Construindo a Bioeconomia – Analisando as Estratégias Nacionais de Desenvolvimento da Indústria Biotecnológica

Imagem relacionada a matéria - Id: 1539927349


Estudo produzido pela Pugatch Consilium e apresentado no Ciclo de Debates em Biotecnologia, promovido pela Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial (ABDI), em Brasília, no dia 28/04/2014, e no Workshop de Inovação em Biotecnologia, realizado na sede da Fiesp, em São Paulo, no dia 29/04/2014.

A versão original do estudo está no site da Pugatch Consilium.


Acesse a versão em Português no menu ao lado.


Fiesp realiza Workshop de Inovação e Biotecnologia nos próximos dias 29 e 30 de abril

Agência Indusnet Fiesp

Em 2030 as inovações na área de biociência poderão contribuir com até 35% da produção de produtos químicos e outros produtos industriais, 80% dos produtos farmacêuticos e produção de diagnóstico, e 50% da produção agrícola mundial. A estimativa é apontada por estudo da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OECD).

Acreditando no potencial de expansão desse setor, a Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp), em parceria com a Biotechnology Industry Organization (BIO), realizará  nos próximos dias 29 e 30 de abril, Workshop de Inovação em Biotecnologia.

De acordo com o diretor do Comitê de Biotecnologia (Combio), Eduardo Giacomazzi, o Brasil possui algumas vantagens estratégicas para fazer parte desta crescente economia global de biotecnologia. “A Fiesp acredita que teremos uma posição importante nos próximos anos. Este evento é um passo importante para iniciar uma conversa aberta sobre as melhores práticas globais na indústria de biotecnologia”, conclui.

Imagem relacionada a matéria - Id: 1539927349

Meir Perez Pugatch

O evento contará com a participação do professor Meir Pugatch, presidente da Administração de Sistemas de Saúde e Política de Divisão da Escola de Saúde Pública da Universidade de Haifa, de Israel, que  apresentará, pela primeira vez no Brasil, uma empírica e comparativa bússola política de países exemplos em estratégias de desenvolvimento de indústria de biotecnologia. Nesta segunda-feira (28/4), ele apresenta o estudo no Ciclo de Debates em Biotecnologia, promovido pela Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial (ABDI), em Brasília, e na terça-feira (29/4), ele apresenta no Workshop de Inovação em Biotecnologia, na sede da Fiesp, em São Paulo.

O estudo, realizado pela consultoria internacional  Pugatch Consilium, compara os estágios de desenvolvimento e fatores positivos e negativos para o desenvolvimento da indústria de biotecnologia entre os países do BRIC (Brasil, Rússia, Índia e China), além de Coreia, Singapura, Suíça e Estados Unidos. O relatório do estudo foi disponibilizado para download e consulta no site da Pugatch Consilium. Para acessar a versão, em Português, clique aqui.

Imagem relacionada a matéria - Id: 1539927349

Meredith Fensom, da BIO

O evento também contará com a presença de Meredith Fensom, diretora de assuntos internacionais da Biotechnology Industry Organization (BIO), organização não-governamental que reúne indústrias de biotecnologia de todo o mundo.

Recentemente, Meredith declarou que não há dúvidas de que o Brasil é um dos líderes globais na economia de biotecnologia alimentar e de agricultura, figurando como referência mundial nesta área. Para ler a entrevista completa, clique aqui.

Casos práticos de inovação no Brasil

Nos dias 29 e 30 de abril, o Workshop de Inovação em Biotecnologia, também abordará os melhores modelos de colaboração entre universidades e empresas start-ups ;  práticas de transferência de tecnologia e equipes de desenvolvimento de negócios na indústria.

Para ver a programação completa do Workshop, clique aqui.