Skaf defende “agenda de progresso e de emprego” ao visitar escola do Senai-SP equipada com usina de etanol

Agência Indusnet Fiesp

O presidente da Fiesp, do Sesi-SP e do Senai-SP, Paulo Skaf, esteve nesta sexta-feira (24 de novembro) em Sertãozinho para visitar a Escola Senai Ettore Zanini, que foi toda readequada para atender aos setores produtivos da região. Os investimentos realizados na unidade nos últimos anos somam R$ 47,3 milhões. “O Brasil está passando por um momento muito especial, o mundo está. Todos precisam prestar atenção. É a quarta revolução industrial. Não é o futuro, já está acontecendo”, disse Skaf.

Apesar do nome, destacou, ela não se refere somente às indústrias. Ela traz uma série de oportunidades, como novos setores e profissões. “Depende de como nós nos portarmos, de como nos adaptarmos para criar oportunidades.”

Em relação à escola do Senai, destacou que ela contém uma usina de açúcar e de álcool. “Os que vão sair daqui vão aprender na prática. E vamos implantar agora o sistema 4.0, vamos inserir inteligência artificial nesta usina.” Isso vai manter os alunos conectados com os melhores do mundo.

Segundo Skaf, a ordem é seguir em frente “sem ter medo de nada”. “Somos brasileiros, somos paulistas. Bandeirantes, somos movidos a desafios”, disse. “Temos que ter uma agenda de progresso e de emprego”.

Unidade de Produção de Etanol

Para atender ao setor sucroenergético, a escola ganhou nova área. É a Unidade Piloto de Produção de Etanol (UPPE), que inclui os setores de Fermentação, Destilaria, Utilidades – Caldeira e tratamento de água, Centro de Operação e a Central de Comando de Motores.

A escola passa a contar com importante recurso para o atendimento das demandas de serviços educacionais de todas as áreas tecnológicas da unidade e prestação de serviços para as empresas do setor sucroalcooleiro, com a possibilidade de realizar desenvolvimento e testes de produtos. A Unidade Piloto de Produção de Etanol tem capacidade de produção de 1.056 litros por dia de etanol, ocupa cerca de 500 metros quadrados e está equipada com recursos tecnológicos de alto nível.

A UPPE permite a realização de diversas pesquisas, simulações e análises. Conta com mais de 130 pontos de medição e diversos encaminhamentos de tubulações que podem ser configurados por meio de mais de 270 válvulas, que permitem diversos arranjos produtivos dentre os equipamentos, que incluem dornas, tanques, centrífuga, colunas de destilação, trocadores de calor, evaporadores, torre de resfriamento e caldeira, entre outros.

Imagem relacionada a matéria - Id: 1540127642

Paulo Skaf com alunos do Senai de Sertãozinho. Foto: Everton Amaro/Fiesp


Senai de Sertãozinho

A escola ficou aberta para visita pela comunidade, que pôde conversar com alunos e professores do Senai-SP para trocar informações sobre o perfil dos profissionais mais requisitados pelo mercado e receber orientação profissional gratuita.

Com 9.000 metros de área construída, mais do que três vezes a área anterior, a unidade tem 12 salas de aula e 16 laboratórios. Foram atualizados os de Pneumática e Hidráulica, Metrologia, Informática – CAD/CAM e Eletricidade. Além desses, a escola ganhou os novos laboratórios de Informática, Eletrônica/Comados, Instrumentação 1, Instrumentação 2, Automação de Processos, Controle de Processos, Simulação de Processos, Fenômenos de Transporte, Química Geral, Química Via Úmida – incluindo Cromatografia e Espectrofotometria, Controle de Qualidade e de Microbiologia.

A nova unidade também dispõe de três novas oficinas (Caldeiraria, Manutenção Eletromecânica e Instrumentação), e as outras cinco, que já existiam, receberam atualização tecnológica: Mecânica – Tornearia, Mecânica – Fresagem, Mecânica – Ajustagem, CNC e Solda.

A unidade oferece ensino profissionalizante em nível técnico para os cursos de Automação e Química. Também oferece formação nas modalidades de Aprendizagem Industrial para os cursos de Operador de Processos Químicos Industriais, Instrumentista Montador, Eletricista de Manutenção Eletroeletrônica, Mecânico de Manutenção, Caldeireiro, Soldador, Mecânico de Usinagem, Almoxarife e Assistente Administrativo.

E na modalidade de Formação Inicial e Continuada a unidade oferece cursos em diversas áreas tecnológicas da indústria, tais como: Construção Civil, Metalmecânica, Eletroeletrônica, Gestão, Logística e Saúde e Segurança do Trabalho.

Em 2016 a escola realizou 1.783 matrículas em todas as modalidades de ensino profissionalizante disponíveis.

