Sindicato Responsável: Certificação de Cadeia

Imagem relacionada a matéria - Id: 1545207188

Por Karen Pegorari Silveira

Para que seus associados ofereçam produtos de qualidade e tenham uma gestão socialmente responsável, a Associação Brasileira da Indústria de Chocolates, Cacau, Amendoim, Balas e Derivados – Abicab, entidade coligada ao Sindicato da Indústria de Produtos de Cacau, Chocolates, Balas e Derivados do Estado De São Paulo – Sicab, desenvolveu o Programa Pró-Amendoim, que garante o Selo “Qualidade Certificada Pró-Amendoim-ABICAB”. 

Neste programa, as empresas participantes passam por rigorosas auditorias periódicas em suas fábricas relacionadas às Boas Práticas de Fabricação e Análise de Perigos e Pontos Críticos de Controle, realizadas pela DNV-GL Business Asssurance Avaliações e Certificações. Para participar, as empresas participantes devem atender todos os critérios estabelecidos na lista de verificações de BPF/ APPCC, que está de acordo com a Resolução da ANVISA, a RDC-172/2003. Para as empresas que atendem aos requisitos da legislação e fabricam produtos à base de amendoim totalmente seguros, atendendo as normas brasileiras e internacionais quanto aos limites de aflatoxinas nos produtos disponíveis aos consumidores o Selo é garantido.

Além disso, trimestralmente são coletadas amostras de produtos de amendoim em diferentes pontos de venda do país. Obrigatoriamente esta coleta contempla produtos dos participantes do Programa em questão, como também fabricantes aleatórios. Todos os produtos são coletados pela auditoria DNV-GL e analisados pelo Laboratório de Micotoxinas (LAMIC) da Universidade Federal de Santa Maria – RS, credenciado pelo Ministério da Agricultura, acreditado pelo INMETRO e pela ANVISA.

O Pró-Amendoim, desde o início do monitoramento no mercado brasileiro, realizou até o momento 68 coletas de produtos de amendoim. Até o final deste ano a previsão é de realizar mais duas coletas. Os resultados obtidos destas empresas, em relação a média de aproveitamento, foi de 89,2% (até início de setembro 2018), contra 88,6% em 2017.

De acordo com o presidente da Abicab, Ubiracy Fonseca, é muito importante que o consumidor atente para a existência do selo nas mercadorias que compra. “O Selo de Qualidade Certificada Pró-Amendoim já está presente em mais de 45% dos produtos comercializados e isso permite ao consumidor brasileiro optar por alimentos de alta confiabilidade, pois o processo de fabricação e a procedência são devidamente atestados”, afirma.

Sobre a Abicab 

A Abicab representa os maiores fabricantes do Brasil, o que equivale a R$25 bilhões em valor de venda, gerando mais de 42 mil empregos diretos e representando 92% do mercado de chocolates, 93% do mercado de balas e confeitos, 62% do mercado de amendoim.

Sindicato Responsável: Sindicouro – Saúde e Segurança em Foco

Imagem relacionada a matéria - Id: 1545207188

Por Karen Pegorari Silveira

O setor do couro engloba hoje, no Brasil cerca de 310 Curtumes, 2.800 indústrias de componentes para couro e calçados e 120 fábricas de máquinas e equipamentos. O segmento chega a movimentar US$ 3 bilhões a cada ano e emprega atualmente mais de 50 mil trabalhadores, segundo dados do Centro das Indústrias de Curtumes do Brasil (CICB).

Sendo assim, é importante que as indústrias mantenham preocupação com os temas de Responsabilidade Social que envolvem seus trabalhadores, como a saúde e a segurança no trabalho.

Por isso, para apoiar e orientar seus associados nos temas que mais impactam as empresas, o Sindicouro criou um grupo de trabalho com representantes do setor que, juntamente com os representantes do Ministério do Trabalho e Emprego (MTE), fabricantes de máquinas e apoio do SENAI/SP, debatem sobre a Norma Regulamentadora nº 12 (NR-12), o Fator Acidentário de Prevenção (FAP) e o Risco de Acidente de Trabalho (RAT).

