Artigo: Desafios à Responsabilidade Social na indústria da construção

Imagem relacionada a matéria - Id: 1540058140

Os artigos assinados não necessariamente expressam a visão das entidades da indústria (Fiesp/Ciesp/Sesi/Senai). As opiniões expressas no texto são de inteira responsabilidade do autor

————————————————————————————————————————————————————————

*Por Haruo Ishikawa

O que nos une, ativistas sociais, é tornar a vida melhor, melhorar a humanidade, melhorar as pessoas. Na vida empresarial, investimento social dá visibilidade e lucro, quando feito de forma profissional e sustentável. Ele se tornou uma característica mundial das empresas e um fator de valorização das ações de muitas delas nas bolsas de valores.

Nesta perspectiva, o trabalho das instituições em que militamos apresenta diversos desafios. No SindusCon-SP (Sindicato da Indústria da Construção), nosso foco é o bem-estar do trabalhador e de seus familiares, buscando incessantemente valorizá-los. Zelar pela motivação pessoal e pelo crescimento profissional do trabalhador é condição indispensável à prevenção de acidentes e à elevação da produtividade na construção.

Com esta perspectiva, desenvolvemos ações que incluem: o ConstruSer (Encontro Estadual da Construção Civil em Família), a Megasipat (Mega Semana Interna de Prevenção de Acidentes), o PSS (Programa SindusCon-SP de Segurança), a liderança do tema da Segurança do Trabalho dentro da CBIC (Câmara Brasileira da Indústria da Construção), a coordenação da bancada patronal do CPN (Comitê Permanente Nacional) da NR-18, e a inserção segura de Pessoas com Deficiência nos canteiros de obras.

O mais difícil no trabalho social é transmitir motivação e conhecimentos para uma massa enorme, heterogênea e pulverizada de pessoas. Na construção, falamos com 2,3 milhões de trabalhadores, dos quais mais de 670 mil no Estado de São Paulo.

Assim, para atingir o maior número de empresas e trabalhadores, optamos por ações e eventos que se viabilizam mediante valiosas parcerias. O ConstruSer, por exemplo, maior evento de responsabilidade social da construção paulista, é uma realização do SindusCon-SP com Fiesp, Sesi-SP, Senai-SP e Seconci-SP (Serviço Social da Construção).

Durante um dia inteiro, mais de 20 mil trabalhadores e seus familiares encontram-se nos Centros de Atividades do Sesi-SP na capital e no interior paulistas. Realizam exames médicos e participam de esportes e atividades sobre educação, geração de renda por meio de arte e criatividade, sustentabilidade ambiental, educação financeira, alimentação, nutrição, cultura e segurança no trabalho e no lar. De 2008 a 2017, o ConstruSer já recebeu 331 mil trabalhadores da construção civil e seus familiares, gerando 3,5 milhões de atendimentos em 724 atividades oferecidas gratuitamente.

A Megasipat, o maior evento de saúde e segurança do trabalho da construção civil paulista, busca despertar o interesse do trabalhador na prevenção da saúde de acidentes de trabalho, além de abordar temas como higiene, medicina e segurança do trabalho, proteção ao meio ambiente, ética, cidadania e responsabilidade social.

Realizado em parceria com Sesi-SP, Senai-SP e Seconci-SP na capital e no interior do Estado, o evento auxilia as empresas do setor a complementar as suas Sipats (Semanas Internas de Prevenção de Acidente de Trabalho) e formar agentes de boas práticas, multiplicadores em suas respectivas empresas. De 2000 para cá, a Megasipat contribuiu para formação de cerca de 30 mil trabalhadores em 4 mil empresas.

O PSS, realizado em parceria com o Senai-SP, visa orientar as construtoras sobre os cuidados com a Segurança do Trabalho. Técnicos visitam permanentemente os canteiros de obras em todo o Estado, verificando se estão atendendo a NR-18 e as demais Normas Regulamentadoras do Ministério do Trabalho para a prevenção de acidentes.

Na Comissão de Política e Relações Trabalhistas da CBIC, desenvolvemos atividades, ações e publicações destinadas à segurança do trabalho. No momento, estamos realizando a Canpat (Campanha Nacional de Prevenção de Acidentes na Indústria da Construção), mediante seminários nas cinco regiões do país.

O evento conta com parceria dos Sesis, Seconcis e do Ministério do Trabalho, e aborda os temas de interesse do momento: inovações e boas práticas em Saúde e Segurança do Trabalho, atuação das entidades na prevenção de acidentes e reforma trabalhista.

Em parceria com as entidades dos trabalhadores e o Seconci-SP, e com anuência do Ministério do Trabalho, desenvolvemos uma ação permanente visando à inserção segura de Pessoas com Deficiência na Construção Civil, em atendimento à Lei de Cotas. Também orientamos as empresas ao preenchimento da cota de aprendizes.

