Roriz recebe alunos do Sesi-SP campeões de robótica

Agência Indusnet Fiesp

“Mostram que estamos no caminho certo”, disse nesta segunda-feira (27 de agosto) o presidente em exercício da Fiesp, do Ciesp e do Sesi-SP, José Ricardo Roriz, ao receber 59 alunos de 7 escolas do Sesi-SP que disputaram três campeonatos mundiais de robótica esta ano. Uma delas, de Americana, voltou com o título de campeã. “Esse prêmio é resultado de um trabalho de longo prazo”, disse, destacando que vem sendo aprimorado o ensino do Sesi-SP. Roriz pediu que os campeões levem o exemplo para outros estudantes. O presidente em exercício do Sesi-SP ganhou uma camisa estilizada da equipe Red Rabbit, do Sesi de Americana, campeã mundial.

As competições aconteceram em abril (Houston, EUA), maio (Debrecen Hungria) e junho (Tallinn Estônia), respectivamente.

Antes de ser recebidos por Roriz na reunião da diretoria da Fiesp, alunos comentaram como foi participar dos torneios de robótica. Para Bianca Araújo Marcelo, de Americana, a experiência da equipe em outros torneios internacionais foi fundamental para que este ano eles conseguissem superar 103 equipes de 43 países. “Nosso objetivo sempre foi o de ser campeões. Trabalhamos duro para isso. A serenidade da equipe foi fundamental para vencer. Estávamos muito concentrados, focados. Mas na hora do pódio não teve jeito, nessa hora extravasamos”, disse. O time Red Rabbit foi campeão do torneio mais importante do mundo, realizado em Houston, EUA.

Em segundo lugar na classificação geral do mesmo torneio, o time Jedi’s, do Sesi de Jundiaí, também é presença constante nas competições ao redor do mundo. Para a aluna estreante Mariana Piovezan Fioresi, o trabalho em equipe é um dos pontos fortes do grupo. “Todo mundo se ajuda. Sou responsável pela pesquisa, mas todos fazem um pouco de tudo. Quando o resultado aparece é uma felicidade enorme”, afirmou a aluna, que se maravilhou com a parte cultural da viagem. “Depois da competição tivemos a chance de conhecer Orlando. Fomos para os parques da Disney e treinamos muito nosso inglês.”

O aluno Murilo Henrique Zucolotto Escardovelli, do Sesi de Birigui, vê os torneios internacionais como excelente oportunidade de aperfeiçoar o uso do idioma. “Aprendemos a planejar em outra língua. Mais do que isso, temos de apresentar nosso trabalho em outra língua, para uma banca formada por avaliadores de várias partes do mundo. Isso nos dá experiência singular e um diferencial para quando ingressarmos no mercado de trabalho”. Seu time, o Big Bang, foi 1º lugar em Apresentação de Pesquisa no torneio de Houston.

Ouça o boletim de áudio dessa notícia:

Roriz com estudantes do Sesi-SP campeões de torneios de robótica. Foto: Ayrton Vignola/FIesp

Roriz com estudantes do Sesi-SP campeões de torneios de robótica. Foto: Ayrton Vignola/FIesp

Os torneios e as equipes do Sesi-SP

Em Houston, Texas (EUA), em abril de 2018, competiram:

ESCOLA SESI DE AMERICANA – 1º lugar geral do torneio (campeão mundial)

Alunos:

  1. Ana Yukari Tsutsumi
  2. Bianca Araujo Marcelo
  3. Greta Isabella de Freitas Tiosso
  4. Luigi Fagundes Kühnrich
  5. Luísa Beatriz Bozelli
  6. Matheus Jorge Rosa
  7. Rafaela Chiareli Cardozo
  8. Thomas Belisário Reis Andrade de Moraes

Técnico: Denis Rodrigo Santana

Diretora da Escola: Edvania Guimaraes de Carvalho

Diretor do CAT: André Luis Vigneron

ESCOLA SESI DE JUNDIAÍ – 2º lugar geral do torneio (vice-campeão mundial)

Alunos:

  1. Beatriz Corrêa da Silva
  2. Camille Santos Souza
  3. Eduarda Isabel De Lima
  4. Júlia Leite Batista
  5. Larissa Raiely Cazonato
  6. Mariana Piovezan Fioresi
  7. Natália Maria Ramos Pereira
  8. Yasmin Ribeiro Mendonça Campos

Técnico: Clayton Rafael Ribeiro Junior

Mentor: Alberto Gomes da Silva

Diretora da Escola: Francislaine Mendes

Diretor do CAT: Mário Eugenio Simões Onofre

ESCOLA SESI DE BIRIGUI – 1º lugar em Apresentação

Alunos:

  1. Carolina de Freitas Moura
  2. Gabriely de Oliveira da Silva
  3. João Paulo Grapeia Marini
  4. Julia Afonso Comparoni
  5. Maria Eduarda dos Santos Izá
  6. Murilo Henrique Zucolotto Escardovelli
  7. Rafael Rodrigues Mariano da Silva
  8. Victória Vilela Nogaroto

Técnico: Valter Moreno Carvalhal Junior

Mentora: Nayara Lais de Souza Dos Anjos

Diretora da Escola: Silvia Cristina Dias Romano

Diretor do CAT: Ataliba Mendonca Junior

ESCOLA SESI DE RIO CLARO – 2º lugar em Programação

Alunos:

  1. Bruna Krol Lopes
  2. Felipe de Oliveira Guimarães Bataglini
  3. Letícia Mariane Teixeira
  4. Livia Mendes Vieira Ligo
  5. Nádima Carvelaro de Souza
  6. Renan de Oliveira Torresin
  7. Thainá Barros Cardoso
  8. Vanessa Moreno Sousa Pinto
  9. Wilian Ricardo Tessari Junior

Técnica: Leonardo Vinicius Santolim

Diretora da Escola: Rosangela Barreto Teruel

Diretor do CAT: Luiz Gonzaga Renosto

Em Debrecen (Hungria), em maio de 2018, competiu a equipe da:

ESCOLA SESI DE OURINHOS – 1º lugar em Solução

Alunos:

  1. Daniel Ortiz Hoffmann Bonício
  2. Giovana Paladino de Oliveira
  3. Gustavo Rodrigues Foz
  4. Julia de Oliveira
  5. Leonardo Rodrigues de Souza
  6. Maria Vitória Kobayashi
  7. Matheus Henrique Vicente Godoy
  8. Otavio Volpe Leal
  9. Thalita Martins Ferreira

Técnico: Daniele Ortiz Hoffmann Bonicio

Diretora da Escola: Rosangela Petri Ferreira

Diretora do CAT: Cintia da Silva Ferreira

Em Tallinn (Estônia), em junho de 2018, competiram as equipes:

ESCOLA SESI DE BAURU – 1º lugar em Programação

Alunos:

  1. Ana Carolina De Souza Sartti
  2. Gabriel Santana De Pontes
  3. Guilherme De Abreu Silva
  4. Maria Clara Crepaldi Monteiro
  5. Paloma Silveira Dos Santos
  6. Pedro Henrique Buzutti Telli
  7. Sophia Lopes Tech
  8. Yslamaira Milaré Perin

Técnico: Paulo Roberto Fernandes

Mentora: Izabel De Souza Sartti

Diretora da Escola: Maria Diva Gerdullo Ruiz

Diretor do CAT: Clóvis Aparecido Cavenaghi Pereira

ESCOLA SESI DE BARRA BONITA – 2º lugar em Trabalho em Equipe

Alunos:

  1. Bruno Ortigosa Cruz
  2. João Henrique Papili Pagini
  3. Laura Mariano
  4. Laura Resina De Almeida
  5. Leonardo De Souza Barreto
  6. Manuela Rodrigues
  7. Maria Clara De Biazi Mendes Da Silva
  8. Mateus Novais Cassiano De Oliveira

Técnica: Ana Maria Papili Pagini

Mentora: Sara Fernanda Vasconcelos Zerbinatti

Diretora da Escola: Marcia Bianco

Diretor do CAT: Antonio Celso Aleixo

Ministro do Desenvolvimento Social visita unidades do Sesi e Senai na Vila Leopoldina

Agência Indusnet

Foram duas visitas rápidas, objetivas e que provocaram boa impressão. O ministro do Desenvolvimento Social, Alberto Beltrame, conheceu no início da tarde desta quinta-feira (23/8) a Escola Senai Mariano Ferraz e o Centro de Atividades Sesi Gastão Vidigal, na Vila Leopoldina. Ele foi recebido pelo presidente em exercício das entidades mantidas pela indústria paulista, José Ricardo Roriz.

Durante o trajeto Beltrame conheceu os ambientes das unidades e as ações do Senai-SP em requalificação de pessoas para mercado de trabalho, bem como os programas de formação continuada. No Sesi-SP, o ministro viu de perto o trabalho realizado nos programas de reabilitação.

Positivamente impressionado com o que viu, Beltrame afirmou que o trabalho das entidades é extremamente importante para melhorar a qualidade de vida dos trabalhadores da indústria e de seus dependentes. “Juntos, o Sesi-SP e o Senai-SP proporcionam lazer, esporte, educação, cultura, e vejo espaço para desenvolvermos alguns projetos em parceria com o ministério, que tem atuado em diversas frentes em nível federal”.

