planos de saúde”.