Vôlei: Sesi-SP estreia com vitória na Superliga masculina: 3 sets a 0 sobre o Funvic/Taubaté

Lucas Dantas, Agência Indusnet Fiesp, de Taubaté

Começou bem a campanha do Serviço Social da Indústria de São Paulo (Sesi-SP) na temporada 2013-14 da Superliga masculina de vôlei. Com a vitória fora de casa por 3 sets a 0 (21/14, 21/16 e 21/14) sobre o Funvic/Taubaté, o time conquistou três pontos e a tranquilidade necessária para a segunda partida das quartas de final do campeonato paulista, diante do São Caetano, na quinta-feira (19/09), no ginásio do Sesi-SP Vila Leopoldina. O troféu Viva Vôlei foi entregue ao oposto Evandro, maior pontuador do Sesi-SP, com 12 pontos.

Sidão ataca pelo meio da rede. Central marcou oito pontos. Foto: Lucas Dantas/Fiesp

 

O resultado aparentemente fácil não surpreendeu o treinador Marcos Pacheco. Ele elogiou a postura a equipe, que fez exatamente o combinado, não dando muitas chances a um adversário que ainda não conta com Giba – o campeão olímpico (2004) é o principal reforço do Funvic para a temporada.

Segundo Pacheco, o volume de jogo do Sesi-SP é que definiu o resultado.

“Os jogadores sabem que, com o sistema de 21 pontos, precisam entrar em quadra muito ligados e com um ritmo muito forte. E eles fizeram isso hoje. Temo suma equipe muito talentosa que está começando a ter cara de time. As individualidades são importantes, mas como conjunto é que vamos vencer. E hoje o time se apresentou muito bem”, comentou o técnico, que agora poderá pensar na próxima partida, pelo campeonato paulista.

“Nós trabalhamos jogo a jogo, sempre. Não adianta pensar em cinco rodadas, ou um mês lá na frente. Temos agora uma missão em casa e vamos pensar nesse jogo. Outro estilo, outra [marca de] bola. Uma situação nova. Nunca disputei competições paralelas à Superliga. E olha que já joguei 20 superligas.”

O Sesi-SP entrou em quadra com Sandro, Evandro, Lucão, Sidão, Lucarelli, Manius e o líbero Serginho. Entraram Thiaguinho, Renan, Aracajú e Ary. Além de Evandro, Lucão e Lucarelli marcaram nove pontos, cada um. Sidão fez oito e Manius, dois.

O Funvic/Taubaté do técnico João Conceição entrou com Bernardo, Lukianetz, Jotinha, Leandrão, Tiago Barth, Jurquin e o líbero Diego.

O jogo

O primeiro set começou equilibrado. Empurrado pela torcida, o Taubaté forçou o jogo e conseguiu virar bolas importantes, aproveitando também os erros de saque do time da indústria, que ainda se acostumava com o espaço. Aos poucos, o Sesi-SP foi se acertando e, forçando o saque no cubano Jurquin, virou a partida. Com a entrada de Thiaguinho no saque e uma sequência de quatro bolas boas, o Sesi-SP abriu ótima vantagem fechando o set em 21/14 em 18 minutos.

O segundo set foi mais disputado que o primeiro. Com boas alternâncias nas jogadas e variações, o time da casa não deixou o Sesi-SP escapar no placar. Mas embalados por Lucão, Lucarelli e, principalmente, Evandro, o time impôs seu volume de jogo e manteve-se sempre à frente no placar, até terminar a etapa em 21 minutos: 21/16.

O jogo seguiu à feição do Sesi-SP no terceiro e definitivo set. Sem fazer muitas alterações no time, Pacheco apenas deu orientações para os jogadores que mantiveram o controle da partida. Estava tudo dando tão certo que até Serginho fez ponto. Ao final de 19 minutos, vitória por 21/14 e três pontos na conta.

Pela Superliga, o próximo confronto será fora de casa contra o UFJF, em Juiz de Fora, no sábado (21/09).

Sesi-SP vence Funvic/Midia na retomada da Superliga masculina

Lucas Dantas, Agência Indusnet Fiesp

Sidão na vitória do Sesi-SP sobre o Funvic. Foto: Helcio Nagamine/Fiesp

Com boas atuações dos centrais Éder, melhor jogador da rodada no bloqueio, e Sidão, melhor sacador, o Sesi-SP venceu mais uma partida pela Superliga masculina 2012/13: 3 sets a 1 sobre o Funvic/Midia Fone. As parciais foram de 25/21, 25/16 e 23/25 e 25/21.

