Unidade de alimentos de Campinas tem dois projetos eleitos pelo voto popular no Inova Senai

Juan Saavedra, Agência Indusnet Fiesp

Imagem relacionada a matéria - Id: 1545192314

Mirlei Melo fazendo uma demonstração do "Petit Gateau de Café com Leite". Foto: Helvio Romeiro/CNI

Dois projetos da unidade de alimentos do Senai em Campinas, da Escola Senai Professor Dr. Euryclides de Jesus Zerbini do Senai-SP, caíram literalmente no gosto do público que visitou os estandes do Inova Senai, programa em que alunos, docentes, técnicos e consultores dos departamentos regionais do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai) em todo o país podem inscrever processos e projetos inovadores em gestão e tecnologia alinhados com interesses e necessidades da indústria brasileira.

O primeiro lugar, na votação popular, foi o projeto “Petit Gateau de Café com Leite”, dos alunos Mirlei Dias Melo, Muslim Paulino Gonçalves e Odila Ribeiro Carvalho e da docente Eniceli Rodrigues Moraes Pinto.

A unidade também arrebatou o terceiro lugar, com o projeto “Salsicha curada pelo uso da beterraba”, da professora Alessandra Palazzo e do aluno Jefferson Santos.

O “Petit Gateau de Café com Leite”, inovação para o mercado de sobremesas congeladas, tem uma embalagem que já vem com sorvete de nata. Para prepara-lo, basta colocar alguns minutos em um aparelho de micro-ondas.

Imagem relacionada a matéria - Id: 1545192314

Salsicha com beterraba. Foto: Helvio Romeiro/CNI

De acordo com a aluna Mirlei Melo, boa parte do processo de desenvolvimento teve base em análises sensoriais até encontrarem os ingredientes ideais, que utilizam soro do leite e café solúvel. O sorvete de nata foi considerado o ideal para que a combinação não ficasse demasiadamente doce.

Já o projeto “Salsicha curada pelo uso da beterraba” substitui corantes e conservantes artificiais por componentes naturais, o nitrato e o nitrito existentes na própria beterraba. O produto usa ainda carnes nobres no recheio.

Imagem relacionada a matéria - Id: 1545192314

A professora Alessandra Palazzo e alunos da unidade de alimentos de Campinas. Foto: Everton Amaro.