Senai-SP inaugura escola móvel de simulação de colhedoras de cana de açúcar

Guilherme Abati, Agência Indusnet Fiesp, de Ribeirão Preto

Na abertura da 21ª Feira Internacional de Tecnologia Agrícola em Ação (Agrishow 2014), em Ribeirão Preto, o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial de São Paulo (Senai-SP) inaugurou na tarde desta terça-feira (29/04) a escola móvel de simulação de colhedoras de cana de açúcar.

Trata-se da primeira unidade das quatro que devem ser disponibilizadas pelo Senai-SP até o fim de 2014.

Durante Agrishow, Senai-SP apresenta unidade móvel para o setor sucroalcooleiro. Foto: Tâmna Waqued/FIESP

Ao visitar a principal feira de tecnologia agrícola do Brasil, o presidente da instituição e da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp), Paulo Skaf, ressaltou a necessidade de modernização de todos os setores produtivos da economia brasileira.

“Estamos olhando para o futuro ao disponibilizar esta escola móvel, com este maquinário moderno e inovador”, afirmou o presidente.

Skaf também destacou que o agronegócio é um setor vibrante e “que merece modernização e atualização”.

Na escola móvel são disponibilizados cursos de 80 horas teóricas e 120 horas em máquinas reais. “A pessoa sai operando as máquinas que colhem cana, pronta para o mercado de trabalho”, garantiu Skaf.

Segundo Walter Vicioni, diretor regional do Senai-SP e superintendente do Serviço Social da Indústria de São Paulo (Sesi-SP), a nova escola móvel mostra a flexibilidade do Senai-SP em atender todas as demandas da indústria e da sociedade brasileira.

“Esses programas de formação profissional são exemplos da modernidade do pensamento da indústria paulista e da inovação do Senai-SP”, disse Vicioni.