Medalhas de ouro na Olimpíada do Conhecimento viram trainees e preparam novos competidores

Ariett Gouveia, Agência Indusnet Fiesp

Em novembro de 2012, o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial de São Paulo (Senai-SP) terminou a Olimpíada do Conhecimento com 25 medalhas de ouro. Para aproveitar esses talentos, o Senai-SP contratou alguns vencedores para se tornarem trainees e prepararem outros estudantes para as competições estadual, nacional e mundial, no caso a  WordSkills 2013, a ser realizada entre os  dias 2 e 7 de julho em Leipzig, na Alemanha.

Raul Cesar da Silva Abrantes, de 20 anos, é um dos trainees do Senai-SP. Formado em mecânico de usinagem, conseguiu um emprego logo depois que acabou o curso. Quando surgiu o convite para a Olimpíada do conhecimento, decidiu se dedicar ao treinamento. “Pedi demissão da empresa e passei um ano treinando em período integral”, conta.

Lucas: dedicação total aos treinamentos. Foto: Arquivo Pessoal

Raul: dedicação total aos treinamentos. Foto: Arquivo Pessoal

Na prova de Fresagem, ele recebe o projeto e o material bruto para confeccionar peças. “Temos que fazer o planejamento, a prova teórica, preparar a máquina e executar a peça. A somatórias desses pontos define a nossa colocação. Eu fiquei em segundo lugar, mas, no desempate, me saí melhor e fiquei com a vaga para o nacional”, explica Raul.

Na Olimpíada Nacional, o desempenho dele foi melhor. “Eu estava tão preparado que achei até fácil! No primeiro dia, só eu consegui finalizar a prova”, lembra. “Não errei nada na prova teórica e prática e terminei com a nota 99,4.”

Raul lamenta não poder ir para o WorldSkills 2013, na Alemanha (algumas categorias não têm provas na competição internacional), mas continua no Senai-SP ajudando outro estudantes.  “Depois da medalha de ouro no Nacional, surgiu a oportunidade de ser trainee no Senai ‘Almirante Tamandaré em São Bernardo’, onde treino os competidores e também dou aula na área de usinagem”, diz o trainee, que garante um bom desempenho de seus alunos na Olimpíada do Conhecimento. “Sei que estão bem preparados e treinando forte.”

Treinando futuros campeões

Atualmente treinando um aluno para a Olimpíada do Conhecimento, Lucas Medeiros de Brito, de 19 anos, é outro medalha de ouro do Senai-SP. Em 2009, ele começou o curso de ferramentaria no Senai-SP, na escola ‘Roberto Simonsen’, no Brás. “Tenho um tio que trabalhava na área e me indicou o curso. Já tinha noções do que ia aprender antes de entrar no curso e me apaixonei pela carreira desde o começo”, lembra.

Lucas: medalha de ouro e apoio aos novos competidores. Foto: Arquivo Pessoal

Lucas: medalha de ouro e apoio aos novos competidores no WordSkills 2013. Foto: Arquivo Pessoal


No terceiro semestre de curso, veio o convite para participar da etapa Estadual da Olimpíada do Conhecimento, na categoria mecânica de usinagem. Lucas terminou em segundo lugar, segundo ele, por causa do nervosismo.

“A prova leva uma semana para terminar e na execução das peças fiquei em primeiro todos os dias. Só na hora da montagem cometi erros básicos e acabei perdendo pontos”, conta. “Mas, no desempate, mais preparado psicologicamente, consegui a vaga para a Olimpíada Nacional.”

Para o trainee, a etapa Nacional foi mais tranquila. “No primeiro dia, já consegui abrir muita vantagem. Entrei na prova sabendo que tinha capacidade de ganhar, ciente do que eu podia fazer”, diz o medalha de ouro, que terminou a prova com a nota 93,8.

Lucas confessa que ficou chateado por não poder ir para o WordSkills 2013, na Alemanha, mas, como trainee, suas energias estão voltadas para outro objetivo. “Eu não pude ser, mas quero fazer um aluno do Senai-SP ser campeão mundial”.