Com a vitória, a quinta consecutiva, o Sesi-SP chegou a 21 pontos, ocupando a terceira posição na tabela – liderada pelas equipes do RJX (1º) e Sada Cruzeiro (2º).

Nos dois sets iniciais, a equipe do técnico Giovane Gávio mandou na pontuação, mas a atuação caiu no terceiro set – e o time de Pindamonhangaba reduziu para 2 sets 1. No quarto e derradeiro set, o Sesi-SP impôs seu voleibol. Após a partida, Sidão foi eleito o melhor na quara e ganhou o prêmio Viva Vôlei, entregue pelo professor Walter Vicioni, superintendente do Sesi-SP.

Para Giovane, o terceiro set mostrou que é preciso atenção para evitar surpresas. “Fizemos um segundo set muito bom, mas não demos o mesmo gás no terceiro. Foi disputado, ponto a ponto, mas podíamos ter jogado melhor, mesmo considerando que o adversário fez ótima partida e foi um rival duríssimo. Sabíamos que seria difícil, mas em casa nós aproveitamos o bom momento par conseguir a vitória. Agora temos mais um jogo complicado sábado, só que o time vem evoluindo e ainda vamos chegar no nosso ideal”, declarou o treinador que não quis adiantar se Murilo volta ou continuará sendo poupado.

Na 11ª e última rodada do primeiro turno da competição, o Sesi-SP recebe neste sábado, às 17h, o time do Volta Redonda, também na Vila Leopoldina.

O jogo

Eder 9camisa 16) foi um dos destaques, com 16 pontos. Foto: Helcio Nagamine/Fiesp

A partida foi equilibrada, mas o time da casa soube se impor nos momentos decisivos e fez valer a maior quantidade de jogadores que desequilibram. Murilo foi poupado, mas Cléber estava inspirado e marcou 18 pontos, seguido por Sidão e Éder, com 16. O maior pontuador do jogo foi Sérgio, do Funvic, com 20. As duas equipes erraram bastante e proporcionaram pontos para o outro lado, mas o Sesi-SP foi mais eficiente no bloqueio e foi nessa jogada, com Éder, que o time fechou o set em 26 minutos.

No segundo, o time que representa a indústria paulista foi bem mais eficiente e comandou as ações. Com o saque entrando mais e forçando erros do Funvic, além da pontaria afiada de Sidão, foram precisos 24 minutos para fechar em 25/16 e abrir boa vantagem para definir o jogo.

No terceiro set o cenário mudou. O adversário entrou mais focado e determinado a conseguir esticar a partida. Os times se alternavam na frente do placar sem conseguir abrir vantagem maior que dois pontos. Porém, ao fazer 24/23 e com o bloqueio mais eficiente e 14 pontos de saque, o Funvic venceu a etapa em 30 minutos forçando mais um set.

Depois de um puxão de orelhas de Giovane Gávio, o time voltou para o quarto set para decidir o jogo. E o fez em 29 minutos, sem maiores dificuldades. Cléber marcou sete pontos de ataque e foi fundamental para a quinta vitória seguida na competição.

Professor Walter Vicioni, superintendente do Sesi-SP, e Sidão, com o troféu que recebeu como melhor em quadra. Foto: Helcio Nagamine/Fiesp

Sesi-SP e Pinheiros/Sky vão protagonizar um dos melhores jogos da Superliga

Uma partida realmente imperdível. Quem for ao ginásio Hans Nobling em Pinheiros, zona oeste de São Paulo, neste sábado (27), verá um show de técnica e talento das equipes Sesi-SP e Pinheiros Sky, em jogo válido pela 16ª rodada da Superliga Masculina de Vôlei.

No primeiro turno, ambas equipes fizeram um grande jogo, bastante disputado e equilibrado. O adversário acabou vencendo por 3 sets a 0, mas não convenceu. Naquela ocasião, o segundo set ficou marcado como o mais longo da história da Superliga. Durou nervosos 47 minutos em resultado de 42 a 40.