Esporte

Durante a inauguração foi assinado o convênio do Programa Atleta do Futuro, do Sesi-SP, com a Prefeitura Municipal de Pontal. O acordo, em parceria com a empresa TJA Ind. E Com. S/A, beneficiará 630 crianças e adolescentes com a prática de atletismo, futebol, futsal, handebol, patinação artística e voleibol.

Apresentação Profa. Dra. Lara Liboni

Jornada da Indústria pela sustentabilidade – Sustentabilidade como Diferencial Competitivo para as Indústrias

Palestra: Desenvolvimento Sustentável e Estratégias Empresariais

Palestrante: Profa. Dra. Lara Liboni

Local: Sertãozinho (SP) – Rua José Rodrigues, 100 – Cohab Maurílio Biagi

Data: 21/10/2015

Sesi-SP assina convênio para atender 2.300 alunos da região de Ribeirão Preto

Guilherme Abati, Agência Indusnet Fiesp, de Sertãozinho

O Serviço Social da Indústria de São Paulo (Sesi-SP)  firmou convênio para a implantação do Programa Atleta do Futuro (PAF) com os municípios de  Sertãozinho, Barrinha, Viradouro, Terra Roxa e Jardinópolis em cerimônia realizada na manhã desta terça-feira (29/04), no Centro de Atividades (CAT) Nelson Abud João, em Sertãozinho, cidade próxima a Ribeirão Preto.

Por meio dessas parceiras com os municípios serão atendidos 2.300 alunos da região. O presidente do Sesi-SP e da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp), Paulo Skaf, esteve presente ao evento que formalizou a cooperação com os municípios.

“A proposta do Sesi-SP é oferecer educação completa, em tempo integral, com esporte, saúde, alimentação”, disse Skaf. “Enfim, a educação não se faz apenas dentro das salas de aula, se faz nas quadras, nos laboratórios”, completou o presidente.

Durante o seu discurso, Skaf ressaltou a qualidade de ensino das unidades do Sesi-SP. “Nossa responsabilidade é formar bons brasileiros e a educação é o caminho para isso”, destacou.

Alunos do Sesi-SP em Sertãozinho: educação completa, em tempo integral, com esporte, saúde, alimentação. Foto: Everton Amaro/Fiesp

Alunos do Sesi-SP em Sertãozinho: educação completa, em tempo integral, com esporte, saúde, alimentação. Foto: Everton Amaro/Fiesp


A cidade de Barrinha recebe o PAF para atender 280 alunos com vivências em futebol, vôlei e futsal.  Em Terra Roxa, 300 estudantes terão atendimento em  sete modalidades: futebol, caratê, vôlei, basquete, futsal e capoeira.  Outros 220 alunos serão contemplados, em Jardinópolis, com aulas de futsal, natação e futebol.

Em Sertãozinho, o programa já atende 1.240 jovens entre 6 e 17 anos, em quatro modalidades:  natação, ginástica rítmica, futebol, handebol e vôlei.  Em Viradouro, foi renovado o convênio que contempla 280 alunos com aulas de futebol, vôlei e futsal.

Skaf em Sertãozinho: foco na educação e no esporte com o apoio da rede Sesi-SP. Foto: Tâmna Waqued/Fiesp

Skaf em Sertãozinho: foco na educação e no esporte com o apoio da rede Sesi-SP. Foto: Tâmna Waqued/Fiesp


Durante a cerimônia, foram inauguradas ainda as novas instalações da unidade do CAT de Sertãozinho.

Presidente da Fiesp participa da abertura da Fenasucro em Sertãozinho

Agência Indusnet Fiesp

Paulo Skaf, presidente da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp), esteve nesta terça-feira (27/08), no município de Sertãozinho, no interior paulista, para abertura 21ª Feira Internacional de Tecnologia Sucroenergética, a Fenasucro 2013.

Durante seu discurso, Skaf ressaltou a importância da realização da feira. “É a vitrine de um setor eficiente, e que faz muito bem ao Brasil”.

Skaf (o segundo da esquerda para a direita) e autoridades na abertura da Fenasucro. Foto: Junior Ruiz/Fiesp

Skaf (o segundo da esquerda para a direita) e autoridades na abertura da Fenasucro. Foto: Junior Ruiz/Fiesp


Em seguida, o presidente pediu união aos empresários e dirigentes presentes para o enfrentamento dos atuais desafios do setor. “O setor precisa de união para defender os interesses do país. A produção de álcool é estratégica. Mas não têm sido feitos investimentos em usinas e refinarias. Precisamos superar a situação deficitária do setor, com a retomada dos investimentos”, pediu Skaf.

O presidente da Fiesp ressaltou que, sem investimentos, o Brasil poderá enfrentar uma falta de combustível, com a necessidade de importação de gasolina.

A Fenasucro 2013 prossegue até dia 30 de agosto.