No Senai Mariano Ferraz o ministro conheceu o Núcleo Odonto-Médico-Hospitalar Manoel Amaral Baumer e o  Centro de Treinamento em Equipamentos Médico-Hospitalares Senai-SP/ GE Healthcare. No Sesi, a visita foi concentrada no Centro de Reabilitação.

Presidente em exercício da Fiesp, Jose Ricardo Roriz, recebe o ministro do Desenvolvimento Social, Alberto Beltrame, para visita ao Senai e Sesi. Foto: Ayrton Vignola/Fiesp

Presidente em exercício da Fiesp, Jose Ricardo Roriz, recebe o ministro do Desenvolvimento Social, Alberto Beltrame, para visita ao Senai e Sesi.
Foto: Ayrton Vignola/Fiesp

Em Pindamonhangaba, Skaf destaca renovação do Sesi-SP e do Senai-SP no Vale do Paraíba

Agência Indusnet Fiesp

O presidente da Fiesp e do Sesi-SP, Paulo Skaf, inaugurou neste sábado (2 de junho) a nova Escola Sesi de Pindamonhangaba. O novo prédio recebeu investimentos de R$ 34,1 milhões e terá capacidade de atendimento para quase 900 alunos nos ensinos Fundamental e Médio. Skaf listou as unidades do Sesi-SP e do Senai-SP já inauguradas e as em construção na região do Vale do Paraíba. “É uma rede nova, com equipamentos modernos, para dar oportunidade às pessoas. É educação completa.”

A estrutura composta por térreo e mais dois pavimentos tem 18 salas de aula, dois laboratórios de informática, um de química e biologia e laboratório de ciência e tecnologia. Também há biblioteca escolar com acervo atualizado, sala de vivências, teatrais, sala de música, sala multidisciplinar e uma área de convivência e espaços poliesportivos. A unidade oferecerá Ensino Fundamental em tempo integral do 1° ao 5º ano, o que permite que os alunos permaneçam nos períodos da manhã e tarde na escola realizando vivências de esporte, arte, cultura e tecnologia, além das refeições diárias compostas de café da manhã, almoço e lanche da tarde.

Na ocasião também foram assinados convênios do programa Atleta do Futuro, que beneficiarão um total de 940 alunos em quatro municípios da região: São José do Barreiro (190 vagas para a prática de futebol e vôlei), Arapeí (110 vagas para futebol), Canas (360 vagas para futebol, futsal e judô) e Bananal (280 vagas para futsal).

Em todo o Estado de São Paulo são mais de 100.000 alunos beneficiados pelo programa, que envolve 187 prefeituras conveniadas. Desde 2008, o Atleta do Futuro tem estimulado a prática esportiva e a cidadania de crianças e adolescentes.

Imagem relacionada a matéria - Id: 1540360089

Paulo Skaf na inauguração do Sesi de Pindamonhangaba. Foto: Everton Amaro/Fiesp

Investimento na região

As novas escolas que têm sido construídas na região do Vale do Paraíba reforçam o compromisso do Sesi-SP e do Senai-SP, que trabalham fortemente pela qualidade da educação básica e de ensino profissionalizante.

Desde 2007, as entidades investem na modernização de suas escolas e a região já recebeu investimento de R$ 265,6 milhões, o que inclui a construção de novas escolas.

Em Caçapava, o Sesi-SP está construindo nova escola que tem investimento estimado em R$ 20,6 milhões. A a previsão de entrega do prédio é para o primeiro semestre de 2019. Ao término da obra, haverá a etapa de instalação de equipamentos e mobiliários, quando então poderá receber os atuais 384 alunos do Sesi-SP no município.

A nova escola de Lorena deverá ser entregue no primeiro semestre de 2019. O investimento previsto para essa unidade é de R$ 16,1 milhões e tão logo esteja pronta para as aulas serão transferidos para o novo prédio 384 alunos.

Em Jacareí está em andamento a construção de nova unidade do Senai-SP, que tem previsão de término para outubro deste ano e tem investimento estimado de R$ 60,6 milhões. No ano passado, o Senai-SP realizou em Jacareí 6.242 matrículas em todas as modalidades de ensino profissionalizante disponíveis.

Além das escolas citadas, recentemente foram inauguradas as unidades do Sesi-SP e do Senai-SP no município de Cruzeiro e a Escola Sesi de Taubaté. As novas escolas são mais um passo para a consolidação do modelo educacional criado pelas instituições mantidas pela indústria de São Paulo.

Dedicação do corpo docente faz a diferença, diz Skaf em Jandira

Agência Indusnet Fiesp

A nova Escola Sesi de Jandira foi inaugurada neste sábado (26 de maio) pelo presidente da Fiesp e do Sesi-SP, Paulo Skaf. Com investimento de R$ 38,1 milhões, a nova unidade atende a 434 alunos no Ensino Fundamental e está em fase de implantação de nova proposta educacional.

A estrutura composta por térreo e mais dois pavimentos tem 18 salas de aula, dois laboratórios de informática, laboratório de física, laboratório de química e um de ciência e tecnologia. Também há biblioteca escolar com acervo atualizado, sala de artes cênicas, sala multidisciplinar, pátio com jogos, quadra poliesportiva coberta e playground. A unidade oferecerá Ensino Fundamental em tempo integral do 1° ao 5º ano, o que permite que os alunos permaneçam nos períodos da manhã e tarde na escola realizando vivências de esporte, arte, cultura e tecnologia, recebendo refeições diárias compostas de café da manhã, almoço e lanche da tarde.

A exemplo do que ocorre em Limeira, onde o Sesi-SP implantou a “escola sem paredes”, Jandira é a segunda unidade da rede a ter esse novo conceito educacional. A proposta é trabalhar os conteúdos curriculares de modo livre, com integração de ambientes, sem sequências pré-definidas, mas sem prejuízo dos conteúdos obrigatórios.

Nesse novo modelo, os professores trabalham por áreas do conhecimento e estão mais próximos dos alunos, pois desenvolvem as aulas a partir do interesse e necessidades específicas de cada estudante.

Skaf lança projeto de skate olímpico do Sesi-SP em parceria com Bob Burnquist

Agência Indusnet Fiesp

Ao apresentar nesta terça-feira (15 de maio) o projeto Sesi-SP Skate, o presidente da Fiesp e do Sesi-SP, Paulo Skaf, destacou a inspiração dada por Bob Burnquist, que projetou as pistas que integram o complexo cultural e esportivo que vai abrigar a modalidade, que será disputada nos Jogos Olímpicos Tóquio 2020. Skaf lembrou a carência de espaços culturais da Zona Leste, que o complexo vai ajudar a reduzir.

“É um momento muito especial para o skate”, disse Bob Burnquist na apresentação do projeto. Agradeceu em nome dos skatistas de São Paulo.

Park e street são as modalidades olímpicas, e há uma pista para cada no complexo, explicou Burnquist. Esse suporte, com pistas deste nível, vai fazer que os skatistas melhorem ainda mais, afirmou. O projeto, disse o skatista, inclui os Burnkits – um projeto que Burnquist – já tinha, que podem ser usados graças à flexibilidade da prática do skate. “Isso vai disseminar o skate em São Paulo.”

Imagem relacionada a matéria - Id: 1540360089

Skaf com Bob Burnquist no lançamento do projeto Sesi-SP Skate. Foto: Ayrton Vignola/Fiesp


O Complexo de Skate Sesi-SP tem, além das pistas de padrão olímpico –com 2.000 metros quadrados, projetadas por Bob Burnquist-, uma estação de cultura e um teatro. O investimento foi de R$ 20 milhões. Fica perto do estádio do Corinthians, em Itaquera. As pistas devem ficar prontas no primeiro semestre de 2019, e o teatro, até o final do ano. Alexandre Pflug, diretor de Qualidade de Vida do Sesi-SP, apresentou o projeto, explicando que seu lançamento se deve ao fato de o skate ter se tornado esporte olímpico. É a 19ª modalidade abrigada pelo Sesi-SP.

O Sesi-SP Skate tem como principal objetivo incentivar a prática esportiva e garimpar novos talentos para o Brasil e o mundo. Em parte isso será feito com a distribuição pelas unidades do Sesi-SP dos Burnkits, aparelhos para a prática de skate que suprem a dificuldade de construir pistas. O Circuito Paulista Sesi-SP, parte do projeto Sesi-SP Skate, promovido em parceria com a Federação Paulista de Skate, com cinco etapas, começa em 2 de junho.

Segundo o presidente da Federação Paulista de Skate, Roberto Herondino Maçaneiro, o esporte tem 4 milhões de praticantes no Estado e 2 milhões na cidade de São Paulo. “Faltava um complexo.” O skate, lembrou, será usado como ferramenta pedagógica pelo Sesi-SP.

Único atleta que participou de todas as edições dos X Games desde sua criação, Burnquist é o embaixador do skate brasileiro.

Ouça o boletim de áudio dessa notícia:

Skaf assina convênio do Programa Sesi-SP Atleta do Futuro com Itapecerica da Serra

Agência Indusnet Fiesp

O presidente da Fiesp e do Sesi-SP firmou convênio do programa Atleta do Futuro com o município de Itapecerica da Serra neste sábado (12 de maio). Também recebeu o título de cidadão de Itapecerica da Serra.

O acordo prevê a participação de 1.200 alunos do município, que poderão praticar futebol, futsal, handebol, jiu-jitsu, karatê, kung-fu ou voleibol.

