Sesi-SP perde para Sollys/Osasco e perde a vantagem nas semifinais do Paulistão

Na última rodada da fase classificatória do campeonato paulista de vôlei, o time feminino do Sesi-SP teve seu terceiro revés. Jogando no ginásio José Liberatti, em Osasco, a equipe foi derrotada pelo Sollys/Nestlé por 3 sets a 0 (30/28, 25/21 e 25/17).

Com o resultado, o time do Sesi-SP fecha a etapa classificatória na terceira colocação – nove vitórias e três derrotas – e enfrenta o Vôlei/Amil nas semifinais em uma série melhor de três. A equipe não terá a vantagem de jogar em casa dois dos três possíveis jogos. Já o time do Sollys/Osasco encerra a fase classificatória na primeira colocação, com 12 vitórias.

No final da partida, o técnico da indústria paulista, Talmo de Oliveira, fez um balanço breve sobre o time. “O primeiro set foi muito equilibrado, mas não conseguimos sustentar o mesmo equilíbrio durante a partida”. E completou: “Foi um jogo bom e nós vamos aprender muito com todos estes erros. E agora nós vamos pensar na semifinal contra o Vôlei/Amil”, afirmou.

A partida, considerada um dos clássicos do voleibol feminino brasileiro, reuniu onze medalhistas olímpicas – Dani Lins, Fabiana, Tandara, Carol Albuquerque, Sassá e Elisângela (Sesi-SP) e Jaqueline, Sheila, Fê Garay, Taísa e Adenízia. E marcou o retorno da oposta do Sesi-SP Elisângela, afastada do time para o tratamento de uma lesão.

O jogo

No início da partida, a equipe do Sesi-SP apresentou um bom volume de jogo,  abrindo três pontos de vantagem no placar (09/06). Durante a parcial, o time da indústria paulista cometeu erros de finalizações que permitiram a recuperação do time de Osasco, que fechou parcial em 30/28.

Abalado com a derrota no primeiro set, as meninas da indústria paulista cometeram erros de distribuição de bola, falhas estas aproveitadas pelo time do Sollys, que abriu quatro pontos de vantagem no placar (08/04). Com a entrada da oposta Elisângela, o time do Sesi-SP se reestruturou. A irregularidade no ataque custou o segundo set: 25/21.

No terceiro set, a equipe do Sesi-SP voltou mais confiante. Com o retorno de Tandara, conseguiu dar melhor aproveitamento às bolas de ataque e contra-ataque.  Mas o Sollys/Osasco impôs o seu ritmo do jogo e fechou a parcial em 25/17.

Time de vôlei feminino do Sesi-SP recebe Amil/Campinas e busca segunda posição na tabela

Lucas Dantas, Agência Indusnet Fiesp

Nesta quarta-feira (03/10), a partir das 18h, o time do Sesi-SP receberá, na Vila Leopoldina, o Amil/Campinas em disputa direta pela vice-liderança do Campeonato Paulista 2012.

A duas partidas de encerrar a primeira fase, a liderança na tabela é muito difícil. Porém, a segunda colocação está em jogo e o Sesi-SP quer dar um grande passo para alcançá-la e conseguir uma significativa vantagem na semifinal do campeonato.

Isso porque, independentemente do resultado de quarta-feira (e confirmando a liderança do Sollys Osasco), o confronto na semifinal será entre as duas equipes em melhor de três. A vice-líder na tabela terá o mando em duas partidas e a possibilidade de decidir em casa a vaga na final. O adversário tem um jogo a menos e com dois jogos a realizar, hoje está com 24 pontos, contra 23 do Sesi-SP.

Na última partida, o time da indústria levou um susto e quase entregou uma vitória tranquila contra o São Bernardo. Após ter vencido o primeiro set por incríveis 25×7 e o segundo por 25×22, o time se desconcentrou e perdeu os dois seguintes (25×27 e 23×25). O técnico Talmo de Oliveira mexeu, voltou com a equipe do primeiro set e fechou o jogo em 15×7.

O equilíbrio da partida foi ressaltado pelo treinador, mas a recuperação do time também não foi esquecida e servirá como combustível para o confronto de quarta-feira. “O primeiro set foi ótimo para nós, porém mascarou um pouco o resultado”, afirmou ao explicar que nos sets seguintes, o jogo foi mais parecido com o primeiro turno [vitória do Sesi-SP por 3×1]. O problema, para ele, foi que “nós as deixamos jogar e quase perdemos uma partida que vencíamos por 2×0. No tie-break reencontramos nosso jogo e vencemos bem”, alertou. “Esse é o espírito que quero para quarta-feira. Sabemos que podemos vencer e vamos lutar ponto a ponto pela vitória”, afirmou.

