Iniciativa apoiada pela Fiesp doa sapatos para quem só tem um pé

Isabela Barros, Agência Indusnet Fiesp

Já parou para pensar que quem só tem um pé não precisa comprar um par de sapatos? Pois as empresas ligadas ao Sindicato das Indústrias do Calçado e Vestuário de Birigui (Sinbi), no interior paulista, estão atentas a essa questão. Tanto que criaram o Projeto Ímpar, de doação de um pé de calçado apenas para pessoas com deficiência. Com estoque de sobra para enviar esses produtos para quem deles precisa, o Sinbi agora se esforça para divulgar a iniciativa. Todos os pedidos devem ser feitos pelo site http://www.projetoimpar.com/. Até o frete para qualquer lugar do Brasil é patrocinado, não tendo custo algum para quem fizer a solicitação.

A ideia foi vencedora do Prêmio Melhores Práticas Sindicais da Central de Serviços (Cser) da Fiesp na categoria Comunicação, Relacionamento com o Associado e Programa de Associativismo em 2016.

Segundo informações do Sinbi, no Brasil, 85% das amputações são em membros inferiores. E menos de 3% das pessoas com deficiência conseguem próteses.

“Esse público precisa de calçados de qualidade para o apoio dos pés, muitas vezes forçados pelo uso das muletas”, explica a supervisora de Comunicação e Relações Institucionais do Sinbi, Rossana Basseto. Custo nem sempre acessível. “O nosso desafio é tornar o projeto conhecido, temos muitos sapatos para doar”.

Imagem relacionada a matéria - Id: 1539889248

Rossana, do Sinbi: sapatos de qualidade para pessoas com deficiência. Foto: Everton Amaro/Fiesp


De acordo com Rossana, as indústrias do setor produzem um único pé para fins de mostruário e divulgação de lançamentos em feiras e eventos diversos. Depois disso, muitos desses produtos são reciclados ou até triturados, ou seja, podem muito bem ser doados. “São pelo menos 100 modelos criados para cada coleção”, diz. “A cada temporada, ficam sem utilidade. Assim, por que não mandar essas peças para quem precisa?”.

Além das empresas, qualquer pessoa pode doar sapatos em bom estado para o Projeto Ímpar. No site, os interessados em pedir doações podem escolher modelo e tamanho, com opções para crianças e adultos.

Rossana conta que a iniciativa surgiu depois que representantes do Sinbi leram uma reportagem sobre uma moradora de Belo Horizonte que, ao encontrar vários sapatos avulsos na rua, realizou uma campanha para doar esses produtos para os chamados unípedes. “Percebemos que poderíamos fazer a mesma coisa”.

Para saber mais sobre o projeto, só clicar aqui.