A preservação da saúde e da segurança do trabalhador também é objeto de várias cláusulas das Convenções Coletivas que o SindusCon-SP assina anualmente com as entidades dos trabalhadores. As construtoras obrigam-se a uma modesta contribuição mensal para o Seconci-SP, que em contrapartida proporciona atendimento médico e odontológico ambulatorial gratuito para os funcionários das mesmas e seus dependentes.

Além disso, o SindusCon-SP tem vasta atuação na área da sustentabilidade. Destacam-se a colaboração com o governo estadual para a Montagem do Sigor (Sistema Estadual de Gerenciamento Online de Resíduos Sólidos) e as ações para estimular a construção sustentável, com preservação dos recursos naturais e combate à emissão de gases estufa.

Desta forma, exercemos nossa responsabilidade social, em busca de um Brasil economicamente forte, socialmente justo e ambientalmente desenvolvido.

*Haruo Ishikawa é vice-presidente de Capital-Trabalho e Responsabilidade Social do SindusCon-SP, presidente do Seconci-SP, líder de SST na CBIC, coordenador da Bancada Patronal do CPN da NR-18 e membro do Comitê de Responsabilidade Social.


Diretor de Construção da Fiesp fala sobre contribuição do 11º Construbusiness ao setor

Alice Assunção, Agência Indusnet Fiesp

O presidente da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp), Paulo Skaf, e o diretor titular do Departamento da Indústria da Construção (Deconcic) da entidade, Carlos Eduardo Pedrosa Auricchio, analisaram o setor da construção e a situação econômica brasileira durante uma entrevista concedida à TV SindusCon-SP.

Na ocasião, Auricchio falou da contribuição do Construbusiness – 11º Congresso Brasileiro da Construção, realizado pelo Deconcic na Fiesp em março, para o desenvolvimento do setor no país.

“O recado e a mensagem clara que o Construbusiness trouxe para os dirigentes, governos federal e estadual foi a ferramenta importantíssima que é esse setor para ajudar o país a sair dessa crise”, disse o diretor.

Na avaliação de Paulo Skaf, o Construbusiness é uma alternativa “nesse momento de crise econômica e política”.

“Temos que nos desdobrar para encontrar os caminhos para atravessarmos essa má fase”, disse Skaf.

Clique aqui e assista à entrevista na íntegra

SindusCon-SP lança guia com o apoio da Fiesp

Agência Indusnet Fiesp 

Nesta quinta-feira, 27 de junho, o Sindicato da Construção (SindusCon-SP) lança o ‘Guia Metodológico para Inventários de Gases de Efeito Estufa na Construção Civil – Setor Edificações’, na sede da Companhia de Tecnologia de Saneamento Ambiental (Cetesb).

Realizado pela vice-presidência de Meio Ambiente do sindicato e por seu Comitê de Meio Ambiente (Comasp), a publicação irá propor uma metodologia uniforme para as construtoras e incorporadoras elaborarem inventários dos gases emitidos nos empreendimentos. A intenção é apresentar ao setor uma ferramenta estratégica no combate ao aquecimento global. O guia tem o apoio institucional da Federação da Indústria do Estado de São Paulo (Fiesp).

O lançamento do guia também contará com a palestra especial “Construção de inventários e avaliação do ciclo de vida de produtos e empreendimentos, fatores de competitividade das empresas do setor da construção civil”, a cargo da professora Dra. Vanessa Gomes, da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp).

No encerramento, haverá uma mesa-redonda com representantes de fornecedores, fabricantes, construtores e incorporadores. O objetivo é debater os “Avanços e Gargalos na elaboração e divulgação de inventários de emissões das empresas da cadeia produtiva da construção”.

A cerimônia de lançamento contará com as presenças do secretário estadual de Meio Ambiente, Bruno Covas, do presidente da Cetesb, Otavio Okano, e do vice-presidente, Nelson Bugalho.

O seminário acontecerá entre 13h e 17h30, na sede da CETESB, que fica na Av. Prof. Frederico Hermann Junior, 345 (Anfiteatro Augusto Ruschi). As inscrições são gratuitas e as vagas, limitadas. Reserve a sua vaga pelo site http://www.sindusconsp.com.br/.

Serviço

Lançamento Guia Metodológico para Inventários de Gases de Efeito Estufa na Construção Civil – Setor Edificações

Data: 27 de junho de 2013, das 13h às 17:30h

Local: Avenida Professor Frederico Hermann Junior, 345 (Anfiteatro Augusto Ruschi)

Sesi-SP e Sinduscon-SP oferecem serviços gratuitos a trabalhadores da construção

O Sesi-SP e o Sinduscon-SP, em parceria com o Seconci-SP e o Senai-SP, realizam neste sábado (27), em dez municípios paulistas, o Encontro Estadual da Construção Civil em Família – III ConstruSer. Trata-se de uma ação setorial voltada à formação profissional, qualidade de vida e desenvolvimento da cidadania.

O encontro ocorrerá das 9h às 17h e serão oferecidos atendimentos gratuitos nas áreas de saúde, educação, cidadania, cultura e esporte e lazer.

