Com tranquilidade, meninas do Sesi-SP vencem amistoso contra Bauru

Lucas Dantas, Agência Indusnet Fiesp, de Sorocaba 

Começou a temporada para o time feminino de vôlei do Serviço Social da Indústria de São Paulo (Sesi-SP). E começou tão bem como terminou a última: com vitória. Em amistoso disputado na cidade de Sorocaba, as ‘Meninas da Vila’ derrotaram o time de Bauru por 3 sets a 0 (25/20; 25/18; 25/20) e agora se preparam para a disputa da Copa São Paulo, onde o time tentará o tricampeonato. A estreia será sábado (02/08), em Araraquara, contra o São Bernardo.

Pelo Campeonato Paulista, o Sesi-SP fará sua primeira partida dia 16/09, também em Sorocaba, contra o Araraquara.

Foi um jogo equilibrado, mas o maior talento das jogadoras paulistanas fez a diferença nos momentos mais críticos. Contando com cinco jogadoras da ultima temporada, o desentrosamento comum nesta fase do trabalho não apareceu. Carol com Bia, Mari, Pri e também com Liz, que fazia sua primeira partida. O time começou com Carol Albuquerque, Liz, Mari Cassemiro, Pri Daroit, Stefany, Bia e Suelen de líbero. Entrou Michelle Daldegan.

Imagem relacionada a matéria - Id: 1544992905

Time feminino do Sesi-SP estreia a temporada com vitória. Foto: Lucas Dantas/Fiesp


O jogo

O primeiro set não começou muito bem. Talvez sentindo ainda o início de temporada, as jogadoras entraram frias e deram quatro pontos para o Bauru, forçando o pedido de tempo do técnico Talmo de Oliveira. Aos poucos o time se arrumou, mas contínuos erros na defesa fizeram com que o Bauru mantivesse uma vantagem média de 3 pontos até 15/12. Talmo novamente pediu tempo e o Sesi-SP se acertou, marcando quatro pontos seguidos e virando para 16/15. O set ficou mais equilibrado, porém o Sesi-SP não deixou mais de liderar o placar, até Bia fechar com uma largada no meio, fazendo 25/20.

A etapa seguinte começou lá e cá. Nem Sesi-SP, nem Bauru conseguiram abrir vantagem inicial, se alternando no saque. O cenário só mudou quando Liz foi para o serviço com 4/4 e emplacou três pontos seguidos, conseguindo empurrar o Sesi-SP para uma boa vantagem. Com mais controle e bem menos erros, o time foi se consolidando na quadra e acumulando gordura, enquanto as rivais não conseguiam criar e falhavam muito na defesa. Bia, Mari e Liz se soltaram e atacavam sem serem importunadas. Com 20/13 contra no placar, o técnico do Bauru, Aírton Nascimento, pediu tempo para tentar acertar sua defesa, mas o saque preciso de Mari entrou mais uma vez, ampliando para sete pontos a diferença. O time de Bauru até tentou reagir, mas com ataque na rede, cedeu o 25º ponto, contra 18, e o set para o Sesi-SP.

O terceiro e último set foi apenas a confirmação do cenário de um jogo onde as meninas de Bauru tentavam muito, mas esbarravam na maior capacidade das jogadoras da Vila Leopoldina. A experiente Carol Albuquerque continuava usando bem seu leque de opções, enquanto Bia lembrava a todos porque teve um dos melhores bloqueios da última Superliga. Com tamanha autoridade, Talmo ainda mexeu colocando Michelle Daldegan no lugar de Stefany com 23/19, para fortalecer o passe, e chegou à vitória com 25/20.

Um quarto set foi disputado para testes dos treinadores.