A NR 12 estabelece medidas de segurança em Máquinas, cuja análise de risco e dispositivos de segurança devem ser adotadas na instalação e operação, visando à prevenção de acidentes do trabalho. Já o FAP afere o desempenho da empresa, dentro da respectiva atividade econômica, relativamente aos acidentes de trabalho ocorridos num determinado período; e o RAT é a contribuição previdenciária paga pelo empregador, para cobrir os custos da previdência com trabalhadores vítimas de acidentes de trabalho ou doenças ocupacionais.

Além deste trabalho, o sindicato também atua fortemente na preservação do Meio Ambiente com investimentos constantes das indústrias do setor e, no final de 2017, retomou a Câmara Ambiental de Couros Peles e Calçados junto a CETESB.

O diretor Executivo do sindicato, Alexandre Luta, explicou que a iniciativa leva em conta a necessidade de otimizar os investimentos das empresas, dando orientações objetivas e segurança jurídica. Com isso, o SINDICOURO espera contribuir para que as empresas e os trabalhadores ganhem em aprimoramento técnico, saúde e segurança no ambiente de trabalho.

Conheça mais ações do Sindicouro no https://www.fiesp.com.br/sindicouro/


SINDICATO RESPONSÁVEL: SINDIENERGIA PELA SEGURANÇA E SAÚDE DO TRABALHO

Imagem relacionada a matéria - Id: 1545207188

Por Karen Pegorari Silveira

Com o objetivo de qualificar a área de Segurança e Saúde do Trabalho (SST) das empresas de geração, transmissão e distribuição de energia elétrica e do segmento de gás natural, o Sindicato da Indústria da Energia desenvolveu ação em conjunto com gestores de SST das organizações e criou um Comitê.

São realizados encontros mensais, em que os agentes trocam experiências, atualizam-se sobre as regulamentações vigentes, consultas públicas e se organizam para levar contribuições técnicas aos órgãos reguladores, assembleia legislativa e prefeituras.

De acordo com o sindicato, o setor de energia precisa ter representatividade ativa junto às instituições públicas e privadas e do legislativo, de forma a fazer parte da elaboração dos regulamentos e legislação em Segurança e Saúde do Trabalho, por isso os estudos produzidos por esse Comitê é de extrema importância.

O Sindicato incentiva ainda que o grupo promova o intercâmbio de boas práticas, conforme aconteceu na última reunião, em que o gerente de Saúde e Qualidade de Vida da Comgás, Rogério Azevedo, relatou sobre os resultados positivos da gestão do plano de saúde oferecido aos colaboradores da companhia.

Para o diretor-presidente do Sindienergia, Luiz Sergio Assad, “esse tipo iniciativa de Responsabilidade Social é importante para que haja troca de conhecimento entre os profissionais das empresas associadas e para que eles possam se aprimorar e levar para suas empresas o conhecimento e inovações para um trabalho que estejam realizando, sempre com o foco nas pessoas, o ativo mais valioso de qualquer negócio”, diz.

Para conhecer todas as ações do Sindienergia acesse www.sindienergia.org.br

SINDICATO RESPONSÁVEL: SINDUSFARMA – RECONHECER PARA INCENTIVAR

Imagem relacionada a matéria - Id: 1545207188

Por Karen Pegorari Silveira

publicado em 06 de março de 2018

O Sindusfarma incentiva os seus colaboradores e associados a promoverem as melhores práticas em Responsabilidade Socioambiental. Segundo declaram, seus objetivos buscam sempre o alinhamento com os interesses do Desenvolvimento Sustentável e seus associados devem seguir rigorosamente os requisitos legais para a obtenção de licenças ambientais e registros, bem como devem prevenir e controlar os impactos decorrentes de suas atividades.

Segundo o gerente de Relações Sindicais Trabalhistas, Arnaldo Apedace, o Sindusfarma acredita que “para as empresas a Responsabilidade Social não só aumenta a satisfação dos trabalhadores como também a fidelidade de seus clientes, além de criar um diferencial competitivo no mundo dos negócios”.

