Sesi-SP vence Canoas e consolida 3º lugar na fase classificatória da Superliga masculina

Agência Indusnet Fiesp

Mesmo fora de casa, o Sesi-SP não se intimidou com a boa campanha dos anfitriões e superou a equipe do Vôlei Canoas na noite desta quinta-feira (21/02), por 3 sets a 1 (25/18, 25/16, 22/25 e 25/22). O jogo foi válido pela oitava rodada do returno da Superliga masculina de vôlei 12/13.

Equipe conquistou sua 13ª vitória. Foto: Alexandre Arruda/CBV

 

Com o resultado, o Sesi-SP pula dos 38 para os 41 pontos e consolida a terceira colocação na fase classificatória – o Canoas continua com 36 pontos. O topo da tabela continua com o RJX (46 pontos), seguido pelo Sada Cruzeiro (44). O Sesi-SP acumula 13 vitórias em 19 jogos.

Maior pontuador da partida, com 15 acertos, o oposto Lorena foi eleito o melhor em quadra. “Sabíamos que jogar aqui em Canoas seria muito difícil. A nossa equipe começou muito bem e jogou bem nos dois primeiros sets. No terceiro vacilamos um pouco e no quarto voltamos a ter uma boa atuação. Essa foi uma vitória muito importante, já que, se eles vencessem, nos passariam na tabela”, ressaltou o oposto Lorena em entrevista ao site da CBV.

O Sesi-SP do técnico Giovane Gávio atuou com Sandro, Lorena, Sidão, Tiago Barth, Murilo e Cléber (líbero: Serginho). Entraram Ary, Léozão e Everaldo. Já o Canoas entrou com Jotinha, Bergamo, Diego, Gustavo, Dentinho e Minuzzi (líbero: Jeffe). Entraram Salsa, Xanxa, Rafinha, Enoch e Boskinho.

No sábado (23/02), o Sesi-SP enfrenta o Super Imperatriz Vôlei (SC) no ginásio Vila Leopoldina, às 15h, com transmissão ao vivo do canal Sportv.

O jogo

O jogo chegou ao primeiro tempo técnico com o Sesi-SP em vantagem (08/06), mas a equipe da casa logo buscou empate (09/09). No bloqueio do central Tiago Barth, o time visitante fez 16/13 e comandou a contagem até o fim, fechando em 25/18.

O Sesi-SP manteve o ritmo no segundo set , abrindo 05/01, o que motivou um pedido de tempo do técnico do Canoas, Paulão. O Sesi-SP seguiu sacando bem e logo chegou ao 08/02. O técnico Paulão mexeu no time, mas ao Sesi-SP manteve uma vantagem confortável,   vencendo por 25/16.

Com a mesma formação do final do segundo set, o Canoas voltou melhor no terceiro set. No bloqueio de um irmão contra o outro, o central Gustavo superou Murilo e o Canoas fez 09/08. Os mandantes abriram vantagem de quatro pontos (17/13) e, daí em diante o jogo seguiu  equilibrado, com o Canoas fechando em 25/22.

O quarto set começou equilibrado (04/04). Mais ajustado, o Sesi-SP abriu sete de diferença (13/06) e manteve a vantagem no marcador: 17/11. O Canoas encostou no placar (20/21) e chegou ao empate com o central Salsa: 21/21. Mas o Sesi-SP teve forças para impedir a reação e, em bloqueio do central Sidão, fechou em 25/22.

 

Em partida equilibrada, Sesi-SP perde para o RJX no tie-break: 3 sets a 2

Flávia Dias, Agência Indusnet Fiesp, com informações da CBV

No encontro entre dois times recheados de estrelas olímpicas, melhor para os cariocas. Em jogo de cinco sets, o time do Sesi-SP fez uma boa partida, mas acabou derrotado na noite deste sábado (08/12) pelo RJX por 3 sets a 2 (25/22, 16/25, 20/25, 25/22 e 15/12).

A equipe carioca, invicta, lidera a competição. Já o Sesi-SP permanece na oitava colocação, com quatro derrotas em cinco jogos.

Depois de perder o primeiro set e vencer os dois seguintes, o Sesi-SP chegou a dar a impressão de que venceria o jogo com certa tranquilidade, até que o central Lucão foi para o saque e recolocou o RJX no jogo. No tie-break, a equipe carioca liderou o placar e não deu chances aos paulistas.

O técnico do Sesi-SP, Giovane Gavio, lamentou o resultado. “Era um jogo de detalhes, sabíamos disso pela qualidade e pelo equilíbrio das duas equipes. É ruim perder, ainda mais dentro de casa, mas o time mostrou evolução em relação à última rodada e isso foi um ponto positivo. Estamos montando a equipe aos poucos, com o retorno de jogadores importantes que estavam machucados, e vamos crescer ao longo da competição.”