Em todo o Estado de São Paulo são mais de 100.000 alunos beneficiados pelo programa, que envolve 187 prefeituras conveniadas. Desde 2008, o Atleta do Futuro tem estimulado a prática esportiva e a cidadania de crianças e adolescentes.

Além de introduzir a prática esportiva aos participantes, os alunos recebem orientação em temas transversais como saúde, trabalho, consumo consciente, meio ambiente e pluralidade cultural, dentre outros.

Os instrutores trabalham para difundir valores como ética, superação, autoestima e socialização, com o intuito de ajudar o aluno a se desenvolver de modo pleno.

Sesi-SP assina convênio com Associação Itapetininga de Vôlei

Agência Indusnet Fiesp

O presidente da Fiesp e do Sesi-SP, Paulo Skaf, participou, na manhã desta segunda-feira (07/05), na sede da federação, em São Paulo, da assinatura de um convênio com a Associação Itapetininga de Vôlei. Pelo acordo, atletas da categoria Sub 19 da indústria paulista terão apoio para se desenvolverem na modalidade, devendo jogar pelo time titular da cidade. O convênio envolverá 50 atletas, incluindo os participantes do Sesi-SP e da associação.

Estiveram presentes na cerimônia o diretor de Qualidade de Vida do Sesi-SP, Alexandre Pflug, a prefeita de Itapetininga, Simone Marquetto, e o presidente da Associação Itapetininga de Vôlei, Cristiano Gomes, entre outros nomes.

Imagem relacionada a matéria - Id: 1540360090

Paulo Skaf na assinatura do convênio com a Associação Itapetininga de Vôlei. Foto: Ayrton Vignola/Fiesp

“Queremos estimular o esporte, esse é o objetivo”, disse Skaf.  “Nossos jovens da base terão a oportunidade de jogar na equipe titular de Itapetininga, que vai disputar a próxima Super Liga”, afirmou.  “Essa é uma medida que vai fazer bem para o vôlei de Itapetininga, de São Paulo e do Brasil”.



Em jogo disputadíssimo, Sada Cruzeiro vence Sesi-SP

Graciliano Toni, Agência Indusnet Fiesp

O placar do tie-break, 22 a 20, ajuda a dar ideia do nível de disputa da partida entre Sada Cruzeiro e Sesi-SP neste domingo (6 de maio). Com a vitória por 3 sets a 2 (25 a 16, 17 a 25, 25 a 22, 23 a 25, 22 a 20), o Sada Cruzeiro ficou com o título da Superliga 2017/18 e se tornou hexacampeão do torneio. William foi eleito melhor levantador da competição.

“Lutamos até o final, e os meninos mostraram valor, fizeram um grande trabalho”, disse Rubinho, técnico do Sesi-SP. “E na próxima temporada começamos mais estruturados.”

Imagem relacionada a matéria - Id: 1540360090

William levanta a taça do vice-campeonato. Foto: Ayrton Vignola/Fiesp

Com Murilo de líbero, o Sesi-SP começou o jogo com William, Lucão, Lipe, Douglas Souza, Gustavão e Alan.

Bem no saque no primeiro set, o Sada Cruzeiro logo acabou com o equilíbrio do início do jogo. Abriu 7 pontos de vantagem, fazendo 13 a 6. Quando o Sesi-SP começou a se recuperar e chegou a 11 pontos (contra 14 do adversário) o Sada Cruzeiro pediu tempo, voltou bem para a quadra, ampliou ainda mais a diferença e fechou o set em 25 a 16.

No segundo set o equilíbrio durou mais. O Sesi-SP começou a abrir vantagem depois do décimo ponto e venceu o set com 8 pontos de diferença, 25 a 17.

No terceiro set a disputa foi dura o tempo todo. Rubinho pediu tempo, depois que Filipe fez o Cruzeiro virar, em 17 a 16. Uma sucessão de saques errados manteve a disputa apertada. Alan sacou para fora. 18 a 16 Saque para fora de Evandro. 18 a 17. Vaccari entrou no lugar de Lucão e sacou na rede. 19 a 17. Filipe pisou na quadra na hora de sacar. 20 a 18. Simon tocou na rede, e o Sesi-SP encostou. 20 a 19. O Sada Cruzeiro abriu vantagem só no fim. Isac bloqueou e fez 24 a 22. Lucão mandou para fora, e o Cruzeiro fechou o terceiro set, em 25 a 22.

Isac começou sacando, mas o Sesi-SP marcou o primeiro ponto do quarto set. O Cruzeiro empatou no saque de William. Aí o Sesi-SP começou a abrir vantagem. Depois de saque de Lipe, Uriarte fez dois-toques. 3 a 1. Gustavão cortou para o 4 a 1. Uriarte cortou na antena. 5 a 1. Simon descontou. 5 a 2. Douglas Souza fez o sexto. Simon fez o terceiro do Cruzeiro, depois sacou para fora. 7 a 3. Alan sacou, depois cortou para fora. 7 a 4. Evandro fez o quinto do Cruzeiro. Lucão marcou pelo Sesi-SP. 8 a 5.

Alan fez o nono, Douglas Souza foi para o saque, mas o ponto foi para o Cruzeiro. 9 a 6, depois saque na rede, 10 a 6.

Simon deu uma deixadinha, para 11 a 8. Lipe marcou e foi para o saque no 12 a 9. Leal jogou para fora, 13 a 9. Lipe fez ace, e o Cruzeiro pediu tempo. Na volta, Evandro superou o bloqueio. 14 a 10.

Simon fez. 15 a 12. Sacou bem, e Isac matou o ponto. Depois sacou para fora. 16 a 13. Bom saque de Alan não impediu o Cruzeiro de marcar. 16 a 14. Encostou em bola para fora de William, e o Sesi-SP pediu tempo.

O jogo ficou empatado depois de saque forte de Evandro. Seu saque seguinte foi para fora. 17 a 16. Isac reempatou, e Alan desempatou. 18 a 17. Novo empate. Eder Levi entrou e sacou para fora. William sacou bem, mas o Cruzeiro fez o ponto e deixou a partida em 19 a 19. Evandro atacou para fora. 20 a 19 para o Sesi-SP.

Lipe sacou, mas no ataque do Cruzeiro o bloqueio do Sesi-SP jogou para fora. 20 a 20. Evandro cortou bem, na linha, e o Cruzeiro passou o Sesi-SP, que pediu tempo. 21 a 20.

Douglas Souza empatou, Gustavão sacou, Lipe bateu forte, e o Sesi-SP abriu dois pontos de vantagem. Leal cortou forte, sem defesa, e fez o 21º do Cruzeiro. Simon sacou na rede. 23 a 22. Alan também sacou na rede, e o jogo voltou ao empate, 23 a 23. Franco entrou na quadra e marcou para o Sesi-SP. 24 a 23. Renato entrou, sacou, e o Sesi-SP venceu o quarto set. 25 a 23.

William começou sacando no tie-break, Lipe bloqueou bem. 1 a 0. Simon bloqueou e empatou, sacou, cortou e fez 2 a 1. Isac bloqueou o ataque de Douglas Souza. 3 a 1. E o Sesi-SP pediu tempo quando Evandro marcou o quarto ponto do Cruzeiro, e Leal cortou bem para o 5 a 1, mas errou o saque. 5 a 2. Gustavão bloqueou. 5 a 3, e Lipe foi para o saque. Erro da arbitragem apontou que a bola tocou em Lipe, e o ponto foi para o Cruzeiro. 6 a 3. O Sesi-SP fez o quarto, Gustavão sacou , o Cruzeiro jogou para fora, e o Sesi-SP encostou, mas Leal marcou. 7 a 5. No 7 a 6, saíram William e Alan, e entraram Franco e Evandro, que sacou, mas Leal atacou bem de novo e fez 8 a 6.

Douglas Souza fez o sétimo e foi para o saque. Ponto ganho em bloqueio de Lucão. O ritmo do jogo ficou alucinante. O Sesi-SP virou em bela jogada de Lipe. 10 a 9. Evandro empatou, Gustavão retomou pelo Sesi-SP, Evandro reempatou, Gustavão pôs o Sesi-SP na frente de novo, mas Lipe sacou na rede. 12 a 12. Uriarte também sacou na rede. Isac cortou forte e reempatou, 13 a 13.

Alan atacou bem. 14 a 13. Tempo para o Cruzeiro, que na volta empatou em boa deixadinha de Isac. Eder Levi entrou para o saque, mas Douglas Souza marcou. 15 a 14. Leal reempatou, e o Sesi-SP pediu tempo.

Lipe cortou forte, 16 a 15. Simon fez o 16º do Cruzeiro. Alan matou o ponto. Leal reempatou e depois levou o Cruzeiro à frente. 18 a 17. No saque para fora de Simon, reempate. Lipe também sacou errado. E Uriarte perdeu o saque também. 19 a 19. Leal marcou o vigésimo, depois sacou para fora. 20 a 20.

Evandro marcou o 21º do Cruzeiro, e Simon fez o ponto final. 22 a 20 no tie-break, e o Cruzeiro ficou com o hexacampeonato da Superliga.

