Iniciativas Sustentáveis: Papirus – Matéria prima reciclada

Imagem relacionada a matéria - Id: 1542789852

Por Karen Pegorari Silveira

O processo de produção de um papelcartão começa bem antes da chegada da matéria-prima à fábrica. São muitas pessoas envolvidas no fornecimento de materiais, desde a floresta – que gera celulose (fibra virgem) – até as cooperativas de catadores, que retiram os papéis do meio ambiente, ajudando a tornar o Brasil um dos maiores recicladores de papéis do mundo, com a recuperação de cerca de 60% do que é consumido.

Com produção estimada em quase 94 mil toneladas líquidas por ano, a Papirus é uma das empresas que ajudam a colocar o Brasil neste patamar; pioneira no uso de matéria-prima reciclada na produção de papelcartão, há 65 anos, a empresa produz a partir de aparas de papéis selecionados e matéria-prima virgem de origens certificadas e controladas,

Em um importante projeto social, a companhia trabalha com catadores de lixo de 21 cooperativas para fornecerem as aparas que vão para o processo produtivo do papelcartão, gerando benefícios para todas as partes. Um trabalho sem assistencialismos, com foco na Sustentabilidade, segundo informações publicadas em seu site.

Hoje, segundo declara Antonio Pupim, diretor industrial, 30% da matéria-prima que a empresa utiliza é de origem reciclável. Os outros 70% têm origem de materiais certificados.

Para tornar a sua cadeia produtiva mais eficiente, a Papirus também investiu recentemente mais de 27 milhões em novos equipamentos, caldeira, linha de transmissão, rebobinadeira e reforma estrutural do prédio. Os novos equipamentos reduzem gastos com manutenção e possibilitam custos operacionais mais baixos. As máquinas substituídas também permitem um baixo consumo de energia e maior eficiência.

A companhia pretende ainda fazer novos investimentos para aumentar a produção na fábrica de Limeira, interior do estado de São Paulo, e vem implantando uma modernização na administração da empresa, a liderança compartilhada – que consiste em descentralizar as principais decisões do dia a dia, antes tomadas somente pelo presidente da empresa, para três diretorias: a Comercial, de Recursos Humanos e Financeira.

Sobre a Papirus

Atualmente a Papirus conta com 372 colaboradores e cerca de 24 terceiros e uma produção de mais de 93 mil toneladas líquidas por ano de papelcartão, que comercializa no Brasil e exporta para países da Europa, Ásia, América do Norte, África e especialmente América Latina.

Iniciativas Sustentáveis: Frigoríficos Cardeal – Reduzindo desperdícios

Imagem relacionada a matéria - Id: 1542789852

Por Karen Pegorari Silveira

A indústria alimentícia tem crescido muito no Brasil devido ao aumento populacional e como consequência desse aumento, chegam também novos desafios com relação a sustentabilidade, como controle de qualidade dos alimentos, forma de armazenagem, transporte e ainda o descarte dos resíduos e a redução do desperdício durante o processo de produção.

Na Frigoríficos Cardeal, indústria localizada na região metropolitana de São Paulo, não é diferente. Em uma de suas ações, a empresa trabalha com a conscientização dos colaboradores, através de treinamentos, para reduzir desperdícios ao longo do processo de produção.

A supervisora de Controle de Qualidade, Roberta Vasconcellos, relata que a fábrica conta com uma estação de tratamento de esgoto que gera o resíduo sólido, posteriormente prensado e descartado como resíduo orgânico. “Fazemos a remoção de resíduos orgânicos diariamente com empresa qualificada, que destina ossos, sebo, aparas e demais produtos gordurosos comestíveis e não comestíveis adequadamente e essa empresa também possui registro no Ministério da Agricultura Pecuária e Abastecimento, o que nos garante o descarte correto, ” diz.

Demais resíduos como os de refeitório, banheiro e escritório também são coletados diariamente por empresa especializada que fornece o laudo de entrega no aterro de destino.

As bombonas de produtos (ingredientes) utilizados na produção, após seu uso, são enviados para locais que realizam sua lavagem e descarte. As bombonas plásticas de produtos químicos são retiradas pelo próprio fornecedor, que é o responsável pelo descarte. A empresa também possui CADRI (Certificado de Movimentação de Resíduos de Interesse Ambiental) para movimentação de óleos e graxas.

A empresa declara ainda que todos seus fornecedores de matéria prima, insumos, embalagens e serviços são qualificados e monitorados quanto ao cumprimento das normas exigidas.

Roberta Vasconcelos alega ainda que “tais procedimentos são importantes para as indústrias por não gerar perdas excessivas, desperdício de produtos. Para o descarte adequado é necessário a organização dos resíduos, os colaboradores devem ver o descarte de resíduos como parte do processo de fabricação, independente do segmento de trabalho. “

Como política de meio ambiente, a Cardeal declara que está comprometida em promover o desenvolvimento sustentável, protegendo o meio ambiente através da prevenção da poluição, administrando os impactos ambientais de forma a torná-los compatíveis com a preservação das condições necessárias à vida; atender à legislação ambiental vigente aplicável e demais requisitos subscritos por clientes e pela organização; garantir transparência nas atividades e ações da empresa, disponibilizando às partes interessadas informações sobre seu desempenho em meio ambiente; promover a conscientização e o envolvimento de seus colaboradores, para que atuem de forma responsável e ambientalmente correta; promover a melhoria contínua em meio ambiente.

Sobre a Cardeal

A história do Frigorífico Cardeal, nos leva ao ano de 1957, quando o filho de imigrantes italianos fundou seu primeiro frigorífico. Hoje, ocupando uma área de 5.200m², conta com equipamentos e uma estrutura completa com capacidade para produção de 50 Ton./dia, abastecendo o mercado com uma extensa linha de produtos.