Fussesp e Senai-SP ampliam benefícios a alunos da rede pública

Alunos dos ensinos Fundamental e Médio de 40 municípios passam a ser beneficiados com o programa Pedalando e Aprendendo, desenvolvido pelo Fundo de Solidariedade e Desenvolvimento Social e Cultural do Estado de São Paulo (Fussesp), em parceria com o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai-SP).

Na manhã de quarta-feira (31), na sede da Fiesp, 20 prefeituras assinaram termo de compromisso para a realização de cursos de capacitação para o conserto de bicicletas, criando possibilidades de geração de renda para jovens do Ensino Médio matriculados na rede pública.

Outras 20 cidades foram contempladas com a doação de 1.800 bicicletas. As peças entregues pela Caloi, Marco Polo e Bradesco Seguros serão distribuídas a crianças que estudam no Ensino Fundamental e têm dificuldades de locomoção para chegar à escola.

Criado em 2007, o programa se propõe a oferecer qualificação inicial para o primeiro emprego a jovens com idade acima de 16 anos. O curso ministrado e com direito a certificação do Senai-SP tem duração de 100 horas e habilita os participantes a atuar nos processos de montagem e manutenção de bicicletas.

Ao final da solenidade, o presidente da Fiesp, Paulo Skaf, agradeceu a presença de todos os apoiadores da iniciativa e enfatizou a importância social do projeto. “Nosso grande desafio é oferecer ensino de qualidade e excelência, proporcionando aos jovens competência técnica e conceitos de empreendedorismo.”

Cidades contempladas com a doação: Álvaro de Carvalho; Alvinlândia; Aspásia; Arco Íris; Dirce Reis; Lupércio; Marabá Paulista; Mariápolis; Nantes; Nova Guataporanga; Nova Lusitânia; Planalto; Pontalinda; Pracinha; Pratânia; Queiroz; Sagres; Santa Mercedes; Uru e Vitória Brasil.

Cidades que vão oferecer o curso em parceria como o Senai-SP: Andradina; Araçatuba; Barretos; Guaratinguetá; Itapetininga; Limeira; Mogi das Cruzes; Mogi Guaçu; Mongaguá; Pindamonhangaba; Porto Ferreira; Ribeirão Preto; Rio Claro; Santos; São Roque; São Vicente; Taubaté e Votuporanga. Na capital, participam do acordo a Subprefeitura de Vila Prudente e o Instituto Criança Cidadã (Casa de Solidariedade II).

O Convênio entre Fussesp e Fiesp/Senai e a parceria com a Secretaria da Educação do Estado de São Paulo (Seesp) foi estabelecido em 2007. Desde então, certificou 718 alunos.

Senai-SP capacita 669 jovens por meio do programa Pedalando e Aprendendo

Djalma Lima, Agência Indusnet Fiesp

Desde sua implantação, há cerca de dois anos, o programa Pedalando e Aprendendo permitiu que 987 estudantes da rede estadual de ensino aprendessem o ofício de consertar e montar bicicletas. Com isso, os jovens tiveram chance de ganhar uma profissão para que pudessem aumentar a renda familiar.

“A independência do ser humano se dá através do conhecimento e da educação. Essa é a verdadeira emancipação das pessoas”, afirmou o presidente do Sistema Fiesp, Paulo Skaf, para mais de mil pessoas que participaram do evento no Palácio dos Bandeirantes, sede do governo paulista, na tarde desta segunda-feira (21).

Parceiro do Fundo de Solidariedade e Desenvolvimento Social e Cultural do Estado de São Paulo (Fussesp) nesta empreitada, coube ao Senai-SP capacitar os jovens.

Cada grupo de alunos, indicado pelo Fussesp por meio de parcerias com as prefeituras municipais ou entidades asssistênciais, teve 100 horas de aula durante um mês.

As primeiras turmas, capacitadas no inicio de 2008, em um projeto piloto, foram formadas por jovens dos municípios de São Vicente, Rio Claro, Caçapava, Santos, Sorocaba, Lorena e Uabatuba. As aulas aconteceram nas próprias cidades, em locais cedidos pela parceria local do Fussesp.