Skaf assina em Bauru convênios de esporte, capacitação profissional e empreendedorismo

Agência Indusnet Fiesp

O presidente da Fiesp, do Sesi-SP, do Senai-SP e do Sebrae-SP, Paulo Skaf, assinou nesta quinta-feira (3 de maio), em Bauru, convênios com a Associação Bauruense de Desportos Aquáticos (ABDA), beneficiando 4.000 de seus alunos.

O convênio prevê a participação de alunos da ABDA em Ligas de Treinamento do Sesi-SP, capacitação profissional gratuita em cursos do Senai-SP e cursos de empreendedorismo no Sebrae-SP.

No Sesi-SP, o Treinamento Esportivo é a área de estímulo à prática esportiva situada entre os projetos Atleta do Futuro e Rendimento Esportivo. Participam jovens de 10 a 17 anos que têm predisposição natural para uma das modalidades ofertadas: atletismo, natação e polo aquático. O programa vai além da prática esportiva, pois trabalha valores como ética, disciplina, motivação, liderança e trabalho em equipe, tudo com o objetivo de promover a formação do cidadão e a transformação do jovem como atleta.

O Senai de Bauru disponibilizará cursos gratuitos de Formação Inicial e Continuada nos seguintes títulos: Auxiliar Mecânico de Motocicletas (duas turmas), Inspetor da Qualidade, Ajustador Mecânico, Costureiro de Máquina Reta Overloque. São cursos de 160 horas que capacitam mão de obra e proporcionam oportunidades de rápida inserção no mercado de trabalho.


Imagem relacionada a matéria - Id: 1540360090

Skaf na assinatura de convênios com a a Associação Bauruense de Desportos Aquáticos. Foto: Ayrton Vignola/Fiesp

Sesi-SP luta, mas perde primeira partida da final da Superliga de vôlei

Graciliano Toni, Agência Indusnet Fiesp

O Sesi-SP jogou muito, mas erros no saque deram vantagem ao Sada Cruzeiro na primeira partida da final da Superliga 2017/18 de vôlei masculino, no Ginásio do Ibirapuera. O time de Minas venceu por 3 a 2, com parciais de 25 a 23, 25 a 27, 26 a 24, 22 a 25 e 15 a 12.

A segunda e última partida será disputada no Mineirinho, ginásio em Belo Horizonte, no dia 6 de maio, com tansmissão pela Rede Globo e pelo canal de TV por assinatura SporTV. Em caso de vitória do Sesi-SP haverá disputa do golden set, em 25 pontos.

Começaram o jogo pelo Sesi-SP William, Lucão, Lipe, Douglas Souza, Gustavão, Murilo e Alan. Entraram Franco, Aracaju, Piá e Evandro.

Depois da partida, Lipe disse em entrevista ao canal de TV por assinatura SporTV que o Sesi-SP jogou bem, mas errou muito no saque.

Imagem relacionada a matéria - Id: 1540360090

Paulo Skaf com o líbero Murilo, da equipe de vôlei do Sesi-SP. Foto: Helcio Nagamine/Fiesp

A partida

William sacou errado, e o Cruzeiro saiu na frente. Erro de saque do Cruzeiro, com Simon, deu o empate. Lipe foi para o saque, mas Cruzeiro fez. O Cruzeiro começou a abrir vantagem, depois de Alan atacar bem. Gustavão sacou, mas Leal cortou e tomou o ponto. 4 a 2. Na sequência Leal sacou bem. Nova pancada em seguida, e na disputa Leal cortou e marcou de novo, 6 a 2.

Douglas Souza descontou, encaixando entre os dois bloqueadores. 6 a 3. Depois veio o 7 a 3. Lipe recebeu e já levantou para Lucão cravar. 7 a 4. Douglas Souza sacou, mas não evitou o 8 a 4. Evandro sacou bem, o Sesi defendeu, mas depois parou no bloqueio de Simon, 9 a 4. E o Cruzeiro fez mais 2. Lipe descontou, 11 a 5. Lucão sacou para fora. Uriarte sacou na rede, 6 para o Sesi-SP. William devolveu o erro, também na rede.

Simon no saque, troca de bolas, Lipe cortou no pé de Simon. Depois errou o saque, mas compensou com nova bela cortada. 15 a 9 para o Cruzeiro. Leal sacou na rede, para o décimo do Sesi-SP. Lipe cortou para fora, 16 a 10.

Isac sacou, Douglas encaixou bem o ataque, evitando o bloqueio, sacou com uma bela pancada, e depois Lucão subiu bem e matou o ponto. 16 a 12

Depois veio o 13º, e ainda com Douglas Souza no saque, o 17º ponto do Cruzeiro. Uriarte sacou na rede. Lucão fez ace, para 17 a 15. Um belo bloqueio do Sesi-SP lhe permitiu encostar, 17 a 16. Rodriguinho entrou e errou seu primeiro saque.

Simon sacou para fora, 19 a 18, e depois o Sesi-SP empatou com um belo bloqueio após o saque de Lipe. A virada parecia ter vindo com a cortada pra fora de Simon, mas o desafio mostrou toque no bloqueio.

Com Uriarte no saque, 21 a 19 para o Cruzeiro. Bola na antena deu o vigésimo ponto ao Sesi. Lucão cravou de novo do meio da rede depois do saque de Gustavão, e o Sesi-SP empatou, mas Evandro pôs de novo o Cruzeiro na frente. Tempo pedido pelo Sesi-SP quando o Cruzeiro vez 23 a 21.

Com Leal no saque, Lipe marcou. O Sesi-SP fez a inversão, com Evandro e Franco, e com a saída de Alan e William, que voltaram em seguida, no 24 a 22.

Douglas sacou para fora, e o Cruzeiro fechou o primeiro set em 25 a 23.

Imagem relacionada a matéria - Id: 1540360090

Partida foi dura e equilibrada, com erros de saque prejudicando o Sesi-SP. Foto: Helcio Nagamine/Fiesp

O segundo set começou com belos lances. Levantamento de Uriarte e ponto, compensado depois pelo Sesi-SP com boa encaixada de Alan. O Cruzeiro começou a abrir vantagem. Leal cortou bem, no canto da quadra, para o Cruzeiro virar e abrir em seguida com bloqueio de Rodriguinho em cima de Alan, 5 a 3. Evandro aumentou a vantagem. Com Leal no saque, o Sesi-SP atacou e ganhou o ponto com o bloqueio para fora do Cruzeiro, que depois fez 7 a 4. Lucão descontou, mas o saque de Douglas Souza não segurou. 8 a 5. Aí Alan encaixou na quina oposta da quadra, para 8 a 6. O Cruzeiro marcou de novo, 9 a 6, mas o Sesi-SP tomou o ponto no saque de Rodriguinho. William sacou, e a sequência de jogadas foi encerrada com dois-toques do Cruzeiro, levando a partida para 9 a 8.

De novo o Cruzeiro abriu vantagem, chegando a 12 a 9. Lipe no saque no 11 a 9, na rede, e o Cruzeiro foi a 12. Douglas Souza atacou bem depois do saque de Gustavão, em seguida Lucão bloqueou bem para o 12 a 11. E o empate veio graças a Douglas Souza, após levantamento de Willian, do outro lado da quadra.

Cruzeiro voltou a abrir 2 de vantagem com saques de Leal, depois 3, com ataque do próprio Leal. Tempo no 15 a 12.

Franco entrou no lugar de Alan no 16 a 12. Houve erro de Leal no saque, e Franco sacou em seguida, com ace. Depois o Sesi-SP encostou, 16 a 15, com belo bloqueio de Lucão.  Franco então sacou na rede.

Isac sacou para fora, 17 a 16. Saque de Douglas Souza, ataque de Lipe, bloqueio para fora, e empate em 17 a 17. Toque na rede de Lucão deixou o Cruzeiro na frente de novo, mas o empate veio. E o Sesi-SP passou na frente, com bloqueio de Lucão.

Lipe desempatou de novo, 20 a 19. William sacou muito bem, na linha, 21 a 19 com ace. Evandro diminuiu, Simon sacou, e um belo rali encerrado com ponto do Cruzeiro após Uriarte mergulhar para salvar um bola e depois matar o ponto. Empatou.

O Sesi-SP fez 22 a 21, depois veio o empate. Virada com bloqueio de Evandro, e pedido de tempo pelo Sesi-SP no 23 a 22.

Franco empatou. Gustavão sacou, defendeu bem, mas o ponto acabou com cortada de Isac. Leal sacou para fora, 24 a 24. Franco sacou forte em Leal, e o ponto terminou com bloqueio de Douglas Souza. Set point para o Sesi-SP, e pedido de tempo pelo Cruzeiro. Empate na pancada de Isac, que sacou em seguida para fora. Novo set point. Douglas Souza no saque, toque na rede de Filipe depois de troca de bola meio desordenada, e o Sesi-SP fechou o set e fez 1 a 1 na partida.

O Cruzeiro confirmou o saque no início do terceiro set, mas o Sesi-SP empatou em seguida. Lipe, no saque, não evitou o ponto para o Cruzeiro. Empate. Gustavão sacou, mas o ponto foi para o adversário. Empate no saque para fora do Cruzeiro. Franco no saque, 4 a 3, mas em seguida sacou para fora.

Isac sacou, defesa não funcionou, 5 a 4. Empate na condução de Simon. Douglas Souza sacou, mas Leal não deu chance e cravou a bola para 6 a 5. Lipe empatou. Lucão no saque, Simon encaixou bela pancada. E continuou a disputa ponto a ponto.

