Senai-SP investiu R$ 350 mi por ano nos últimos cinco anos, diz diretor técnico

Alice Assunção, Agência Indusnet Fiesp, de Marília

O Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial de São Paulo (Senai-SP) já investiu pelo menos R$ 350 milhões em melhorias estruturais e aquisição de equipamentos para suas escolas no estado de São Paulo. A conta, segundo o diretor técnico da instituição, Ricardo Terra, engloba os últimos cinco anos.

Terra apresentou na manhã desta terça-feira (06/05) os investimentos realizados na escola de Marília, município a aproximadamente 440 quilômetros da capital, nos últimos dois anos. Segundo o diretor, além dos R$ 22,5 milhões investidos na transformação de ambientes e aquisição de novos maquinários, mais R$ 1 milhão deve ser investido ainda este ano para outras melhorias na unidade.

Ricardo Terra: mais R$ 1 milhão deve ser investido ainda este ano para outras melhorias na unidad Foto: Ayrton Vignola/Fiesp

“Por ser um polo expressivo, que é referência para o país no segmento de alimentos, nós, do Senai-SP, temos dado uma importância bastante significativa para essa unidade”, disse Terra. Fábricas de companhias como a Nestlé, Marilan, Dori e Coca Cola, todas do segmento de alimentos e bebidas, estão instaladas na cidade.

A capacitação da unidade do Senai-SP em Marilia para a indústria de alimentos foi incrementada com a criação de três cursos: Laticínios e Bebidas, Carnes e Fabricação de Chocolates. Também foi construído na unidade um laboratório para prestar serviços, como pesquisas, ao setor.

Os segmentos de Eletroeletrônica e Metalomecânica também receberam melhorias. Foram comprados novos equipamentos para as oficinas de Fresa, Retífica, Tornearia a CNC e Usinagem a CNC.  Um outro laboratório, de Automação Predial, foi construído.

“Estamos vendo notícias de perda de crescimento do país e na nossa cidade há uma inversão desse processo. A nossa indústria está se desenvolvendo, mas ela não se desenvolve sem mão de obra, e o Senai-SP tem dado grande contribuição para o crescimento da nossa cidade. Há perfeito entrosamento entre prefeitura e Senai-SP”, afirmou o prefeito de Marília, Vinícius Almeida Camarinha.

Do volume total de investimentos na escola de Marília, ao menos R$18 milhões correspondem a compra de novos equipamentos, informou Terra.

Ferrovias

Durante a apresentação, o diretor técnico do Senai-SP lembrou a parceria da escola com empresas alemãs para desenvolver capacitação para o setor ferroviário.

Segundo ele, a instituição mantém há um ano uma parceria com a Deutsche Bahn, principal empresa de transporte ferroviário da Alemanha, para buscar referências de formação profissional. A companhia alemã possui ainda uma escola que forma ao menos 600 mil alunos por ano para o setor.

“Como ficou muito tempo sem ferrovia, o Brasil ficou sem conhecimento. Você não consegue, só com a estrutura do país, formular um bom projeto com o olhar para ferrovia que virá para o Brasil”, explicou Terra.

Placa da inauguração das novas oficinas. Foto: Ayrton Vignola/Fiesp