Desta vez a coisa é um pouco diferente. O Sesi-SP está bem mais entrosado e vem de vitórias muito convincentes, contra equipes que disputam vaga entre os oito melhores na reta final de competição. Por isso, sábado é dia de jogar mais do que no máximo e ir para as quartas de cabeça erguida.


Serviço:

Superliga Masculina de Vôlei – 16ª rodada (segundo turno)
Sesi-SP x Pinheiros/Sky
Data/horário: 27 de março, sábado, às 11h
Local: Ginásio Henrique Villaboin
Endereço: Rua Hans Nobling, s/n, Pinheiros, São Paulo, SP
Transmissão: Sportv
Sesi-SP – Jotinha, Léo, Sidão, Murilo, Filipe, Tiago Bart, Jeffe (líbero). Vini, Daniel, Anderson e Gustavo. Técnico – Giovane GávioPinheiros/Sky – Marcelinho, Léo, Pablo, Dirceu, Gustavo e Rodrigão, Felipe (líbero), Giba. Técnico – Carlos Alberto Villar Castanheira (Cebola)

Sesi-SP vence Vôlei Futuro por 3 x 0, na 14ª rodada da Superliga

Agência Indusnet Fiesp

Foi um dia de festa no ginásio do Sesi Vila Leopoldina. Torcedores de todas as idades coloriram as arquibancadas de vermelho para comemorar mais uma vitória da equipe da indústria.

Giovane observa Murilo carimbar a quadra adversária em mais uma vitória do Sesi-SP

O adversário foi o Vôlei Futuro, que perdeu por 3 sets a 0, parciais de 25-22, 25-23 e 25-20, em 1h34 de jogo. A partida marca a 14ª rodada da Superliga Masculina de Voleibol.

Com sabor de revanche, a equipe do técnico Giovane Gávio deu o troco no time do Vôlei Futuro que venceu, pelo mesmo placar, durante a primeira etapa da competição.

“Conseguimos superar os erros cometidos no turno anterior e conquistamos uma sequência boa de vitórias”, afirmou Sidão, meio de rede da equipe do Sesi-SP.

Os destaques da partida foram os pontas Filipe e Murilo, que fizeram defesas habilidosas e ataques decisivos, e o oposto Leonado, maior pontuador do jogo, com 15 finalizações.

Classificada para os playoffs finais, a equipe da indústria entrou em quadra cheia de garra, para o delírio da torcida que vibrou a cada lance e comprovou a eficiência do ataque do Sesi-SP, responsável por 41 dos 75 pontos marcados pelo time durante a partida.

A torcida do Sesi-SP sempre comparece e faz muito barulho nos jogos da Superliga

Estabilidade na recepção e o bloqueio eficiente foram os diferencias do Sesi-SP durante a terceira e última etapa do jogo. Aplicado, o time cometeu apenas quatro erros que favoreceram o adversário.Nas duas primeiras etapas, os jogadores do Sesi-SP cometeram muitos erros de bloqueio e saque. O deslize foi pouco aproveitado pelo adversário e, após alguns ajustes do técnico Giovane, a equipe da indústria paulista venceu as duas parciais por 25 -22 e 25 -20.

Para fechar com chave de ouro, o match point nasceu de um belo lance do levantador Daniel, finalizado após o bloqueio da equipe da indústria, que venceu a partida e o set por 25-20, em 1h34 de jogo.

O próximo desafio será no sábado (27) contra o Pinheiros/SKY, no ginásio Henrique Villaboin, localizado na Rua Hans Nobling, s/nº, no bairro de Pinheiros.


Ficha técnica:

Superliga Masculina de Voleibol – 14ª Rodada

Sesi-SP x Volei Futuro
Arbitragem: Sérgio Bittencourt e Mario Basso
Local: Ginásio Sesi Vila Leopoldina, em 1h34
Placar: 3 x 0 Sesi-SP: 25 x 22, 25 x 23, 25 x 20

Sesi-SP:
Leonardo, Thiago, Juleandro, Filipe, Murilo, Sidão, Vinicius, Daniel e Gustavo. Técnico: Giovane Gávio

Vôlei Futuro:
Rodrigo, Rogério, Victor, Leandro, Thiago, Robson, Gabriel, Diego, Ansis e Rafael. Técnico: Cesaz Silva