William sacou, mas o Cruzeiro passou à frente de novo com Leal, 9 a 8. Franco atacou bem, depois de belo passe de William. Lipe no saque não evita nova passagem do Cruzeiro à frente, 10 a 9. Empate em mão na rede de Evandro, depois de dar uma cotovelada na boca de Isac.

Ponto confirmado por Lucão após saque de Gustavão. 11 a 10, para o empate em seguida. Leal sacou, Franco matou. 12 a 11. Franco sacou para fora, permitindo o empate. Com Isac sacando, empate do Sesi-SP.

Douglas Souza sacou, mas o Cruzeiro marcou e passou à frente. Lipe empatou de novo. Lucão sacou para fora. Em 16 a 15, Simon sacou na rede.

Lipe sacou depois de pedir apoio da torcida, mas o Cruzeiro fechou o ponto. Empate no saque para fora do Cruzeiro. Gustavão sacou, Douglas Souza fintou e colocou a bola, em vez de cortar. Depois empate em 18 a 18. E Leal sacou para fora.

Alan e Evandro entraram na inversão, com a saída de William e Franco. E Alan encaixou bem a bola, fazendo 20 a 18 e levando a pedido de tempo pelo Cruzeiro. O Sesi-SP não confirmou o ponto no saque de Evandro. 20 a 19, e saque de Isaac, anulado por ataque de Douglas Souza, que depois sacou na rede. 21 a 20, depois o Sesi-SP abriu para 22 a 20 com Lipe. Não conseguiu aproveitar a vantagem, e o Cruzeiro empatou. Pedido de tempo, e desfeita a inversão, Lipe levou o Sesi-SP à frente de novo. No saque de William, Uriarte deixou de segunda e marca. Simon fez ace no saque, e o Cruzeiro foi para o set point, que Franco não deixou ganhar.

Lipe sacou forte, mas o Cruzeiro ganhou o ponto. Novo set point, com Uriarte no saque e ponto confirmado por Isac. O Cruzeiro fez 2 sets a 1 no jogo.

O quarto set começou com saque para fora do Cruzeiro. William sacou, mas o Cruzeiro empatou. Lipe sacou na rede, e o Cruzeiro reempatou. Gustavão sacou bem, o Sesi-SP fez 4 a 2, o Cruzeiro encostou de novo, Lucão cortou sem bloqueio para 5 a 3. Em erro de Filipe, 6 a 3.

Franco sacou na rede, Isac foi para o saque, cruzado, e o Cruzeiro confirmou. Novo saque cruzado, em Murilo, mas Franco matou o ponto. Douglas Souza sacou, e o Cruzeiro voltou a encostar, 7 a 6. Depois do saque do Cruzeiro, toque na rede de Uriarte. Lucão foi para o saque em 8 a 6, mas Leal bateu forte do meio e fez o sétimo. O Cruzeiro empatou em seguida. William sacou com o Sesi-SP na frente de novo, e Lipe confirmou. 10 a 8.

Tempo pedido pelo Cruzeiro no 11 a 8. Pancada de William no saque, depois anulada por ataque forte de Leal. 11 a 9. Simon sacou na rede. Lipe sacou, Douglas Souza atacou, e o bloqueio jogou para fora. Depois seu saque curto não funcionou. 13 a 10. Lipe encaixou no fundo da quadra, para 14 a 10 e saque de Gustavão, que Evandro não deixou se transformar em ponto. 14 a 11. Saque forte de Leal defendido por Douglas Souza, e o longo ponto terminou sendo vencido pelo Sesi-SP no bloqueio. 15 a 11. O Cruzeiro descontou, fazendo seu 12º ponto. Douglas Souza descontou em seguida, abrindo novamente 4 pontos. O 17º veio depois do saque de Douglas Souza. O Cruzeiro teve calma para reduzir de 5 para 3 pontos a diferença. 17 a 14.

Evandro sacou na rede na volta do tempo pedido pelo Sesi-SP. Lucão sacou forte, a bola voltou de graça, mas o Sesi-SP não aproveitou, e depois de longo rali Simon cortou como se não houvesse bloqueio.

Depois de saques de Uriarte, ataque para fora de Douglas Souza, bloqueio de Simon e ataque de Leal permitiram ao Cruzeiro fazer dois pontos seguidos e empatar. O Sesi-SP voltou à frente com ataque de Lipe. Simon cravou, empatando de novo. Foi para o saque e errou.

Lipe sacou para fora. 20 a 20. E a virada veio depois de saque de Uriarte, ataque de Isac e bloqueio para fora. O Sesi-SP pediu tempo. Na volta, Franco pôs o Sesi-SP na frente de novo, mas Aracaju sacou mal, o que também aconteceu com Leal. 22 a 22. Douglas Souza marcou e deu de novo vantagem ao Sesi-SP. E o set point veio.

Piá entrou no lugar de William. Alan sacou forte, Serginho defendeu, Filipe jogou para fora, e o Sesi-SP empatou a partida em 2 sets a 2.

O jogo foi para o tie-break, começando com saque de William que bagunçou a defesa do Cruzeiro e permitiu a Lipe só colocar a bola. 1 a 0. O dois-toques de Douglas Souza deu o empate. Leal atacou e fez 2 a 1 para o Cruzeiro. Uriarte fez ace. Simon ganhou o quarto ponto em bloqueio.

O Cruzeiro foi abrindo vantagem, até a mudança de lado no oitavo ponto, com diferença de 4 pontos. Evandro sacou para fora, e o Sesi-SP fez o quinto. Nova inversão do Sesi-SP. Lipe matou o ponto depois do saque de Douglas Souza, e depois garantiu o seguinte com bloqueio. 8 a 7, e tempo para o Cruzeiro. Franco marcou o oitavo, e Lipe, num toquinho, pôs o Sesi-SP na frente, em 9 a 8. Isac empatou. Ainda com Uriarte sacando, abriu 2 pontos, 11 a 9. Lucão achou uma clareira no meio da quadra e reaproximou o placar. Em seguida sacou, e o ponto de empate veio em toque na rede de Leal.

O saque seguinte de Lucão foi na rede. Eder entrou sacando bem, e o Cruzeiro abriu para 14 a 11 e o match point. Alan atacou bem e não deixou a partida terminar. William sacou, mas Leal atacou sem chance de defesa, e o Cruzeiro venceu o primeiro jogo da final.

Diversificação no agronegócio, com empreendedorismo, para gerar trabalho, recomenda Skaf em Presidente Prudente

Agência Indusnet Fiesp

O presidente da Fiesp, Ciesp, Sesi-SP e Senai-SP, Paulo Skaf, assinou convênios do Programa Atleta do Futuro (PAF) com seis municípios da região de Presidente Prudente nesta quarta-feira (18 de abril). Em entrevista coletiva depois da cerimônia de assinatura, Skaf destacou o potencial na região para a diversificação do agronegócio. “Do que esta região precisa é trabalho e empreendedorismo.”

Imagem relacionada a matéria - Id: 1540360090

Paulo Skaf na cerimônia de assinatura do PAF com municípios da região de Presidente Prudente. Foto: Ayrton Vignola/Fiesp

Assinaram o convênio os municípios de Mirante do Paranapanema, Pauliceia, Junqueirópolis, Dracena e Panorama. Além desses, o município de Presidente Prudente assina o termo de parceria em Qualidade de Vida, que beneficiará pessoas com deficiência. Depois Skaf assinou na Escola Sesi de Santo Anastácio convênio do PAF com o município.

Imagem relacionada a matéria - Id: 1540360090

Em todo o Estado de São Paulo são mais de 100 mil alunos beneficiados pelo programa, que envolve 187 prefeituras conveniadas. Desde 2008, o Atleta do Futuro tem estimulado a prática esportiva e a cidadania de crianças e adolescentes. Além de introduzir a prática esportiva aos participantes, os alunos recebem orientação em temas transversais como saúde, trabalho, consumo consciente, meio ambiente e pluralidade cultural, dentre outros.

Os instrutores trabalham para difundir valores como ética, superação, autoestima e socialização, com o intuito de ajudar o aluno a se desenvolver de modo pleno.

Escolas do Sesi-SP recebem a visita de Paulo Skaf neste sábado

Agência Indusnet Fiesp

O sábado (14/04) foi de festa em duas unidades da rede Sesi-SP, a de São Bernardo do Campo e a de Jaú. E com a participação do presidente da Fiesp e do Sesi-SP, Paulo Skaf.

Pela manhã, em São Bernardo, na Grande São Paulo, Skaf inaugurou o novo prédio da Escola Sesi e assinou o convênio Atleta do Futuro. A escola funciona dentro do Centro de Atividades Sesi Albano Franco, na Rua Suécia, 900.

Participaram da cerimônia autoridades como o superintendente do Sesi-SP, Walter Vicioni, e o prefeito da cidade, Orlando Morando, entre outros nomes.

O novo prédio faz parte de uma série de investimentos que estão sendo feitos no Centro de Atividades e na escola, que somados ultrapassarão R$ 66 milhões. Atualmente, o Sesi-SP tem 1.600 alunos em sua escola de São Bernardo do Campo, sendo 1.088 nas novas instalações, compostas por 11 novas salas de aula, uma biblioteca escolar com acervo atualizado, um auditório com 98 lugares e salas multiuso, para atender o Ensino Fundamental II (6º ao 9º ano).

