Sesi-SP vence Vôlei Futuro por 3 x 0, na 14ª rodada da Superliga

Agência Indusnet Fiesp

Foi um dia de festa no ginásio do Sesi Vila Leopoldina. Torcedores de todas as idades coloriram as arquibancadas de vermelho para comemorar mais uma vitória da equipe da indústria.

Imagem relacionada a matéria - Id: 1540004089

Giovane observa Murilo carimbar a quadra adversária em mais uma vitória do Sesi-SP

O adversário foi o Vôlei Futuro, que perdeu por 3 sets a 0, parciais de 25-22, 25-23 e 25-20, em 1h34 de jogo. A partida marca a 14ª rodada da Superliga Masculina de Voleibol.

Com sabor de revanche, a equipe do técnico Giovane Gávio deu o troco no time do Vôlei Futuro que venceu, pelo mesmo placar, durante a primeira etapa da competição.

“Conseguimos superar os erros cometidos no turno anterior e conquistamos uma sequência boa de vitórias”, afirmou Sidão, meio de rede da equipe do Sesi-SP.

Os destaques da partida foram os pontas Filipe e Murilo, que fizeram defesas habilidosas e ataques decisivos, e o oposto Leonado, maior pontuador do jogo, com 15 finalizações.

Classificada para os playoffs finais, a equipe da indústria entrou em quadra cheia de garra, para o delírio da torcida que vibrou a cada lance e comprovou a eficiência do ataque do Sesi-SP, responsável por 41 dos 75 pontos marcados pelo time durante a partida.

Imagem relacionada a matéria - Id: 1540004089

A torcida do Sesi-SP sempre comparece e faz muito barulho nos jogos da Superliga

Estabilidade na recepção e o bloqueio eficiente foram os diferencias do Sesi-SP durante a terceira e última etapa do jogo. Aplicado, o time cometeu apenas quatro erros que favoreceram o adversário.Nas duas primeiras etapas, os jogadores do Sesi-SP cometeram muitos erros de bloqueio e saque. O deslize foi pouco aproveitado pelo adversário e, após alguns ajustes do técnico Giovane, a equipe da indústria paulista venceu as duas parciais por 25 -22 e 25 -20.

Para fechar com chave de ouro, o match point nasceu de um belo lance do levantador Daniel, finalizado após o bloqueio da equipe da indústria, que venceu a partida e o set por 25-20, em 1h34 de jogo.

O próximo desafio será no sábado (27) contra o Pinheiros/SKY, no ginásio Henrique Villaboin, localizado na Rua Hans Nobling, s/nº, no bairro de Pinheiros.


Ficha técnica:

Superliga Masculina de Voleibol – 14ª Rodada

Sesi-SP x Volei Futuro
Arbitragem: Sérgio Bittencourt e Mario Basso
Local: Ginásio Sesi Vila Leopoldina, em 1h34
Placar: 3 x 0 Sesi-SP: 25 x 22, 25 x 23, 25 x 20

Sesi-SP:
Leonardo, Thiago, Juleandro, Filipe, Murilo, Sidão, Vinicius, Daniel e Gustavo. Técnico: Giovane Gávio

Vôlei Futuro:
Rodrigo, Rogério, Victor, Leandro, Thiago, Robson, Gabriel, Diego, Ansis e Rafael. Técnico: Cesaz Silva


Sesi-SP não dá chances para Vivo/Minas e volta a vencer na Superliga

Agência Indusnet Fiesp

A aplicação técnica do Sesi-SP esteve próxima do máximo. No início da tarde de sábado (6), o time comandado por Giovane Gávio derrotou o Vivo/Minas no ginásio da Vila Leopoldina pelo placar de 3 sets a 0, parciais de 25/20, 25/17 e 25/21, em 1h23 de jogo, válido pela 10ª rodada da Superliga Masculina de Vôlei.

Imagem relacionada a matéria - Id: 1540004089

Vitória sobre o Vivo/Minas no sábado (6) foi a 19ª do Sesi-SP na competição. Agora a equipe da indústria enfrenta o Santo André nesta quinta-feira (11), na casa do adversário

O ponteiro Murilo foi novamente o grande nome da partida com 16 pontos, 12 de ataque e quatro de bloqueio.

Já no primeiro set, o Sesi-SP mostrava que era um time bastante diferente do resultado negativo contra o Sada/Cruzeiro na última quinta (4).

Com ataques precisos, o público que lotou o ginásio da Vila Leopoldina foi brindado com jogadas memoráveis. Algumas delas protagonizadas por Tiago Bart, Jeffe, Sidão e Murilo que se revezavam em eficiência no saque, bloqueio, ataque e defesa.

Aos 20 minutos, o Sesi-SP abria uma diferença de seis pontos no marcador e a vitória parecia iminente naquele set, como de fato foi. O que acontecia nesse jogo em relação ao anterior era uma combinação de acertos.

Os saques de Léo, Sidão, Tiago Bart e Murilo não se perdiam na rede ou fora da quadra. Eram poderosos e dificultavam a recepção ao adversário. O bloqueio, por sua vez, amortecia os ataques do Vivo/Minas, dando origem a rápidos contra ataques que resultavam em pontos para o time paulista.

A equipe da Sesi-SP também esteve muito regular nos rebotes e defesas, o que minava ainda mais o adversário. Para se ter uma ideia, o Vivo/Minas, que contava entre os jogadores com a presença de André Heller, da seleção brasileira, não conseguiu, ao longo de toda partida, acompanhar o ritmo veloz das jogadas do time da indústria.

E, para variar, a equipe mineira abusava das “deixadinhas”, recurso que mostrava claramente o receio do ataque deles em parar na muralha sesiana formada por Tiago Bart, Sidão e Murilo. Isso, aliado a outras jogadas de efeito, liquidou o adversário no primeiro set e o Sesi-SP fechou em 25 a 20.

