Sindileme recebe homenagem em Happy Hour da Cser/Fiesp

“A Fiesp é o local perfeito para sediar nossos encontros”, declarou Marco Antonio de Almeida, presidente do Sindicato da Indústria da Construção e do Mobiliário de Leme (Sindileme), durante o Happy Hour promovido pela Central de Serviços (Cser), na última terça-feira (27), na sede da Fiesp.

O empresário destacou a importância dos setores de cerâmicas, construção civil e moveleira para o crescimento econômico e social da cidade. Além disso, lembrou que diversos produtos à venda nas lojas da Capital foram fabricados no município paulista. “Tenho certeza que muitos devem ter em suas residências produtos das nossas indústrias”, comentou.

Almeida também elogiou a iniciativa do presidente da Fiesp, Paulo Skaf, de aproximar os sindicatos das atividades da sede. “Essa dinâmica era pouco utilizada pelos outros presidentes”, observou.

O diretor-titular-adjunto da Cser, Nelson Ferreira Dias, reforçou o propósito da federação de promover o fortalecimento das entidades sindicais. “Vocês são as grandes máquinas da locomotiva. Sem os sindicatos a Fiesp não teria a força e a representatividade que tem hoje.”

O evento contou com a participação de 80 convidados, dentre eles nove presidentes de sindicatos e diretores de diversos departamentos da Fiesp.

O próximo encontro acontecerá no dia 8 de dezembro.

Fiesp lança projeto de revitalização das entidades sindicais

A Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp), por meio de sua Central de Serviços (Cser), iniciou no último sábado (29/8), em Porto Ferreira, o projeto Revitalização e Modernização dos Sindicatos, que propõe fortalecer entidades patronais da Indústria e os setores que elas representam.

“Com esta iniciativa da Fiesp, nosso sindicato não será mais o mesmo”, afirmou Ivan Roberto Burian, presidente do Sindicato das Indústrias de Produtos Cerâmicos de Louça de Pó de Pedra, Porcelana e da Louça de Barro de Porto Ferreira (Sindicer), que abrigou o evento e reuniu cerca de 60 empresas associadas.

“A proposta é fazer dos sindicatos organizações modernas, focadas na prestação de serviços e na sua missão primeira, que é representar e defender os interesses da sua categoria”, assinalou Paulo Henrique Schoueri, diretor-titular da Cser, que reportou mensagem do presidente Paulo Skaf. “Esta não é uma ação isolada, mas um comprometimento de todos os departamentos da Fiesp”, reforçou Schoueri.


Fase Piloto

Além do Sindicer, outras três entidades participam desta fase piloto: o Sindileme (construção civil e mobiliário) e os sindicatos Sindipão e Sindiverp (vestuário), de Ribeirão Preto, representados no lançamento por seus presidentes, Marco Antônio Almeida, Benedito Nibi Ribeiro e Nelson Gagliardi, respectivamente.

“Iniciamos hoje a fase de execução de um planejamento estratégico, já concluído. Agora, o passo é definir e ampliar o portfólio de produtos e serviços oferecidos pelas entidades sindicais e produzir material institucional”, acrescentou Fernando Simões, coordenador do projeto.

Segundo Fernando, as quatro entidades sindicais contarão com um “escritório virtual” na sede da Fiesp, que funcionará como gestor executivo das demandas levadas pelas empresas associadas. “Em breve será lançada também a edição zero do Boletim dos Sindicatos, que deverá fortalecer a comunicação institucional”, completou.