No primeiro turno, o Amil provocou a primeira derrota do Sesi-SP na competição [3×1] em partida que marcou a volta das campeãs olímpicas Fabiana, Dani Lins e Tandara. Para o treinador, as jogadoras ainda careciam de entrosamento e condições físicas naquela partida, o que é diferente agora. “Elas já estão bem melhores e mais entrosadas, além de aguentar a partida inteira. Será outro jogo”, completou.

Após o jogo contra o Amil/Campinas, a equipe do Sesi-SP fechará a primeira fase fora de casa contra o líder Sollys/Osasco na terça-feira (09/10), às 18h30.

Serviço
Sesi-SP x Amil/Campinas
Data e horário: 03/10/2012, quarta-feira, às 18h
Local: Ginásio da Vila Leopoldina (Rua Carlos Weber, 835, Vila Leopoldina, São Paulo)

Time feminino do Sesi-SP sofre sua primeira derrota no Paulistão

Flávia Dias, Agência Indusnet Fiesp

Mais jovem equipe de voleibol feminino, o Sesi-SP sofreu sua primeira derrota no Campeonato Paulista de Vôlei 2011. O adversário foi o experiente time do Sollys/Osasco, atual campeão sul-americano.

Em partida equilibrada, as meninas da indústria perderam por 3 sets a 1. Parciais: 19 a 25, 22 a 25, 25 a 17 e 20 a 25, em 01h56 de jogo, nesta sexta-feira (19), no ginásio do Sesi Vila Leopoldina. Partida válida pela 2ª rodada do torneio.  Destaque do jogo, a ponteira Soninha foi a maior pontuadora, com 21 finalizações.

Para Talmo Oliveira, técnico do Sesi-SP, a experiência das jogadoras do Sollys/Osasco foi decisiva para vitória. “O Sollys manteve o equilíbrio nos momentos mais difíceis da partida e conseguiu corrigir melhor suas falhas”.  Além disso, Oliveira enalteceu a garra das atletas da indústria. “Todo mundo se entregou e fez o seu melhor. Vamos treinar e pensar no próximo adversário”, declarou

Disputa acirrada

Durante os dois primeiros sets, o Sesi-SP permaneceu à frente do placar, chegando a abrir quatro pontos de diferença. Com o set praticamente ganho, as jogadoras da indústria cometeram muitos erros,  favorecendo a reação da equipe adversária.

No terceiro set, as atletas da indústria conseguiram impor seu ritmo de jogo. Com o bloqueio duplo da central Marina e da ponta Elisângela, o time neutralizou as jogadas de ataque, pela direita, da ponteiro Jaqueline, grande estrela do Sollys/Osasco, e venceu a preliminar por 25 a 17.

No quarto e último set, mais um vez o time do Sesi-SP conseguiu abrir uma vantagem no placar de três pontos (19 a 16). Porém, a experiência e o entrosamento das atletas do Osasco foram decisivos para conquista do set e da vitória.

Reconhecimento

No final da partida, as jogadoras do Sesi-SP receberam o carinho dos torcedores que aplaudiram o time e elogiaram o seu bom desempenho em quadra.

Michele, líbero do time da indústria,  garante que as atletas não se deixarão abater pela derrota. “Ninguém ficou satisfeito com o resultado. Durante a semana vamos intensificar os treinos com bola e manter a regularidade na competição”, afirmou.

O próximo desafio da equipe da indústria no próximo dia 27 de agosto (sábado), às 16h, contra o time de São José dos Campos.

Seleção

Desfalques do Sesi-SP, a levantadora Dani Lins e a ponteira Sassá foram convocadas para representar o Brasil durante a segunda fase do Grand Prix 201, na Ásia.

Serviço
Campeonato Paulista de vôlei feminino – 2ª rodada
Sesi-SP 3 x 1 Sollys/Osasco
Parciais: 19 a 25, 22 a 25, 25 a 17 e 20 a 25, em 01h56 de jogo
Local: Ginásio do Sesi Vila Leopoldina

Ficha técnica

Sesi-SP: Elisângela, Fofinha, Luisa, Soninha, Marina, Natalia. Libero: Michele
Entraram: Marcelinha e Jessica,
Técnico: Talmo Oliveira

Sollys/Osasco: Larissa, Samara, Karine, Bia, Jaqueline, Silvana e Jú Costa. Libero:Brait
Entraram: Solange e Vivi
Técnico: Luizomar de Moura

Leia mais:

Veja outras notícias do Sesi-SP esporte