Nos sets seguintes a equipe paulista dominou por completo. Apenas no terceiro set pode-se dizer que houve pouco mais de equilíbrio, em que o Vivo/Minas tentou algumas jogadas diferentes, mas parou diante da garra e talento dos jogadores do Sesi-SP, que liquidou a partida e venceu pela 19ª vez na Superliga, acumulando 45 pontos.

Giovane Gávio estava satisfeito com o rendimento da equipe: “Hoje podemos dizer que jogamos perto do máximo. Fomos bastante regulares no saque, defesa e ataque. É isso aí. Vamos à luta”.

O próximo adversário do Sesi-SP será o Santo André (SP), nesta quinta (11), no ginásio Pedro Dell Antonia, em Santo André (SP), a partir das 19h.


Serviço


Superliga Masculina de Vôlei – 10ª rodada (segundo turno)

Sesi-SP x Vivo/Minas
Local: Ginásio Sesi Vila Leopoldina
Placar: 3 x 0 – Sesi-SP – 25/20, 25/17 e 25/21, em 1h23


Sesi-SP 
– Jotinha, Léo, Sidão, Murilo, Jeffe (líbero), Filipe, Daniel, Anderson, Enoch Eli e Gustavo. Técnico – Giovane Gávio


Vivo/Minas 
– Rafa, André Nascimento, Maurício, Salmon, Henrique e André Heller. Líbero – Serginho, Luizinho, Wanderson, Minuzzi e Igor.Técnico – Marcos Miranda

“Esse é o momento de jogarmos nosso máximo”, afirma Giovane Gávio

Agência Indusnet Fiesp

Em atividade há menos de um ano, o time de vôlei da indústria paulista surpreendeu o circuito nacional de vôlei ao ganhar dois campeonatos no segundo semestre de 2009.

Imagem relacionada a matéria - Id: 1540004089

Giovane Gávio, treinador do Sesi-SP, observa o time durante partida

Campeão da Copa São Paulo e Super Paulistão, o Sesi-SP ainda conseguiria mais um feito no período: uma vaga na disputadíssima Superliga Masculina de Vôlei.

E o time começou bem, alcançando facilmente a liderança, jogando com muita técnica e disposição em um campeonato extremamente competitivo.

Giovane Gávio, treinador do Sesi-SP, observa que, apesar de os últimos resultados da equipe não terem sido satisfatórios, ele está otimista e acredita no potencial de cada jogador – alguns deles da seleção brasileira, como Murilo, Anderson e Sidão – e na força do conjunto.

O treinador conta que o time sentiu as ausências de Murilo, de folga, e Sidão, contundido. Porém, com a volta dos dois jogadores, quase no meio da Superliga, o Sesi-SP passou por uma fase de ajustes e está mais consciente do que nunca sobre o que pode e deve fazer.

“Esse é um momento em que toda a equipe tem que fazer o seu máximo. E se agirmos dessa forma seremos sempre competitivos.”

Contra o Pinheiros/Sky, Giovane considera que será uma partida bastante equilibrada e nervosa, mas acredita no potencial de sua equipe e na vitória.

Imagem relacionada a matéria - Id: 1540004089

Giovane Gávio orienta equipe do Sesi-SP

Sobre a questão psicológica dos jogadores, diante dos atuais resultados, o técnico bicampeão olímpico é taxativo: “Não existe outro jeito. Temos que treinar, experimentar, aumentar a quantidade de ações. Só assim você elimina a insegurança e parte para o ataque”, finaliza.“Estamos treinando forte e precisamos nos apegar a isso. Eu espero que joguemos no mesmo ritmo de nossos treinamentos. Essa é a nossa maior expectativa.”

O Sesi-SP joga contra o Pinheiros/Sky neste sábado, 30, às 15h no ginásio da Vila Leopoldina. A partida terá transmissão do canal SporTV.

Os atletas de luta olímpica e natação das equipes de rendimento do Sesi-SP estarão presentes ao jogo, torcendo pelo time da indústria paulista, bem como alunos do Sesi de A.E. Carvalho, Senai de Santo Amaro e Senai de Osasco.


Murilo joga contra o irmão Gustavo

A partida entre as equipes do Sesi-SP e Pinheiros/Sky também marcará a rivalidade entre dois irmãos: Murilo e Gustavo. E isso é encarado de um modo muito especial e com bom humor por ambos.

“Quando jogávamos em equipes adversárias na Itália, fazíamos uma contagem para ver quem ganhava mais”, conta Murilo.

“Bem, o Gustavo ganhou de ‘lavada’, mas quando chegamos aqui no Brasil, zeramos tudo e até agora está 2 a 1 para mim (resultados do Campeonato Paulista de 2009). Por isso, no jogo de amanhã (30), ou ele empata essa contagem ou eu abro uma boa vantagem”, finaliza sorrindo.


Serviço

Jogo: Sesi-SP x Pinheiros/Sky
Data: 30/01/2010 (sábado)
Local: Sesi Vila Leopoldina
Endereço: Rua Carlos Weber, 835
Telefones (11) 3833-1055 / 3832-1066 – ramal: 1168
Horário: 15h

Sesi-SP – Jotinha, Anderson, Murilo, Filipe, Thiago e Sidão. Jeffe (líbero), Léo, Enoch, Vini, Daniel e Gustavo. Técnico – Giovane Gávio

Pinheiros/Sky – Marcelinho, Léo, Pablo, Dirceu, Gustavo e Rodrigão, Felipe (líbero). Técnico – Carlos Alberto Villar Castanheira (Cebola)