Mais de quatro mil visitam a ForInd em dois dias de evento

Agência Indusnet Fiesp

Com participação importante da Fiesp, Ciesp, Sesi e Senai, apresentando soluções para o empresário local, terminou nesta quinta-feira (30), em Sertãozinho, a quinta edição da Feira dos Fornecedores Industriais do Interior de São Paulo (ForInd). A programação do evento incluiu seminários e atividades focadas na diversidade de produtos e serviços mostrada pelas empresas fornecedoras.

Em 2011, além de estimular os negócios, a ForInd apresentou uma programação com atividades e espaços voltados para fomentar o desenvolvimento da indústria e dos profissionais do setor, como rodadas de negócios, salas de crédito, entre outros eventos, como a área Desafio ForInd Sesi.

O espaço contou com equipamentos esportivos, como rede de futebol, tabela de basquete, mesa de ping pong e mesa de pebolim. Os visitantes puderam disputar e concorrer a camisetas do Sesi.

Aberta ao público, o evento contou com a participação de 120 expositores. A organização estima negócios acima de R$ 50 milhões, estimulados pelos contatos e contratos gerados a partir da feira.

Rodada de Negócios

Uma novidade foi a presença das empresas compradoras da Grande Rodada de Negócios ForInd em uma mostra, como expositoras. Elas contaram com estandes no Espaço Ceise/Ciesp, criado especialmente para apresentarem seus serviços e produtos com toda infraestrutura.

A proposta do espaço era ampliar a exposição das indústrias e empresas que integram o diversificado e forte Polo Industrial de Sertãozinho e região. A rodada foi organizada pela promotora Reed Multiplus.

Sala de Crédito

No segundo dia da ForInd, o Atendimento Empresarial da Fiesp promoveu o projeto Sala de Crédito, que reúne bancos fomentadores do desenvolvimento da indústria.

O espaço também serviu como vitrine para as empresas compradoras. Com 480 metros quadrados, acomodou os estandes da Multiplus Feiras e Eventos, do Ceise Br e do Ciesp. Uma das palestras do encontro, sobre Gestão de Compras para Pequenas e Médias Empresas, promovida pelo Dempi/Fiesp e o Ciesp Sertãozinho, contou com mais de 40 participantes.

Fiesp investirá R$ 19 milhões para reforçar ensino em Sertãozinho

Imagem relacionada a matéria - Id: 1540127642


Paulo Skaf durante anúncio de investimentos em educação em Sertãozinho, no interior de SP

Sertãozinho será alvo de mais de R$ 19 milhões de investimentos na área de educação. O anúncio foi feito nesta sexta-feira (19) pelo presidente da Federação e do Centro das Indústrias de São Paulo (Fiesp/Ciesp), Paulo Skaf, durante os encontros com líderes industriais do município e prefeitos da região de Ribeirão Preto.

De acordo com Skaf, estão previstos R$ 12,6 milhões para a implantação do Núcleo de Açúcar e Álcool no Senai local, atendendo a vocação usineira da região, e outros R$ 6,5 milhões na reforma e ampliação da escola do Sesi, para a adoção do Ensino em Tempo Integral, aquecimento das piscinas e reforma do campo de futebol com grama sintética.

“A educação de qualidade é o grande patrimônio de uma nação comprometida com o desenvolvimento econômico e social”, afirmou líder industrial.

O objetivo do Sesi-SP e do Senai-SP, segundo Skaf, é construir um modelo de ensino no qual o aluno tenha todas as ferramentas necessárias para planejar seu futuro profissional e exercer a verdadeira cidadania.

“Nossa meta é introduzir o Ensino Fundamental em Tempo Integral em todas as 179 escolas da rede, oferecer o acesso ao Ensino Médio, um dos gargalos do ensino público, e ainda dar todas as condições para a formação profissionalizante de nossos alunos”, explicou.


Nova escola em Batatais

Pela manhã, o presidente da Fiesp/Ciesp inaugurou o novo Centro Educacional do Sesi de Batatais, resultado do investimento de R$ 10,7 milhões.

Imagem relacionada a matéria - Id: 1540127642


À esq., vista parcial da fachada do Centro Educacional do Sesi de Batatais. Alunos da unidade receberam a visita do presidente da Fiesp/Ciesp, Paulo Skaf

A escola, a segunda a ser construída segundo os novos padrões de excelência da entidade – a primeira foi inaugurada em abril, em Paraguaçu Paulista –, é equipada com 12 salas de aula, laboratório de informática com equipamentos de última geração, laboratório de ciência e tecnologia com aulas introdutórias de robótica, biblioteca escolar, duas áreas de convivência com jogos de mesa para garantir mais lazer durante o recreio, além de ambientes administrativos e pedagógicos mais amplos e confortáveis.

Conforme Walter Vicioni, superintendente operacional do Sesi-SP, ao inaugurar uma escola, a entidade está reforçando o investimento em uma obra perene, que atende diversas gerações. “Somente a educação de qualidade pode garantir que o Brasil seja um grande país.”