Comcouro discute ações para melhorar perspectivas do setor

Agência Indusnet Fiesp

O Comitê da Cadeia Produtiva do Couro, Calçados e Componentes da Fiesp (Comcouro), discutiu na tarde dessa segunda-feira (11/4) o apoio ao Projeto Comprador, elaborado pelo Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae).

O tema foi destaque na primeira reunião do ano do Comcouro. “Estávamos esperando o cenário geral melhorar, mas se fossemos esperar mais não nos reuniríamos”, brincou o presidente do comitê, Samir Nakad, referindo-se ao período conturbado pelo qual o país está passando. Ele afirmou querer iniciar a reunião com um projeto positivo, como o do Sebrae, pois, “se só falarmos de coisas ruins, não conseguimos chegar com ânimo ao final da reunião”.

O Projeto Comprador é uma ferramenta de acesso a mercado que consiste na aproximação de compradores do segmento de calçados e componentes de empresários produtores, especialmente micro e pequenos, para realização de negócios com lojistas de várias regiões do país. Na versão apresentada ao comitê, as ações englobariam as cidades de Birigui, Franca, Jaú e Grande ABC. De acordo com o Sebrae, na última ação do projeto, realizada em 2015, participaram 148 lojistas e a média de vendas foi de mais de R$ 75 mil por participante.

Na sequência, representantes de diversos sindicatos deram sugestões de ações que o comitê poderia realizar em favor do setor coureiro, calçadista e artefatos, tais como fomentação de vendas e programas contra a informalidade e falsificação no setor. Um projeto de benefícios para subsistência dos empresários que trabalham na legalidade também foi colocado em pauta pelos participantes.

Primeira reunião do Comcouro em 2016 priorizou ações positivas. Foto: Helcio Nagamine/Fiesp