Alunos do Sesi-SP estão entre os finalistas de concurso mundial de ciências do Google

Agência Indusnet Fiesp

É hora de torcer para um grupo de alunos do Centro Educacional do Serviço Social da Indústria de São Paulo, em Votuporanga, no interior de São Paulo. Eles estão entre os 90 finalistas do Google Science Fair, concurso científico aberto para participantes do mundo inteiro. No próximo dia 27 de junho, os organizadores da disputa vão divulgar os 15 finalistas que participarão da cerimônia de premiação dos vencedores, a ser realizada na Califórnia, Estados Unidos, onde fica o Google.

O projeto dos alunos do Sesi-SP, que já ficou conhecido como “celular salva-vidas”, envolve um sensor que, colocado em telefones móveis de modo acoplado, indica a intensidade dos raios solares, lembrando os usuários dos riscos de ficar sob o sol sem proteção nos horários mais críticos. A novidade serviria para ajudar a combater o câncer de pele. Fazem parte da equipe finalista os estudantes Amanda Ruiz, de 14 anos, Isabela dos Santos e Otávio Martins, ambos com 13 anos. Para o futuro, os três já disseram que querem estudar Engenharia Mecânica.

Outros dois projetos brasileiros estão entre os finalistas do Google Science Fair. O concurso tem como meta discutir soluções que possam “mudar o mundo”. Para os vencedores, o prêmio será uma viagem de dez dias para as Ilhas Galápagos e um montante de US$ 50 mil em financiamento para a educação.

A participação dos estudantes do Sesi foi destacada em reportagem da revista Galileu. Para ler, só clicar aqui.

Alunos do Sesi Votuporanga foram destacados em reportagem do site da revista Galileu. Foto: Reprodução Site

Alunos do Sesi Votuporanga foram destacados em reportagem do site da revista Galileu. Foto: Reprodução Site