Na Capital e na Grande São Paulo, o evento ocorrerá nas unidades do Sesi de Cidade A. E. Carvalho e de Santo André.

No interior acontecerá, simultaneamente, nas unidades da instituição instaladas nos municípios de Campinas, Ribeirão Preto, Santos, Presidente Prudente, São José do Rio Preto, Bauru, Sorocaba e São José dos Campos, onde também estão instaladas as regionais do sindicato.

Este ano o tema do ConstruSer será a Família. Vale lembrar que o evento visa aproximar os trabalhadores de seus representantes patronais, ampliando os canais de comunicação para aumento da capacitação profissional, o acesso a serviços essenciais e a qualidade de vida nos canteiros de obras.

Segunda edição do ConstruSer é marco da responsabilidade social na construção civil

Agência Indusnet Fiesp,

A preocupação com a inclusão socioeconômica de pessoas com deficiência será a principal novidade da programação do II ConstruSer (Encontro Estadual da Construção Civil em Família) – Construindo a Cidadania e o Ser Humano.

O evento acontecerá no próximo sábado (28), das 9h às 17h, simultaneamente em CATs (Centros de Atividades) do Sesi na capital (A.E. Carvalho) e do interior, onde também estão instaladas nove regionais do SindusCon-SP: Bauru, Campinas (Santos Dumont), Presidente Prudente, Santo André, Santos, S. José do Rio Preto, S. José dos Campos, Sorocaba e Ribeirão Preto.

O evento é realizado pelo SindusCon-SP, Sesi-SP, Senai-SP e Fiesp e em parceria com o Seconci-SP. Sucesso absoluto em 2008, quando recebeu 20 mil trabalhadores da construção civil e seus familiares, o II ConstruSer pretende atrair neste ano 30 mil pessoas.

Serão desenvolvidas atividades voltadas à educação, lazer, cultura, saúde, economia doméstica e geração de renda. O encontro oferecerá ainda oportunidade de discussões sobre valores individuais, éticos, morais e sociais e divulgará os serviços prestados aos trabalhadores da construção pelas entidades ligadas ao setor.

Entre as ações voltadas à pessoa com deficiência, será divulgada uma cartilha, da Oscip Instituto Paradigma. Ela trará dicas de convivência e atividades, comandadas por ONGs do Estado de São Paulo, sobre deficiência, conceitos de inclusão e direito à participação na vida comunitária. Haverá também a distribuição de kits auto-explicativos de dispositivos redutores de vazão de água, com demonstração de técnicos do Senai-SP.

Programação do Sesi-SP

Por meio do Pentáculo do Bem-Estar, os profissionais da entidade desenvolverão diversas atividades de âmbito nutricional, esportivo e de lazer para sensibilizar os participantes a adotar um estilo de vida mais saudável. Ao longo do dia serão promovidas gincanas, caminhadas, festivais esportivos e atividades em quadra, mostrando os benefícios cotidianos da adoção regular de atividades físicas. Para as crianças haverá brinquedos infláveis e jogos educativos e populares.

No Espaço Bem-Estar, os participantes poderão desfrutar de momentos de descontração em poltronas e espreguiçadeiras. O local também será equipado com som, aparelhos de tevê, DVD e uma mini-biblioteca.

Médicos e enfermeiros do Sesi-SP estarão à disposição do público para a realização de aferição da pressão arterial, exames de colesterol e glicemia, verificação do índice de massa corpórea e orientação médica, permitindo um diagnóstico da saúde do público participante. Um escovódromo, destinado a crianças de 7 a 14 anos, será montado para a realização de demonstrações e orientações sobre a correta escovação dos dentes.

Os participantes também terão à disposição a Hora do Saber, espaço com atividades de leitura, escrita e cálculos relacionados ao cotidiano da construção civil.

O local atenderá até 15 participantes por vez e também oferecerá jogos e atividades interativas, como caça-palavras e cruzadas. Oficinas culinárias para incentivar o desenvolvimento de habilidades culinárias e o empreendedorismo, ministradas por nutricionistas do Sesi-SP, completam a programação da entidade.

Apoios

O ConstruSer tem o apoio de Feticom, Sintracon-SP, Federação Solidária/CUT, ADJ, Instituto Paradigma, CBIC, Secovi-SP, Fundacentro, Sintesp e Força Sindical. Na Capital, também conta com o apoio institucional da Secretaria Municipal da Pessoa com Deficiência e Mobilidade Reduzida. O patrocínio estadual é da Âmago Corretores Associados, Central de Seguros, Gerdau e Votorantim Cimentos.

O evento integra as ações voltadas a melhorar a qualidade de vida dos trabalhadores de suas empresas associadas, no âmbito do programa permanente desenvolvido pelo SindusCon-SP que também inclui a Megasipat (Mega Semana Interna de Prevenção de Acidentes de Trabalho) e o PSS (Programa SindusCon-SP de Segurança do Trabalho).