Vôlei masculino vence primeiro jogo do Pan com três do Sesi-SP em quadra

Amanda Demétrio, Agência Indusnet Fiesp

Com três jogadores do Serviço Social da Indústria de São Paulo (Sesi-SP), a seleção brasileira masculina de vôlei venceu na tarde desta sexta-feira (17/7), a Colômbia por 3 sets a 0 (25/16, 25/13 e 25/16), na estreia da equipe nos Jogos Pan-Americanos de Toronto.

Douglas Souza, autor de oito pontos, iniciou a partida no time principal e soube aproveitar bem todos os passes e bloqueios. Thiaguinho e Rafael Araujo entraram em ação nos momentos de inversão.

A seleção brasileira começou a partida bem centrada e saiu na frente no placar, abriu vantagem e manteve uma boa distância sobre os adversários, fechando o primeiro set com 25/16. Sacando forte e trabalhando bem o bloqueio, os brasileiros passaram com facilidade pelos colombianos e garantiram os dois sets seguintes, fechando com jogo em 3 a 0.

Com o resultado, o Brasil fica em primeiro lugar no grupo, que ainda tem Colômbia, Cuba e Argentina. A seleção enfrenta neste domingo (19/7), às 14h30 (horário de Brasília), o segundo confronto do Pan contra a seleção de Cuba.

Sesi-SP tem três atletas do vôlei masculino convocados para os Jogos Pan-Americanos

Amanda Demétrio, Agência Fiesp de Notícias

A Confederação Brasileira de Voleibol (CBV) anunciou nesta terça-feira (1/7) a lista com os nomes da equipe de vôlei masculino que representará o Brasil nos Jogos Pan-Americanos de Toronto, com estreia marcada para o dia 17 de julho contra os colombianos. E o Serviço Social da Indústria de São Paulo (Sesi-SP) estará presente com três atletas, em busca de mais uma medalha na competição. O levantador Thiaguinho, o oposto Rafael Araújo e o ponteiro Douglas Souza compõem a equipe, que será comandada, inicialmente, por Maurício Motta Paes e depois por Rubinho. O Brasil está no grupo B, ao lado de Colômbia, Cuba e Argentina.

Formado nas categorias de base do Sesi-SP há cinco anos e ganhando destaque nas últimas temporadas da Superliga, Thiaguinho, que representará o Brasil em Jogos Pan-Americanos pela primeira vez, acredita que a interação entre jogadores com mais experiência em competições internacionais e atletas mais jovens resultará positivamente na busca pela décima quinta medalha na competição, mesmo com a pressão.

“É a primeira vez que vou defender o Brasil em uma competição dessa importância, então estou treinando muito forte e me preparando em todos os sentidos para chegar lá confiante e não deixar nenhum tipo de pressão interferir. Acredito que a mescla de jogadores que já têm um espaço na seleção com os que estão buscando o seu pode dar bons frutos para o Brasil durante a competição”, comentou o levantador.

Rafael Araújo em disputa pelo Sesi-SP. Foto: Divulgação/Fiesp

 

Há três anos no Sesi-SP, o oposto Rafael Araujo e o ponteiro Douglas Souza, que também participam do primeiro Pan da carreira, comemoram a convocação. “Estou muito feliz em poder jogar uma competição tão importante como o Pan e defender o Brasil. Sabemos que a pressão para o time ser campeão será grande e é o que me motiva ainda mais para fazer o melhor”, completou Rafael.

“O time é jovem, tem peças mescladas, mas estamos preparados e confiantes. Esse é o momento para a gente mostrar nosso valor, mostrar que somos capazes. Acredito que o time não vai decepcionar”, concluiu.

Douglas, que sempre acompanhou os Jogos da torcida, hoje comemora por fazer parte da equipe. “Eu vejo essa convocação como uma oportunidade. Sempre acompanhei o Pan pela televisão e agora vai ser uma honra participar. Vejo que em todos os campeonatos tem pressão, já sabemos lidar com ela. O importante é não pensar muito e entrar na quadra concentrados e focados na nossa missão”, finalizou.

