Iniciativas Sustentáveis: Votorantim – Parcerias estratégicas para qualificar

Por Karen Pegorari Silveira

Cada vez mais empresas fazem parcerias com instituições de ensino e governo para oferecer programas de aprendizagem industrial, voltados aos jovens entre 14 e 24 anos, que tenham terminado o ensino fundamental ou estejam cursando o ensino médio. Esses cursos de qualificação técnica, com aulas teóricas e práticas nas salas de aula e ainda atividades dentro das empresas, têm carga de 6 a 8 horas diárias e não podem atrapalhar os estudos regulares. São programas de curta duração, que levam de um ano e meio a dois anos para serem concluídos e formam profissionais mais capacitados para as indústrias brasileiras com o objetivo de melhorar a competitividade.

Este também é o caso da indústria Votorantim, que utiliza o Pronatec (Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico do Governo Federal) com a finalidade de ampliar o alcance e a eficácia das suas ações. A parceria já garantiu a formação de quase 4,5 mil profissionais em 178 cursos identificados como prioritários para a Votorantim. Os cursos são financiados pelo Governo Federal e oferecidos gratuitamente à população.

Além do Pronatec, o Instituto Votorantim também estabeleceu parceria com o Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar) para a realização de 17 cursos profissionalizantes no estado de São Paulo, de acordo com as necessidades identificadas pela Citrosuco, empresa do grupo – do ramo do agronegócio. As duas iniciativas somadas alcançam 40 municípios e quase 4,9 mil profissionais.

De acordo com Tatiana Capitanio, gestora de programas do Instituto Votorantim, a articulação do Instituto Votorantim com o Pronatec, do Governo Federal, está alinhada à estratégia do Instituto. “Dessa forma conseguimos estabelecer parcerias que ampliem o alcance e a eficácia das ações. Em conjunto com as empresas do Grupo, o Instituto trabalhou para identificar as demandas das unidades por profissionais e intermediou o processo de solicitação dos cursos ao Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC)”, relata Tatiana.

Cerca de metade dos cursos solicitados foram homologados, e coube as empresas fazer a articulação com escolas e empresas do Sistema S que ofertam a formação – Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai), Serviço Social do Comércio (Sesc), Serviço Social da Indústria (Sesi) e Serviço Nacional de Aprendizagem do Comércio (Senac).

Segundo dados divulgados pela empresa, 60 cursos já foram realizados em 12 municípios, totalizando 1.442 vagas. E mais 32 cursos em outros 4 municípios, totalizando 847 vagas. No ano de 2012 mais de 2.290 pessoas foram beneficiadas, em 2013 o número chegou a 1.432 pessoas e em 2014 o volume saltou para mais de 5.940 beneficiados.

Sobre a Votorantim

A Votorantim é um dos maiores conglomerados empresariais privados da América Latina. Fundado em 1918, possui 40 mil empregados e operações em mais de 20 países – na América Latina, América do Norte, Europa, Ásia e África. O Grupo atua nos setores de cimento e concreto, metais e mineração, siderurgia, celulose, suco de laranja e energia,