“Quero, de coração, agradecer a vocês todos por esse carinho”, disse Skaf. “Ser recebido assim num sábado, não tem preço que pague isso”.

Skaf parabenizou pais, alunos e professores, pedindo palmas para os educadores. “O justo seria aplaudir os professores todos os dias”, disse.”Não adiantaria de nada a nossa vontade se não fossem os professores do Sesi-SP”.

Na ocasião também foi assinado o convênio para formação esportiva do Programa Sesi Atleta do Futuro, que beneficiará 2.000 alunos do município em diversas modalidades.

Em todo o estado de São Paulo são mais de 100 mil alunos beneficiados pelo programa, que envolve 187 prefeituras conveniadas. Desde 2008, o Atleta do Futuro tem estimulado a prática esportiva e a cidadania de crianças e adolescentes.

Além de introduzir a prática esportiva aos participantes, os alunos recebem orientação em temas transversais como saúde, trabalho, consumo consciente, meio ambiente e pluralidade cultural, dentre outros. Os instrutores trabalham para difundir valores como ética, superação, autoestima e socialização, com o intuito de ajudar o aluno a se desenvolver de modo pleno.

Por se tratar de programa de formação esportiva com metodologia própria do Sesi-SP, as aulas esportivas são complementadas por intensa programação nos finais de semana com a participação da família. Todos os profissionais envolvidos passam por capacitações, e os alunos têm acesso a todos os materiais necessários para a prática de diferentes modalidades de esporte.

Tarde em Jaú

Depois da atividades em São Bernardo do Campo, a Escola Sesi de Jaú foi renomeada à tarde, passando a se chamar Escola Sesi Sueli Algueiro. Para comemorar, a unidade recebeu alunos e familiares para participar de diversas atividades recreativas. Tudo isso com a presença de Skaf.

Houve salas com apresentações de robótica educacional, contação de histórias, oficina de cupcake, ofícina artística, brinquedos infláveis, pintura de rosto, atividades esportivas, jogos recreativos e apresentações musicais.

Sobre a homenageada

Sueli Algueiro nasceu em 10 de abril de 1952 no município de Ibaté. E desde muito cedo se mostrou hábil na arte de ensinar. Neta de imigrantes espanhóis, ainda criança mudou-se com seus pais para Bocaina, onde cresceu.

Em 1968 matriculou-se no Curso Colegial de Formação de Professores Primários do Instituto de Educação Estadual Caetano Lourenço de Camargo, na cidade de Jaú. Logo após a conclusão, em 1970, começou a exercer a atividade docente. Sueli foi professora dedicada à alfabetização e formação básica de filhos de pequenos agricultores e de famílias simples de áreas rurais.

Graças à empatia que demonstrava e inovação na tarefa de alfabetizar, utilizando a ludicidade como ferramenta de ensino, a jovem professora começou a se destacar. Quem a conheceu afirma que era pessoa altruísta e com o dom de cativar as pessoas.

Com o passar do tempo, novas oportunidades vieram e Sueli deixou o interior do Estado. Mas continuou educando pessoas, desde crianças e jovens até altos executivos e funcionários de grandes empresas. Não importava o público, sempre fazia seu trabalho com a mesma maestria. A educadora faleceu em 23 de junho de 2015 e agora recebe justa homenagem de uma vida dedicada à docência.



No aniversário de São Lourenço da Serra, Skaf assina com a cidade convênios do Sesi-SP

Agência Indusnet Fiesp

O presidente da Fiesp, do Ciesp, do Senai-SP e do Sesi-SP, Paulo Skaf, participou neste domingo da comemoração do aniversário de São Lourenço da Serra. Durante a cerimônia, assinou com o município acordo para implantação do Sistema Sesi-SP de Ensino e convênio para formação esportiva do Programa Sesi Atleta do Futuro.

Imagem relacionada a matéria - Id: 1540360090

Paulo Skaf durante a assinatura do PAF com São Lourenço da Serra. Foto: Helcio Nagamine/Fiesp

Graças ao Sistema Sesi-SP de Ensino serão atendidas 10 escolas municipais, com a capacitação de 113 docentes, 19 gestores e técnicos, beneficiando 1.538 alunos da rede municipal.

Com o Sistema Sesi-SP de Ensino, os municípios recebem know-how pedagógico e educacional do Sesi-SP, o que permite a transferência tecnológica do modelo educacional desenvolvido pela entidade.

Diferentemente de outros programas existentes, o Sistema Sesi-SP de Ensino não se limita à entrega do material didático e à capacitação de docentes. O modelo oferecido às prefeituras contempla a formação da equipe gestora e a realização de reuniões periódicas com o secretário de Educação de cada cidade, além do acompanhamento de todo o processo de implantação do Sistema nas escolas dos municípios.

Mais esporte

O convênio do programa Atleta do Futuro prevê o atendimento de 350 crianças e adolescentes com a prática de futebol, futsal, voleibol, judô e karatê. São parceiros a Prefeitura Municipal e a Sincoplastic Ind. e Com. de Plásticos Ltda.

Criado para estimular a prática esportiva e a cidadania, o programa vai além da prática esportiva, pois os alunos recebem orientação em temas transversais como saúde, trabalho, consumo consciente, meio ambiente e pluralidade cultural, dentre outros. Os instrutores trabalham para difundir valores como ética, superação, autoestima e socialização, com o intuito de ajudar o aluno a se desenvolver de modo pleno.

O Atleta do Futuro contempla crianças e jovens entre 6 e 17 anos, e as atividades estão organizadas em três fases, adequadas para cada faixa etária. Na fase que compreende crianças entre 6 e 8 anos, os instrutores trabalham para promover qualidade de vida, integração e socialização por meio de jogos e brincadeiras lúdicas. A partir dos 8 anos, os participantes iniciam a prática esportiva, conhecendo as diversas modalidades e suas diferenças.

Então, dos 11 aos 17 anos, os alunos optam por uma modalidade e realizam treinos específicos. Nesta fase, os atletas podem representar a equipe do Sesi-SP em competições estaduais e nacionais.

Por se tratar de programa de formação esportiva com metodologia própria do Sesi-SP, as aulas esportivas são complementadas por intensa programação nos finais de semana com a participação da família. Todos os profissionais envolvidos passam por capacitações, e os alunos têm acesso a todos os materiais necessários para a prática de diferentes modalidades de esporte.

Em Valinhos, Skaf destaca oportunidade dada pelas novas escolas do Sesi-SP

Agência Indusnet Fiesp

Ao inaugurar neste sábado (10 de março) a nova unidade educacional do Sesi-SP em Valinhos, Paulo Skaf, presidente da Fiesp e do Sesi-SP, destacou as oportunidades geradas pelas novas escolas em vários cantos do Estado. “São escolas moderníssimas, de primeiro mundo, que vão dar oportunidades a milhões de crianças, milhões de brasileiros.” A nova escola do Sesi-SP de Valinhos recebeu aporte de R$ 55,2 milhões e atende a 1.152 alunos no Ensino Fundamental e 288 no Ensino Médio.

Como parte da comemoração pela inauguração da escola, um show, com entrada grátis, do grupo Demônios da Garoa, interpretando diversos sucessos do compositor Adoniran Barbosa, filho de Valinhos.

A escola foi construída em terreno de 17 mil metros quadrados e tem 13,6 mil metros quadrados de área construída, sendo um prédio vertical com térreo e mais quatro pavimentos. No total são 36 salas de aula, dois laboratórios de informática, dois de ciência e tecnologia, duas salas de vivências teatrais, duas salas de música, duas salas multidisciplinares e uma área de convivência. Também há biblioteca escolar com acervo atualizado, refeitório com cozinha e despensa e quadra poliesportiva coberta dupla, com vestiário anexo e duas salas para a prática de luta e dança.

Esses modernos ambientes pedagógicos foram projetados para oferecer educação de qualidade a todos os alunos. A escola oferece Ensino Fundamental em tempo integral do 1° ao 5º ano, o que permite que os alunos permaneçam nos períodos da manhã e tarde na escola realizando vivências de esporte, arte, cultura e tecnologia, além das refeições diárias compostas de café da manhã, almoço e lanche da tarde.

Imagem relacionada a matéria - Id: 1540360090

Paulo Skaf na escola do Sesi-SP de Valinhos inaugurada neste sábado (10 de março). Foto: Ayrton Vignola/Fiesp

Cosmópolis vai respirar cultura com a Estação Sesi-SP, afirma Skaf

Agência Indusnet Fiesp

Cercado por super-heróis, o presidente da Fiesp e do Sesi-SP, Paulo Skaf, inaugurou nesta sexta-feira (9 de março) a Estação Sesi de Cultura de Cosmópolis. Mulher-Maravilha, Hulk, Batman, Homem-Aranha e outros combatentes do crime são referência à Gibiteca da Estação Sesi de Cultura, que oferece aos leitores de quadrinhos as novidades do setor, de gibis nacionais a HQs consagradas. “As pessoas vão respirar cultura aí dentro”, disse Skaf durante entrevista coletiva em Cosmópolis.