Para auxiliar seus associados nessa missão a entidade desenvolveu alguns projetos, como o Prêmio Excelência em Gestão de Saúde e Segurança no Trabalho, que tem o objetivo de reconhecer as melhores empresas do setor que se destacaram em programas de Gestão de Saúde e Segurança do Trabalho. O Prêmio PES (Prêmio Programa Educacional Sindusfarma), concedido às empresas com o maior número de participantes nos workshops promovidos pela entidade, durante o ano. O Prêmio Bumerangue, que premia as melhores empresas que se com desenvolvimento de programas de Treinamento Administrativo, Treinamento de Força de Vendas, Praticas de Recrutamento e Seleção e Qualidade na Inclusão da pessoa com deficiência. O Prêmio Sindusfarma de Qualidade, para os fornecedores da indústria farmacêutica que se destacaram nos últimos 12 meses. O PAP (Programa Apoio Profissional) – que prepara os candidatos na busca de uma nova oportunidade no mercado de trabalho. Esta ação é destinada a gerentes e supervisores em fase de recolocação ou transição de carreira e contribui para recuperar a autoestima, ao mesmo tempo em que ensina o uso de ferramentas que exaltam a motivação e o comprometimento dos profissionais; o BES (Bolsa de Empregos) – um canal direto e interativo de comunicação, via internet, entre candidatos e profissionais de recursos humanos da indústria farmacêutica, facilitando a contratação de novos funcionários, previamente treinados, para melhor aproveitamento dos investimentos em desenvolvimento de pessoal, representando um avanço social nas relações do sindicato patronal com os trabalhadores; o PPA (Programa de Apoio a Aposentadoria) – que pretende sensibilizar os participantes para o pós-trabalho, estimulando os profissionais a manter uma vida social ativa e ter hábitos saudáveis de vida, de forma que preservem a saúde física, mental, social, financeira, intelectual e espiritual; o DEC (Programa de Desenvolvimento Educacional) – estruturado para contribuir com o desenvolvimento de profissionais da indústria farmacêutica que fazem parte do contingente de supervisores e chefes, independentemente da área de especialização, para os quais são indispensáveis planos de carreira. O conteúdo programático é composto de workshops com tópicos de Marketing, Gestão de Pessoas e Gerenciamento, que expõem e esclarecem as mais recentes teorias, bem como práticas, para a formação de gerentes com novas competências, como exigência dos tempos atuais. Os programas dos módulos temáticos são elaborados de acordo com as necessidades dos profissionais de áreas específicas, incluindo palestras que estão vinculadas aos conceitos do programa núcleo. Os participantes do DEC adquirem novas competências que servirão de apoio ao desenvolvimento profissional, resultando em melhoria expressiva das atividades desenvolvidas no ambiente empresarial.

O DEC Sindusfarma inspirou a criação de CDEC (Créditos de Desenvolvimento e Educação Continuada), oferecido a todos os participantes de todos os programas que constituem o PES – Programa Educacional Sindusfarma.

O Sindusfarma mantém ainda um importante convênio com o SENAI que oferece o Curso de Operador de Processos de Produção de Fármacos e Medicamentos, destinado à qualificação de trabalhadores para a indústria farmacêutica. Esse programa se iniciou em 1997 e hoje atende candidatos das empresas industriais farmacêuticas de três regiões do Estado de São Paulo. O programa é ministrado pelo SENAI, com disciplinas selecionadas em conjunto com as áreas técnico-científica e trabalhista do Sindusfarma. Tem por finalidade aperfeiçoar a qualificação dos trabalhadores que já exercem funções na indústria farmacêutica, bem como os trabalhadores recém-inseridos nas atividades de produção do setor. Os profissionais recebem treinamento focado nas Boas Práticas de Fabricação e de Controle, Segurança do Trabalho, Informática, além de algumas disciplinas básicas, oferecendo capacitação aos trabalhadores, condição essencial para que os medicamentos sejam produzidos em conformidade com a legislação e regulamentação farmacêuticas.

Além destas iniciativas, a entidade promove também a homenagem Colar Cândido Fontoura, que reconhece profissionais da saúde e do setor farmacêutico com destaque na carreira. O Lupa de Ouro, que premia as melhores campanhas e os melhores profissionais de marketing da indústria farmacêutica com 18 categorias. Os Jogos Sindusfarma, que proporcionam lazer, integração, confraternização e contribuem com uma vida mais saudável e a prática do esporte.

Para saber mais sobre as ações do Sindusfarma, acesse – www.sindusfarma.org.br