Senai-SP investe R$ 22 milhões na modernização da escola de Birigui

O presidente da Fiesp e do Senai-SP, Paulo Skaf, inaugurou nesta sexta-feira (30) as novas instalações da Escola Senai Avak Bedouian, em Birigui, interior paulista. Com investimento de R$ 22 milhões, o novo centro de ensino atenderá 336 alunos, além de apoiar a competitividade dos setores calçadistas, sucroenergético e moveleiro.

A escola oferece programas de capacitação para segmentos considerados transversais, como eletroeletrônica e automação industrial, por atenderem diferentes vertentes produtivas, a exemplo de empresas que atuam nos ramos da metalurgia, construção civil, artefato de couro e metalomecânica.

“O Senai-SP é o berço do Senai no Brasil, e é emocionante ver um Centro de Treinamento se transformar em uma escola, especialmente neste ano quando o Senai comemora 70 anos de existência”, declarou durante a cerimônia, que contou ainda com a participação de diretores, professores, comunidade e autoridades locais.Esta inauguração faz parte da comemoração do 70º aniversário do Senai-SP. O superintendente do Sesi-SP e diretor regional do Senai-SP, Walter Vicioni, lembrou com saudosismo as ações promovidas pela entidade da indústria ao longo destas sete décadas.

Paulo Skaf, ladeado por diretores da instituição e autoridades locais, descerra a placa de inauguração das novas instalações do Senai Birigui

Skaf agradeceu a presença de todos e declarou o seu carinho pela cidade: “É sempre uma grande emoção vir a Birigui porque uma das minhas primeiras ações à frente da Fiesp foi a inauguração do Teatro da cidade em 2005”, lembrou.

A nova estrutura do centro de ensino agradou ao estudante Elvis Santos Garcia, vice-campeão de tornearia mecânica na etapa estadual da Olimpíada do Conhecimento 2011. Segundo ele, os investimentos da indústria paulista na área de educação foram decisivos para sua formação: “Agora estou me preparando para a etapa nacional da Olimpíada, e se não fosse o Senai-SP eu não teria outra oportunidade de me desenvolver”, sublinhou.

Outro ex-aluno do Senai-SP, Ricardo Graça, dono da fábrica de calçados infantis Kidy, também falou da importância da escola para sua vida profissional. “Graças ao curso técnico do Senai, aprendi um ofício e pude dar continuidade aos negócios do meu pai. Lembro que quando me formei na escola de Franca a fábrica da minha família tinha 230 funcionários; hoje tem 2.100”, concluiu.