Também há uma Sala Audiovisual, estruturada para a projeção de filmes de diversos gêneros, documentários e animações. E a Estação tem área voltada inteiramente às crianças, a Brinquedoteca. Ali, tudo é lúdico e pensado para estimular a imaginação da criançada, que poderá se divertir com os livros infantis e brinquedos de todos os tipos. E a Área de Convivência vai abrigar shows, concertos, contações de histórias, exposições e outras atividades artísticas, além de ser um ponto de encontro para uma conversa entre amigos ou para ler um livro.

A Estação Sesi-SP de Cultura funciona de segunda a sexta-feira, das 8h às 20h30, e das 10h às 17h30 aos sábados. Todas as atividades são gratuitas. Com 609 metros quadrados, o local oferece aos trabalhadores da indústria, seus dependentes e toda a comunidade atividades artísticas em suas mais diversas formas – literatura, música, teatro, exposições e cinema.

Além do aspecto cultural, a estação será importante espaço de inclusão digital e tecnológica, dando aos usuários acesso a múltiplas plataformas de consulta e pesquisa. Eles poderão ler um dos 3.000 livros da biblioteca, que inclui autores clássicos e atuais, ou utilizar um dos 10 computadores do Espaço Multimídia para navegar na internet.

Imagem relacionada a matéria - Id: 1540360090

Skaf na Estação Sesi-SP de Cultura de Cosmópolis. Foto: Ayrton Vignola/Fiesp

Escola dá às pessoas seu maior patrimônio, afirma Skaf em Barretos

Agência Indusnet Fiesp

“Inaugurar uma escola é inaugurar um espaço muito especial, que vai dar a milhares de pessoas seu maior patrimônio, que é o conhecimento, a educação”, disse o presidente da Fiesp e do Sesi-SP, Paulo Skaf, neste sábado (3 de março) em Barretos. Ele participou da cerimônia de inauguração da Escola Sesi de Barretos, que passa a se chamar Centro de Atividades Maria Aparecida Junqueira Pamplona de Menezes.

Antoine Skaf Neto, filho de Skaf, falou em nome da família ao agradecer à indústria paulista pela homenagem feita a sua avó, que foi professora em Barretos e cujo nome foi usado para batizar a nova escola do Sesi-SP.

Além da estrutura para prática de esporte já existente na escola, o Centro de Atividades passa a contar com nova piscina em sua estrutura. O investimento total no Sesi de Barretos é de R$ 34 milhões.

A Escola Sesi de Barretos tem modernos ambientes pedagógicos projetados para oferecer educação de qualidade a todos os alunos. A unidade tem 19 salas de aula, uma sala de treinamento para docentes, dois laboratórios de informática, um laboratório de ciência e tecnologia, um laboratório de química e biologia e um laboratório de física. Também há biblioteca escolar com acervo atualizado, sala multidisciplinar, sala de vivências teatrais, sala de vivências musicais, duas quadras poliesportivas cobertas com vestiários e a recém-entregue piscina semiolímpica.

A escola oferece ensino fundamental em tempo integral do 1° ao 5º ano, o que permite que os alunos permaneçam nos períodos da manhã e tarde na escola realizando vivências de esporte, arte, cultura e tecnologia, além das refeições diárias compostas de café da manhã, almoço e lanche da tarde. A escola tem 736 alunos nos ensinos Fundamental e Médio.

Elogiando a estrutura da nova escola, o prefeito de Barretos, Guilherme Ávila, parabenizou Skaf pela transformação na educação que vem promovendo. “É de pessoas assim que o Brasil precisa. Tenho muita fé que muitas coisas o senhor ainda vai trazer para Barretos, para São Paulo e para o Brasil.”

Imagem relacionada a matéria - Id: 1540360090

Paulo Skaf na inauguração da nova escola do Sesi-SP em Barretos. Foto: Ayrton Vignola/Fiesp

Como parte da comemoração pela inauguração da nova unidade do Sesi-SP, o violeiro Almir Sater fez uma apresentação. Com uma jornada musical que completa mais de 30 anos, Almir compõe uma atmosfera que revive a essência simples do interior. Acompanhado de sua viola caipira, apresentou composições que marcaram sua carreira, como Tocando em Frente, e canções de seu novo álbum AR (Almir Sater e Renato Teixeira).

Além de compositor e violeiro, cativou o público ao participar de diversas novelas como Pantanal, Rei do Gado e Ana Raio e Zé Trovão.

Oportunidade de receber educação completa, diz Skaf sobre escolas do Sesi-SP

Agência Indusnet Fiesp

“Será cada vez mais um templo sagrado do conhecimento”, afirmou o presidente da Fiesp, do Ciesp e do Sesi-SP, Paulo Skaf, ao inaugurar nesta sexta-feira (2 de março) a nova Escola Sesi São José do Rio Preto. A unidade, que funciona dentro do Centro de Atividades Jorge Duprat Figueiredo, recebeu investimentos de R$ 34,6 milhões e atende 928 alunos nos ensinos Fundamental e Médio. “As crianças terão oportunidade de receber educação completa”, disse Skaf. “Para que todas possam crescer na vida, em todos os sentidos.”

O prédio vertical, com térreo e mais dois pavimentos, tem 18 salas de aula, dois laboratórios de informática, um de física, química e biologia, laboratório de ciência e tecnologia, além do novo FabLab Sesi-SP. Também há biblioteca escolar com acervo atualizado, sala de vivências teatrais, sala multidisciplinar e uma área de convivência.

Esses modernos ambientes pedagógicos foram projetados para oferecer educação de qualidade a todos os alunos. A escola oferece Ensino Fundamental em tempo integral do 1° ao 5º ano, o que permite que os alunos permaneçam nos períodos da manhã e tarde na escola realizando vivências de esporte, arte, cultura e tecnologia, além das refeições diárias compostas de café da manhã, almoço e lanche da tarde.

FabLab Sesi-SP

FabLab, abreviação do termo em inglês fabrication laboratory, é uma plataforma de prototipagem rápida de objetos físicos e está inserida em uma rede mundial de quase oito centenas de laboratórios. Tem como base o conceito da participação colaborativa do aluno e da comunidade local, que trocam informações para a execução de um projeto e contam com o apoio de uma rede internacional.

O objetivo destes laboratórios é ser um ponto de encontro e conexão de ideias, as quais são materializadas através da fabricação digital, eletrônica e programação.

O FabLab Sesi-SP tem equipamentos modernos para que o aluno seja estimulado a aprender fazendo. São compostos por impressora 3D, cortadora a laser, fresadora, cortadora de vinil, prensa térmica e bancada eletrônica.

Imagem relacionada a matéria - Id: 1540360090

Escola inaugurada em Rio Preto por Paulo Skaf teve investimento de R$ 34,6 milhões. Foto: Ayrton Vignola/Fiesp

Em Rio Preto, Skaf destaca agenda positiva da indústria

Agência Indusnet Fiesp

O presidente da Fiesp, Ciesp, Sesi-SP, Senai-SP e Sebrae-SP, Paulo Skaf, viajou nesta quinta-feira (1º de março) para a região de São José do Rio Preto. Durante entrevista à TV Band, em Rio Preto, Skaf destacou a agenda positiva das entidades da indústria, contribuindo para o desenvolvimento paulista e brasileiro, ajudando as pessoas e dando oportunidade aos jovens.

“É muito importante que as pessoas saibam os investimentos da indústria, na educação, na formação profissional, na cultura, no esporte, no empreendedorismo”, afirmou Skaf, listando ações como a renovação de convênios do Sesi-SP nas áreas de ensino e esporte e a inauguração de escolas modernas e equipadas.

Nesta quinta-feira, Skaf assina em Catanduva a renovação do acordo do Sistema Sesi de Ensino com os municípios de Catanduva e Paraíso. Também assina renovações do Programa Sesi-SP Atleta do Futuro (PAF) com diversos municípios da região de São José do Rio Preto. No total, 1,8 mil alunos serão beneficiados.

Imagem relacionada a matéria - Id: 1540360090

Convênios assinados por Skaf com Catanduva e Paraíso beneficiarão 10.000 alunos da rede municipal. Foto: Ayrton Vignola/Fiesp

A renovação do Sistema Sesi-SP de Ensino em Catanduva prevê atendimento para 34 escolas de Educação Infantil e Ensino Fundamental, com a capacitação de 377 docentes, 53 gestores e técnicos e beneficiará 8.280 alunos da rede municipal.

O convênio com o município de Paraíso inclui três escolas, a capacitação de 72 profissionais da educação, entre docentes e gestores, e atenderá 1.047 alunos da rede municipal.

Com o Sistema Sesi-SP de Ensino, os municípios recebem know-how pedagógico e educacional do Sesi-SP, o que permite a transferência tecnológica do modelo educacional desenvolvido pela entidade.

Diferentemente de outros programas existentes, o Sistema Sesi-SP de Ensino não se limita à entrega do material didático e à capacitação de docentes. O modelo oferecido às prefeituras contempla a formação da equipe gestora e a realização de reuniões periódicas com o secretário de Educação de cada cidade, além do acompanhamento de todo o processo de implantação do Sistema nas escolas dos municípios.

Na sexta-feira (2), das 9h às 12h, Skaf inaugura o Sesi de Rio Preto, que recebeu R$ 34,6 milhões em investimentos. A unidade, que funciona dentro do Centro de Atividades Jorge Duprat Figueiredo, atende 928 alunos nos ensinos Fundamental e Médio. O prédio tem 18 salas de aula, dois laboratórios de informática, um de física, química e biologia, laboratório de ciência e tecnologia, além do novo FabLab Sesi-SP. Também há biblioteca escolar com acervo atualizado, sala de vivências teatrais, sala multidisciplinar e uma área de convivência.

