Empregador tem que conhecer a importância da segurança no trabalho

Guilherme Abati, Agência Indusnet Fiesp

O seminário “FAP-RAT-NTEP: Efeitos na Gestão Empresarial”, realizado na manhã desta segunda-feira (29/09), na sede da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp), reuniu especialistas para discussão de direitos trabalhistas na indústria.

Para Rafael Kieckbusch, especialista em Política e Indústria da Confederação Nacional da Indústria (CNI), o entendimento sobre o Fator Acidentário de Prevenção (FAP), os Riscos de Acidente do Trabalho (RAT) e o Nexo Técnico Epidemiológico Previdenciário (NTEP) é importante, uma vez que afeta todas as empresas, empregados e segurados do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS).

“É preciso entender o processo de regulação e responsabilidade social”, disse.

Rafael Kieckbusch: com o e-Social muitas empresas terão que revisitar seus processos para atender a demanda. Foto: Tâmna Waqued/Fiesp

 

Segundo ele, os temas estão diretamente ligados à saúde das indústrias. “Estão ligados à produtividade do trabalho, que cresceu 0,9% de 2006 a 2011.”

Na visão de Kieckbusch, o aumento da produtividade ocorre com expansão de renda e emprego. “Grande desafio é aumentar a produtividade, qualificação e inovação. O que depende da legislação trabalhista e questão previdenciária”, informou.

Para ele, “o empregador tem que conhecer a importância da segurança no trabalho e oferecer o instrumento para que ela ocorra”.

Além dessas questões, o especialista abordou temas ligados aos riscos ambientais do trabalho, benefícios previdenciários, atividades de riscos, aposentadoria especial, afastamento temporário e nexos técnicos.

Outro desafio apontado pelo especialista é o e-Social, mecanismo que vem com o propósito de unificar o envio de informações trabalhistas, previdenciárias e fiscais, relativas a contratação e utilização de mão de obra onerosa, com ou sem vínculo empregatício, por canal digital único.

Com o mecanismo, segundo ele, muitas empresas terão que revisitar seus processos para atender a demanda.

“Empregadores precisam estar atentos a esses modelos de regulação”, alertou.

Acesse as apresentações disponibilizadas pelos palestrantes do seminário “FAP, RAT, NTEP – Efeitos na Gestão Empresarial”