Paulo Skaf recebe Simão Jatene, governador do Pará

Agência Indusnet Fiesp

O presidente da Fiesp e do Ciesp, Paulo Skaf, recebeu nesta sexta-feira (26/2) o governador do Pará, Simão Jatene, que participou de seminário na sede das entidades da indústria paulista para apresentar oportunidades de investimento em seu Estado.

Imagem relacionada a matéria - Id: 1540167042

Paulo Skaf, presidente da Fiesp e do Ciesp, com o governador do Pará, Simão Jatene. Foto: Ayrton Vignola/Fiesp

Foto: Paulo Skaf recebe governador do Pará na Fiesp

Agência Indusnet Fiesp

O presidente da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp), Paulo Skaf, recebeu em reunião, nesta segunda-feira (02/12) , o governador do Pará, Simão Jatene.

Jatene veio para São Paulo para participar do seminário “Oportunidades de Investimentos no Pará”, promovido pelo jornal Valor Econômico e apoiado pela Fiesp.

Skaf, à esquerda, e Jatene: reunião na Fiesp nesta segunda-feira (02/12). Foto: Tâmna Waqued/Fiesp

Skaf, à esquerda, e Jatene: reunião na Fiesp nesta segunda-feira (02/12). Foto: Helcio Nagamine/Fiesp


Na Fiesp, seminário do jornal Valor Econômico destaca investimentos no Pará

Agência Indusnet Fiesp

O jornal Valor Econômico realizou, nesta segunda-feira (02/12), na sede da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp), o seminário “Oportunidades de Investimentos no Pará”. A iniciativa conta com o apoio da federação e teve a participação do presidente da entidade, Paulo Skaf.

Entre outros assuntos, o evento teve a finalidade de abordar a possibilidade de verticalização industrial, apresentando a investidores de outras regiões todas as potencialidades nos setores de infraestrutura, logística, mineral, agronegócio e de energia renovável.

Ao lado de Paulo Skaf,  o governador do Pará, Simão Jatene, abriu o seminário, com o propósito de ressaltar os diferenciais do estado em termos de economia, energia e turismo, entre outros temas.

Em sua apresentação, Jatene afirmou que o Pará possui “grandes diversidades” e que pode ser considerado “uma síntese da Amazônia”. “É impossível falar em Pará sem falar em Amazônia. E, infelizmente, a visão pitoresca com que costuma se tratar a região não acrescenta em nada para uma discussão séria sobre o nosso desenvolvimento”, afirmou o governador.

Jatene destacou que a região Amazônica, apesar de deter 60% do território brasileiro, possui apenas 12% da população e colabora com 8% do PIB brasileiro. “Trata-se de uma distorção muito grande. Como mais da metade do Brasil pode produzir apenas 8% da riqueza nacional? Trata-se de um dado importante a ser levado em consideração e mais uma demonstração de que é urgente a rediscussão da questão federativa brasileira”, afirmou.

Como superar o problema? Para o governador, a solução mais viável seria realizar uma tripla revolução: “pelo conhecimento, pela produção e pelas novas formas de gestão e governança”.

Jatene, à esquerda, e Skaf: oportunidades de investimento no estado do norte brasileiro. Foto: Tâmna Waqued/Fiesp

Jatene, à esquerda, e Skaf: oportunidades de investimento no Pará. Foto: Tâmna Waqued/Fiesp


Roberto Gianetti, diretor titular do Departamento de Relações Internacionais e Comércio Exterior (Derex) da Fiesp, participou de um painel sobre mineração no evento.

>> Foto: Paulo Skaf recebe governador do Pará na Fiesp