A escola de Rio Preto oferece Ensino Fundamental em tempo integral do 1° ao 5º ano, o que permite que os alunos permaneçam nos períodos da manhã e tarde na escola realizando vivências de esporte, arte, cultura e tecnologia, além das refeições diárias compostas de café da manhã, almoço e lanche da tarde.

E no sábado (3) é a vez da inauguração do Sesi Barretos, que passa a ser Centro de Atividades após investimento total de R$ 34 milhões. A escola de Barretos contará com 19 salas de aula, uma sala de treinamento para docentes, dois laboratórios de informática, um laboratório de ciência e tecnologia, um laboratório de química e biologia e um laboratório de física, acompanhadas ainda de duas quadras poliesportivas cobertas com vestiários e a recém-entregue piscina semiolímpica. Há 736 alunos matriculados na unidade.

“Para muita coisa não precisa de dinheiro. Precisa de criatividade, esforço e trabalho”, afirma Skaf

Agência Indusnet Fiesp

Em entrevista nesta quinta-feira (1º de fevereiro) à Rádio Central 870 AM de Campinas, o presidente da Fiesp, do Sesi-SP e do Senai-SP, Paulo Skaf, mostrou que há formas de contornar a falta de recursos dos governos. “Para muita coisa não precisa de dinheiro. Precisa de criatividade, esforço e trabalho”, afirmou Skaf.

Exemplo é o Programa Atleta do Futuro, do Sesi-SP, que, explicou Skaf, aproveita a infraestrutura esportiva das cidades, muitas vezes ociosa, e leva a metodologia da instituição. Skaf nesta quinta-feira assina convênios do PAF com municípios da região de Campinas, na qual atualmente mais de 12.000 crianças e adolescentes praticam esporte graças ao PAF.

Skaf destacou o investimento em educação feito pela indústria na região, com quase R$ 1 bilhão nas escolas do Sesi-SP e do Senai-SP. “São mais de 100.000 matrículas anuais.” Também defendeu a educação de qualidade. “Temos que ter isso como meta para todas as crianças.”

Ao longo do dia Skaf firma convênios do Programa Sesi-SP Atleta do Futuro com os municípios de Aguaí, Mococa, Mogi Guaçu, Itobi, Tambaú, Caconde, Vargem Grande do Sul, Águas da Prata, Tapiratiba, São João da Boa Vista e São José do Rio Pardo. A parceria beneficiará mais de 4.000 crianças e adolescentes nos 11 municípios com a prática de diversas modalidades esportivas.

Criado para estimular a prática esportiva e a cidadania, o Programa Sesi-SP Atleta do Futuro contempla participantes entre 6 e 17 anos. Além da prática esportiva, os alunos recebem orientação em temas transversais como saúde, trabalho, consumo consciente, meio ambiente e pluralidade cultural, dentre outros. Os instrutores trabalham para difundir valores como ética, superação, autoestima e socialização, com o intuito de ajudar o aluno a se desenvolver de modo pleno.

Skaf também destacou na entrevista assinatura, com o município de Aguaí, de convênio para implantação do Sistema Sesi de Ensino em 16 escolas de Educação Infantil e Ensino Fundamental. A parceria prevê a capacitação de 207 docentes, 31 gestores e técnicos e beneficiará 3.805 alunos da rede municipal.

Com o Sistema Sesi-SP de Ensino, os municípios recebem know-how pedagógico e educacional do Sesi-SP, o que permite a transferência tecnológica do modelo educacional desenvolvido pela entidade.

“Vai fazer com que nossos alunos possam absorver melhor os conhecimentos e ter também melhor desempenho nas provas, fazendo nossos indicadores melhorarem”, destacou o prefeito de Aguaí, José Alexandre Pereira De Araújo.

Na cerimônia de assinatura do convênio, Skaf ressaltou a necessidade de buscar as oportunidades boas no momento atual, em meio à quarta revolução industrial.

Diferentemente de outros programas existentes, o Sistema Sesi-SP de Ensino não se limita à entrega do material didático e à capacitação de docentes. O modelo oferecido às prefeituras contempla a formação da equipe gestora e a realização de reuniões periódicas com o secretário de Educação de cada cidade, além do acompanhamento de todo o processo de implantação do Sistema nas escolas dos municípios.

Imagem relacionada a matéria - Id: 1540360090

Paulo Skaf na assinatura de convênio do Sistema Sesi-SP de Ensino com o município de Aguaí. Foto: Divulgação

Economia

Ao falar na rádio, Skaf também defendeu as reformas estruturais já aprovadas, como o teto de gastos e a modernização trabalhista, e as em curso, como a da Previdência e a tributária. O presidente das entidades paulistas da indústria também listou as melhoras já percebidas na economia, como o controle da inflação. “A cada dia as coisas estão melhorando na economia. A situação é muito melhor que há seis meses, e estará muito melhor daqui a seis meses.”

Também em 1º de fevereiro foi concedido a Skaf o título de cidadão guaçuano, durante evento na Câmara Municipal de Mogi Guaçu.

Skaf visita escola do futuro do Sesi-SP e inaugura unidade do Senai-SP

Agência Indusnet Fiesp

O presidente da Fiesp, Paulo Skaf, participou neste sábado (11 de novembro) de atividades em escolas do Sesi-SP e do Senai-SP, entidades que também preside.

Skaf visitou em Limeira a Escola Sesi João e Belinha Ometto. Em atividade desde o início do ano letivo, a nova escola não tem paredes internas, o que integra todos os ambientes de aprendizagem. “É uma escola experimental”, destacou Skaf. “As crianças aqui usam a criatividade em tudo. É um modelo com vistas ao futuro.”

A metodologia de ensino adotada é inovadora, com os professores mais próximos dos alunos, desenvolvendo as aulas a partir do interesse e necessidades específicas de cada estudante, sem prejuízo dos conteúdos, organizados por áreas do conhecimento.

Atualmente são atendidos 32 alunos do primeiro ano do Ensino Fundamental, que estudam em tempo integral. Outras turmas serão integradas progressivamente ano após ano. A área total do prédio, doado ao Sesi-SP pela família Ometto, é de 133 mil metros quadrados.

Imagem relacionada a matéria - Id: 1540360090

Paulo Skaf com Walter Vicioni e João Ometto na escola sem paredes do Sesi-SP. Foto: Everton Amaro/Fiesp


Em Iracemápolis, Skaf inaugurou uma Escola Senai, que tem como patrono João Guilherme Sabino Ometto, segundo vice-presidente da Fiesp. “É uma justa homenagem”, disse na cerimônia Walter Vicioni, diretor regional do Senai-SP, “O patrono é o inspirador dos alunos. Vão tê-lo como inspiração, no dia a dia. O que falta no país são bons exemplos.”

João Ometto destacou que a nova escola transformará a vida de milhares de alunos. “Acredito que a educação seja decisiva para que as pessoas tenham plena cidadania, autonomia, consciência e as melhores alternativas de uma vida digna e produtiva.”

Na cerimônia, Skaf relatou a decisão de investir nas pessoas. “E investimos também muito fortemente nas escolas. Do Sesi-SP foram mais de 100 novas, magníficas escolas. E do Senai-SP também. Hoje temos mais de 160 escolas, 16 faculdades, 60 cursos de pós-graduação. Uma grande transformação no Senai de São Paulo, que serve de exemplo para o Brasil e para o mundo.”

Skaf também assinou convênios do Programa Sesi Atleta do Futuro com as prefeituras de Iracemápolis, Cordeirópolis e Nova Odessa. Nos três municípios serão beneficiados 610 crianças e adolescentes. Em Iracemápolis, o convênio com a Prefeitura Municipal prevê a inscrição de 120 alunos para a prática de futebol. Cordeirópolis terá 340 vagas para o futsal, sendo parceiros a Prefeitura Municipal e a empresa Fundimazza. Já em Nova Odessa são 150 vagas para voleibol, em parceria com a Prefeitura Municipal e a PH FIT.

Sobre a nova Escola Senai

Em atividade desde o início do ano passado, a nova escola estará aberta para que a população possa conhecer os modernos ambientes de ensino, compostos por quatro salas de aula, três salas de teoria e uma sala de desenho. A escola tem quatro laboratórios, de Manutenção Industrial, Hidráulica e Pneumática, Metrologia e o laboratório de Informática, e também conta com seis oficinas: Manutenção Mecânica, Instalações Elétricas, Comandos Elétricos, Mecânica Automotiva, Montagem de Sistemas Automotivos e a oficina de Soldagem. Completam a estrutura uma biblioteca e um pátio de manobras para cursos da área de Logística.

A escola oferece diversos cursos de Formação Inicial e Continuada nas seguintes áreas tecnológicas: Automação Industrial, Automotiva, Educação, Eletroeletrônica, Gestão, Logística, Metalmecânica (Mecânica), Metalmecânica (Manutenção Industrial), Segurança no Trabalho e Tecnologia da Informação. Na modalidade de Aprendizagem Industrial são ofertados os cursos de Assistente Técnico de Vendas, Eletricista Industrial e Mecânico de Automóveis Leves. A previsão é de que em 2018 a unidade realize 1.200 matrículas nas modalidades de ensino oferecidas.