Mundo Senai oferece ‘degustação’ de cursos a interessados em ingressar na escola

Alice Assunção e Giovanna Maradei, Agência Indusnet Fiesp 

Imagem relacionada a matéria - Id: 1539833841

Curso de cup cake no Senai-SP Alimentos, na Barra Funda. Foto: Beto Moussalli/Fiesp

As 78 escolas dos Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial de São Paulo (Senai-SP)  abriram as portas para os moradores do entorno da unidade para apresentarem seus cursos e suas áreas de atuação. Na escola da Barra Funda, na zona oeste da capital, os moradores não só conhecem as instalações da unidade como também colocam a mão na massa, literalmente.

O Senai Horácio Augusto da Silveira está oferecendo desde quinta-feira (17/09) mini cursos de chocolataria, hambúrguer e cup cakes. São aulas com duração de até quatro horas onde os alunos aprendem a manipular os alimentos sob o padrão da indústria, controlando peso da matéria prima, as temperaturas durante o preparo e o tempo.

“O objetivo é fazer uma demonstração do que é a atuação do Senai-SP. Aqui a pessoa faz uma degustação de todas as etapas do curso, dos processos que ele pode aprender nesta unidade e, a partir dessa degustação, ela opta por algum que tem mais a ver com sua característica como profissional”, explicou a diretora da unidade da Barra Funda, Silvia Helena Carabolante.

Imagem relacionada a matéria - Id: 1539833841

Silvia Helena Carabolante, diretora da unidade da Barra Funda. Foto: Beto Moussalli/Fiesp

Sandra Aparecida dos Santos Silva, 48 anos, é enfermeira e se inscreveu para o mini curso de hambúrguer. Segundo ela, a oportunidade de conhecer como funciona um curso do Senai-SP a aproxima de ter o seu próprio negócio um dia.

“Eu quero agregar conhecimento para ter uma noção como é a manipulação de alimentos no mercado. Como eu amo culinária, eu pretendo me aperfeiçoar e buscar novos conhecimentos aqui para produzir o meu também como uma micro empresária ou coisa parecida”, afirmou Sandra.

A oficina de Sandra tem duração de quatro horas. A turma, com sete alunos, vai aprender como faz um hambúrguer com base nos padrões de fabricação de uma indústria, segundo o professor do grupo, Alan Tavella.

Imagem relacionada a matéria - Id: 1539833841

Senai-SP Alimentos Barra Funda: capricho de profissionais para os amadores. Foto: Beto Moussalli/Fiesp

“Eles aprendem não seguindo aquela receita tradicional de casa, mas com as técnicas de manipulação, cuidados com higiene, métodos de conservação, congelamento e armazenamento de produtos”, afirmou o professor. Tavella leciona no curso de Manipulação de Alimentos, oferecido pela escola.  Ele ponderou, no entanto, que as práticas desenvolvidas no mini curso “podem ser levadas para a rotina deles”.

A professora Lucilene Pino orienta na oficina que, segundo ela mesma, “está na moda”: produção e cup cake, pequeno bolo de origem inglesa que serve uma pessoa.

“A maioria é aluno de gastronomia e pessoas que querem ingressar nessa área de alimentos, eles vem pra ter um diferencial lá fora”, afirma sobre o perfil de suas turmas, cada uma com 25 alunos. “Também tem as donas de casa que querem melhorar a renda”, completa Lucilene.

Em cerca de duas de oficina, o aluno aprende como fazer e decorar um cup cake recheado. “A gente separa, pesa tudo para ter um produto padronizado então há um pouco de dificuldade nessa parte e eles vão se habituando”.

Imagem relacionada a matéria - Id: 1539833841

Cup cakes feitos pelos alunos do curso realizado durante o Mundo Senai. Foto: Beto Moussalli/Fiesp

O Senai Barra Funda oferece cursos de qualificação, com duração de dois a seis meses, dependendo da carga horária semanal, nas áreas de panificação, confeitaria, sorveteiro, pizzaiolo, salgados, confeitaria para cafeteria e manipulação de alimentos.

Na modalidade curso técnico, a unidade oferece a formação de técnico em alimentos, com duração de dois anos. A escola também oferece graduação, o curso para tecnólogo em alimentos dura três anos.

Têxtil e Vestuário

Na Escola Senai Francisco Matarazzo, no bairro do Brás, na zona leste de São Paulo, são oferecidos cursos do nível técnico a pós-graduação, ligados às áreas têxtil e vestuário. Por isso, durante o Mundo Senai, os visitantes têm a oportunidade de conhecer praticamente todo o processo de produção de uma peça de roupa, desde a produção da linha e do tecido até a parte de corte, costura e modelagem.

Na dinâmica, cada aluno apresenta a área de conhecimento que cursa. Os estudantes do curso técnico de têxtil, por exemplo, apresentam as oficinas de tecelagem e fiação enquanto os do curso de vestuário falam sobre as atividades de corte e de costura. Mas todos são unânimes em dizer que se sentem muito orgulhosos ao mostrar o que fazem e de ver a reação do grupo visitante.

“Até chega a ser prazeroso mostrar aquilo que a gente realmente gosta e que a gente trabalha. É interessante isso. Mostrar para as pessoas o que a gente idealiza para a nossa vida”, disse Elton Vasconcelos  que está no quarto semestre do curso técnico de vestuário e é um dos alunos responsáveis por guiar os visitantes pela unidade.

Não há quem não se impressione com as máquinas que fazem dos tufos de algodão, linhas ou das que transforma essas linhas em tecidos e malhas. Por isso mesmo também não são raros os visitantes que se empolgam durante a visita e já saem dela pensando no próximo curso que podem fazer.