Ponteiro Douglas Souza está há três anos no time do Sesi-SP. Foto: Divulgação/Fiesp

 

A seleção brasileira fará três paradas no Nordeste antes de embarcar para o Canadá. A série de amistosos preparatórios começa neste sábado (4/7) em Natal (RN), depois segue para Fortaleza (CE), no dia 6, e termina em João Pessoa (PB), no dia 11.

Rafael Araújo brilha e Sesi-SP vence Rio Claro pelo Paulista masculino de vôlei

Lucas Dantas, Agência Indusnet Fiesp

Em sua segunda partida pelo Campeonato Paulista, o time do Serviço Social da Indústria de São Paulo (Sesi-SP) não encontrou muita dificuldade para vencer na noite desta sexta-feira (22/08) o Rio Claro por 3 sets a 0 (25/23, 25/16 e 25/18). O jogo foi disputado na unidade do Sesi-SP em Piracicaba com público de 1.250 pessoas. Destaque da partida com 14 pontos, o oposto Rafael Araújo creditou a boa atuação ao entrosamento cada vez maior da equipe.

“Estamos jogando mais e melhor. O [técnico Marcos] Pacheco também armou muito bem a nossa rede e conseguimos marcar bem os caras. Eu gostei do meu jogo, mas isso foi por causa do time, que fez uma ótima partida e vai crescendo a cada dia”, disse o camisa 4.

Rafael Araújo (camisa 4): destaque do jogo elogiou atuação da equipe como um todo. Foto: Lucas Dantas/Fiesp

 

O time jogou com o levantador Marcelinho, o oposto Rafael Araújo, os centrais Riad e Aracaju e os ponteiros Mão e Alisson , além do líbero Serginho. Entraram Théo, Rogério, Thales e Thiaguinho.

Com duas vitórias em dois jogos, a equipe chega aos seis pontos na tabela. O próximo confronto pelo Campeonato Paulista será na quinta-feira (28/08) diante do São Bernardo, na casa do adversário.

O jogo

O primeiro set começou com a equipe de Rio Claro sacando forte e dificultando o passe para Marcelinho. Assim, a equipe visitante acabou abrindo 02/05 e forçando o pedido de tempo de Pacheco logo no início. Rafael Araújo chegou a acertar belo ace na volta, mas mandou o saque seguinte na rede, mantendo vantagem de dois pontos para os rivais. E com mais um erro de saque, de Alisson, o Rio Claro fechou o primeiro tempo técnico em 06/08. Após a parada, o cenário piorou e o Sesi-SP viu os adversários abrirem quatro pontos de vantagem (07/11). Com calma, valendo-se da superioridade técnica e empurrado pela torcida que lotou o ginásio, o time do técnico Marcos Pacheco trabalhou ponto a ponto até virar com dois saques preciso de Riad, para 17/16. Daí foi administrar a vantagem, aproveitando os erros cometidos pela equipe do Rio Claro e fechar em 25/23, com Alisson explorando o bloqueio rival.

Com a vitória no primeiro set, o time entrou bem mais tranquilo para a segunda etapa, sem dar chances ao rival. Com ataque inspirado e bloqueios firmes, principalmente do trio Riad, Alisson e Rafael Araújo, o time da Vila Leopoldina foi montando o resultado com autoridade, praticamente sem cometer erros. Por outro lado, o Rio Claro sacava para fora e não conseguia passar nem segurar Rafael Araújo. Quando o oposto subia na rede, era ponto de bloqueio ou de ataque. Com o jogador inspirado, e sendo o responsável pelo último ponto, o Sesi-SP fechou rápido em 25/16 e abriu 2 sets a 0 na partida.

Com tamanha superioridade, o cenário se repetiu no terceiro set. Pacheco colocou Rogério no meio no lugar de Riad, mas o nível não mudou em nada. Com segurança, poucos erros e se valendo da maior qualidade, o time da Vila Leopoldina jogou forte e com seriedade, fechando o set em 25/18 e a partida em 3 sets a 0.