Sesi-SP divulga lista final de aprovados para o curso do projeto Teatro Musical

Agência Indusnet Fiesp

O Serviço Social da Indústria de São Paulo (Sesi-SP) divulgou na tarde desta segunda-feira (20/01) a lista final de selecionados no processo seletivo para o curso de formação de atores em teatro musical.

São 32 aprovados para a turma da manhã e 32 aprovados para a turma da tarde. A lista inclui ainda os nomes de dez suplentes, por ordem de classificação.

>> Veja a lista de classificados e de suplentes 

Os inscritos foram avaliados em 1.028 audições, em quatro fases, no período de 10 a 17 de janeiro de 2014, e classificados por decisão inapelável da banca examinadora.  No processo seletivo foi avaliada a aptidão musical, para dança e atividade corporal e para o canto.

Audição do Teatro Musical: aptidão musical, para dança, canto e atividade corporal em análise. Foto: Tâmna Waqued/Fiesp

Audição do Teatro Musical: aptidão musical, para dança, canto e atividade corporal. Foto: Tâmna Waqued/Fiesp

 

A banca examinadora não teve a possibilidade de atender à manifestação de preferência de turno indicada pelos candidatos. Os candidatos que não puderem frequentar o curso no período para o qual foram aprovados serão substituídos pelos suplentes, que serão chamados a se matricular obedecendo à ordem de classificação.

Informações sobre documentação para solicitação de bolsa de estudo estarão disponíveis no SESI Vila Leopoldina no período destinado à matrícula, entre os dias 3 e 7 de fevereiro deste ano.

O curso profissionalizante tem carga horária de 2.000 horas, com duração de três anos. O conteúdo abrange conhecimentos teóricos e práticos nas áreas de dança, canto, música e interpretação.

As aulas têm início programado para o dia 10 de março.

Oficinas de Teatro Musical oferecem iniciação ao mundo do canto, da dança e da interpretação

Ariett Gouveia, Agência Indusnet Fiesp

Em agosto, mais uma etapa do Projeto Teatro Musical, realizado pela Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp) e do Serviço Social da Indústria de São Paulo (Sesi-SP), começou a ser colocada em prática. Na unidade Vila Leopoldina do Sesi-SP, começaram as oficinas de vivência em Teatro Musical, com o objetivo de desenvolver a expressão corporal e a liberdade criativa de crianças, jovens e adultos.

Com três turmas de 30 alunos cada, em três faixas etárias diferentes, a partir dos 12 anos, as oficinas serão realizadas de agosto a dezembro, com aulas de música e canto, dança e interpretação.

As oficinas do Teatro Musical na Vila Leopoldina: conteúdos integrados para a formação dos profissionais. Foto: Divulgação

As oficinas na Vila Leopoldina: conteúdos integrados para a formação dos profissionais. Foto: Divulgação

 

Ao contrário dos cursos tradicionais, que tratam cada atividade de forma independente, nas oficinas do Sesi-SP há uma integração entre as aulas. Mesmo seguindo uma ordem – começa pela aula de música e canto, depois passa para dança e encerra com interpretação –, há um trabalho combinado entre os professores, que participam e interferem nas outras aulas e trazem elementos das outras artes para as suas.

“Em cada aula, a gente combina como vão ser as atividades, como vai ser possível encaixar uma na outra. Apesar de serem áreas diferentes, as aulas são interdisciplinares e a proposta é que as coisas se costurem”, explica o professor de música/canto, Sandro Sabbas. “A ideia da oficina é dar aos alunos um primeiro contato de canto, dança e interpretação de forma integrada, para que eles consigam conciliar tudo isso.“

Ritmo, respiração e voz

Durante a oficina, os alunos trabalham por meio de diversos mecanismos, que vão desde exercícios de ritmo, respiração e voz até atividades de autoconhecimento do corpo e de estímulo a criatividade e improvisação. “O que buscamos é que eles despertem a sensibilidade e as intuições que têm a ver com o universo imaginário do teatro. O objetivo é tocar nessa sensibilidade, por meio de técnicas de iniciação teatral”, afirmou Fabiano Lodi, professor de teatro.

Para o professor de dança, Frank Tavanti, além da estrutura da oficina e da dedicação dos professores, a vontade de aprender da turma faz diferença. “Tem muita gente aqui que nunca fez uma aula de dança, outros já têm experiência”, disse. “E eu posso testar as possibilidades e fazer com que todos possam vivenciar as mesmas coisas “, afirmou Tavanti.

“Meu trabalho é instrumentalizá-los para que eles possam utilizar isso da melhor maneira”, explicou. “E eles estão muito disponíveis para aprender. A cada aula eu vejo coisas novas e percebo uma mudança muito grande.”

Mergulhando no universo do musical

Entre os alunos, um objetivo é comum a todos: iniciar uma carreira em teatro musical, aproveitar a onda dos grandes espetáculos no Brasil.

Alunos em aula do Teatro Musical: formação integrada é destacada pelos participantes. Foto: Divulgação

Alunos em aula do Teatro Musical: formação integrada é destacada pelos participantes. Foto: Divulgação

 

“Sempre estou antenado com os eventos que o Sesi-SP promove na área  e soube do projeto de Teatro Musical. Como já atuo, achei que era uma forma de desenvolver a interpretação e também melhorar na parte técnica da dança e do canto. Isso além de mergulhar no mundo do teatro musical, que é um mercado grande no País atualmente”, disse  Higor Lemo, de 26 anos.

Mayara Mendes, de 23 anos, também já participa de uma companhia teatral e buscou a oficina para explorar mais a voz e a dança. A aluna elogiou a iniciativa do Sesi-SP. “Essa é uma oportunidade bem legal que o Sesi-SP criou porque, além de ser gratuito, ele abre o leque para todas as áreas: música, dança, artes cênicas, trabalhando as três linguagens ao mesmo tempo, o que facilita o nosso aprendizado.”

Para Grasiele Manhães Barreto, 35 anos, por serem gratuitas, as oficinas vão ajudar a descobrir talentos. “É uma oficina moderna e atualizada, porque antes era preciso fazer curso de interpretação, dança e canto separado”, explicou. “Além disso, os cursos que existem são muito caros. Ter uma oficina gratuita é uma revolução no meio do teatro musical.”

Para saber mais sobre o Projeto Teatro Musical, só clicar aqui.