A partida, realizada no ginásio do Sesi Vila Leopoldina, foi marcada pela presença de sete medalhistas de prata nos Jogos Olímpicos de Londres-2012, três do lado do Sesi-SP (Sidão, Murilo e Serginho) e quatro do RJX (Bruninho, Lucão, Dante e Thiago Alves).

O oposto Lorena , do Sesi-SP,  foi o maior pontuador, com 17 bolas certeiras. O prêmio Viva Vôlei, concedido ao eleito melhor da partida, ficou com o líbero do RJX, Mário Júnior.

O Sesi-SP volta às quadras na quinta-feira (13/12), às 21h, em Contagem (MG), diante do Sada Cruzeiro. No sábado (15/12), o desafio é diante do Vivo/Minas.

O jogo

No inicio da partida, a equipe do Sesi-SP cometeu muitos erros de saque, que foram aproveitados pela equipe do Rio de Janeiro, que abriu três pontos de vantagem no placar (14/11).  Com as bolas rápidas contra ataque do oposto Lorena e do ponteiro Murilo, o Sesi-SP conseguiu reduzir a vantagem no placar (20/20),  mas a equipe do RJX conseguiu fechar a parcial em 25 a 22,

Liderado pelo ponteiro Murilo, a equipe do Sesi-SP entrou mais concentrada no segundo set. Sem desperdiçar as jogadas de contra-ataque, o time do técnico Giovane Gávio abriu dez pontos de vantagem no placar (16/6), não dando chance de reação para equipe carioca. Com ponto de ataque do central Sidão, o Sesi-SP venceu o set por 25 a 16.

O terceiro set, o mais equilibrado da partida, as equipes promoveram uma disputa acirrada pela liderança do placar. Com bolas rápidas de ataque, o Sesi-SP abriu três pontos de vantagem no placar (14/11). O RJX cometeu muitos erros de virada de bola, falhas estas aproveitadas pelo time da casa, que, com a finalização do ponteiro Lorena, fechou a parcial por 25 a 20.

Com um bloqueio eficiente, o time da indústria paulista abriu três pontos (14/11) no inicio do quarto set. Após uma boa sequência de saques do meia Lucão, o time do RJX reagiu e fechou a parcial em 25 a 22, levando a disputa para o tie-break.

No quinto e último set, a equipe carioca saiu na frente no placar (13/9) e conseguiu administrar a vantagem no placar, vencendo a parcial por 15 a 12, e a partida por 3 sets a 0.

Sob o comando do técnico Giovane Gavio, o Sesi-SP atuou com Sandro, Lorena, Sidão, Tiago Barth, Murilo, Cléber e o líbero Serginho. Entraram Leozão, Ary e Thiaguinho

O RJX, liderado pelo técnico Marcelo Fronckowiak, jogou com Bruno, Theo, Lucão, Riad, Thiago Alves, Thiago Sens e o líbero Mário Junio. Entraram Ualas, Dante, Paulo Vitor, Manius  Guilherme.

Sesi-SP conhece adversários da Superliga Feminina 2012-13

Flávia Dias, Agência Indusnet Fiesp 

Em busca do título inédito da Superliga Feminina de Vôlei 2012-13, o time do Sesi-SP já sabe quais serão os seus adversários na disputa do campeonato nacional. A tabela com datas e horários dos jogos foi divulgada pela Confederação Brasileira de Voleibol (CBV). A estreia da equipe do técnico Talmo de Oliveira acontecerá no dia 23 de novembro (sexta-feira), às 18 horas, contra o time do E.C Pinheiros, no ginásio do Sesi Vila Leopoldina, em São Paulo.

Nesta edição, o torneio conta com a participação de dez equipes: Sollys/Nestlé (SP) , Unilever (RJ), Usiminas/Minas (MG), Banana Boat/Praia Clube (MG), São Bernardo Vôlei (SP), E.C Pinheiros (SP), Rio do Sul (SC), São Caetano (SP) e Vôlei Amil (SP), além do próprio Sesi-SP.

Como na edição anterior, o torneio será divido em duas fases: etapa classificatória e eliminatórias.

Na fase classificatória, todos os times jogam entre si, em rodadas de turno e returno. As oito melhores equipes garantem uma vaga na disputa das quartas de final, com os seguintes cruzamentos: 1ºx8º; 2ºx7º; 3ºx6º e 4ºx5º, no sistema de playoffs com série melhor de três. Nas semifinais, as equipes classificadas disputarão séries de três partidas. Já a grande final acontecerá em apenas um único jogo.

Veja aqui a tabela completa dos jogos do Sesi-SP na Superliga Feminina de Vôlei

Acompanhe outras notícias no site do Sesi Esporte