Luciana Favato e Simone Pansera são alunas do curso via rápida de modelagem do Senai-SP. Mesmo estudando lá, ambas ficaram impressionadas ao conhecer outro lado da escola. “Dá vontade de fazer os cursos também e se aperfeiçoar mais. Cada sala que  a gente entra tem vontade de entender e saber como funciona”, testemunhou, animada, Simone.

De acordo com o coordenador técnico da escola, Paulo Sérgio Salve, muitas pessoas procuram a escola pensando apenas no “glamour” que envolve o mundo da moda, mas desconhecem todo o trabalho que tem por trás da produção de cada peça.

“O Mundo Senai é importante por causa disso. Você consegue mostrar o que realmente você faz. A pessoa não imagina o trabalho que é fazer uma roupa”, afirmou Salve.

O Mundo Senai prossegue no sábado (19/10). A Escola Senai Francisco Matarazzo está com inscrições abertas para o processo seletivo de todos os seus cursos.

Clique aqui para mais informações sobre o Mundo Senai 2013.


Escola Senai da Barra Funda ganha laboratório de ensaios em alimentos

Rosângela Gallardo, Agência Indusnet Fiesp

Imagem relacionada a matéria - Id: 1539833841

Paulo Skaf (à dir.) e alunos do Senai Barra Funda, durante inauguração do laboratório de ensaios em alimentos

O Laboratório de Alimentos da Escola Senai Horácio Augusto da Silveira, na Barra Funda, foi inaugurado nesta sexta-feira (21) com a presença dos alunos, de representantes do setor de alimentação e diretores do Sesi e do Senai-SP.

Durante o evento, Paulo Skaf, presidente da Fiesp/Sesi/Senai-SP, falou sobre a consciência da indústria da necessidade de promover educação e formação profissional de qualidade.

“Competitividade passa pela educação. Quando se fala em competitividade, todos pensam em inovação, tecnologia, política de juros, mas, sem educação, nada disso existiria”, disse Skaf ao lembrar da experiência bem-sucedida do projeto do Sesi-SP, que criou o ensino em tempo integral e a integração dos cursos com o Senai-SP.

Imagem relacionada a matéria - Id: 1539833841

Laboratório terá capacidade de realizar 180 ensaios/mês

“A única forma de dar oportunidades iguais às pessoas é por meio da educação. Prover ensino de qualidade, com alimentação, esporte e orientação pedagógica, a uma criança é promover o desenvolvimento de maneira igualitária”, acrescentou.

Segundo Skaf, esse laboratório ajudará as empresas a cumprir as normas técnicas estipuladas pelos órgãos reguladores do setor e também contribuirá para ampliar a qualidade dos produtos da indústria nacional.”A única forma de dar oportunidades iguais às pessoas é por meio da educação. Prover ensino de qualidade, com alimentação, esporte e orientação pedagógica, a uma criança é promover o desenvolvimento de maneira igualitária”, acrescentou.

Ensaios

O novo ambiente permitirá que as indústrias do setor alimentício se adequem à legislação específica de alimentos e de rotulagem da Anvisa e do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa).

O laboratório efetuará ensaios microbiológicos, físico-químicos e microscópicos nos segmentos de cereais e amiláceos; água potável; leites de derivados; açúcares e derivados; cacau, chocolates e derivados; frutas e hortaliças: óleos e gorduras; café e chás; pães, biscoitos e massas; pescados; carnes e produtos cárneos; mel, gelados comestíveis; conservas vegetais, ovos; e rações.

Análises que serão realizadas

Laboratório de Ensaios Físico-Químicos Laboratório de Ensaios Microbiológicos
Laboratório de Ensaios Microscópicos
Ensaios Físico-Químicos em alimentos e bebidas em geralIdentificação e quantificação de contaminantesResíduos de pesticidasResíduos de drogas veterináriasVitaminasMicotoxinas

Açúcares

Gorduras (colesterol, trans, mono e poliinsaturada, saturada)

Nitrogênio e proteínas

Umidade e voláteis

Resíduo mineral fixo

Composição centesimal

Micronutrientes

Metais pesados

Ensaios específicos em farinhas e massas alimentícias

Acidez

Alcalinidade

pH

Atividade de água

Substâncias voláteis e semi-voláteis

Potabilidade de água

Bacillus

Sporothermodurans e Cereus

Bactérias láticas e acido produtoras

Clostridium Perfringens e Sulfito Redutores

Bolores e leveduras

Coliformes

Salmonella sp

Determinação da Esterilidade Comercial

Enterococos (Streptococcus do grupo D)

Escherichia coli O 157 H7

Microrganismos

Aeróbios e Anaeróbios

Esporos de Microrganismos

Estafilococos

Coagulase Positiva

Microrganismos Sal

Tolerantes

Pnaenibacillus larvae

Pseudomonas aeroginosa

Vibrio cholerae e parahaemolyticus

Contagem de fungos

Elementos histológicos

Pesquisa de material estranho

Sujidades leves e pesadas

O laboratório terá capacidade de realizar 180 ensaios mensalmente, trabalhando em regime de 40 horas semanais.

Serviço
Inauguração do Laboratório de Ensaios de Alimentos da Escola Senai Horácio Augusto da Silveira
Local: Rua Tagipuru, 242, Barra Funda, Capital
Data/horário: sexta-feira (21/10), às 15h

Leia mais:

Saiba mais sobre as iniciativas do Sesi/Senai-SP na área de educação