Refluxo lidera indicações ao 30º Prêmio Shell de Teatro

Agência Indusnet Fiesp

Refluxo, montagem original do Sesi-SP, concorre a três categorias do 30º Prêmio Shell de Teatro de São Paulo, uma das mais importantes premiações nacionais. Angela Ribeiro foi indicada na categoria Autor, com o texto desenvolvido na 7ª turma do Núcleo de Dramaturgia Sesi-British Council, e Eric Lenate, nas categorias Direção e Cenário. A lista dos indicados do primeiro semestre de 2017 foi divulgada nesta terça-feira (11 de julho).

Ao longo da temporada no Mezanino do Centro Cultural Fiesp, encerrada no último dia 2 de julho, a peça atingiu a marca de maior público do espaço até hoje, entre os espetáculos inéditos, com um total de 2.977 espectadores.

Outra montagem de sucesso do Sesi nesse começo de ano, a inédita Pagliacci, da Companhia LaMínima, também recebeu uma indicação na categoria Música, para o diretor musical Marcelo Pellegrini, responsável pelas composições e arranjos originais.

Os grandes vencedores da premiação serão anunciados no primeiro trimestre de 2018.

Peça ‘Maldito Benefício’, encenada na rede Sesi-SP, concorre ao Prêmio Shell

Agência Indusnet Fiesp

Nesta terça-feira (22/07), foram anunciados os espetáculos teatrais indicados à 27ª edição do Prêmio Shell, um dos mais importantes do teatro nacional, no primeiro semestre. Entre eles, está a peça Maldito Benefício, encenada em diversas unidades do Serviço Social da Indústria de São Paulo (Sesi-SP) na capital e no interior. O espetáculo concorrerá nas categorias melhor autor, com Leonardo Cortez, e melhor cenário, de Zé Valdir e Marcelo Lazzaratto.

As peças anunciadas vão disputar o prêmio juntamente com os nomeados do segundo semestre, que serão anunciados em dezembro.

Unindo comédia e crítica social, Maldito Benefício traz como protagonista um ex-jogador de futebol (interpretado pelo autor) que ganha a vida como motorista de táxi, alugado do cunhado. A chance de sair da lama surge com o possível pagamento de uma aposentadoria atrasado de seu pai, que lhe prometeu repassar o dinheiro assim que a quantia cair na conta. O problema é que a saúde do idoso dá sinais de que ele não resistirá por muito tempo.

Peça exibida no Teatro do Sesi São Paulo, L’Illustre Molière vence em três categorias do Prêmio Shell

Flávia Dias, Agência Indusnet Fiesp

Peça retrata vida e obra do dramaturgo francês Molière. Foto: Divulgação.

O espetáculo teatral “L’illustre Molière” – da Companhia D’ Alma – foi o grande vencedor da 25ª edição do Prêmio Shell, o mais importante do país na área teatral.

A peça, que ficou em cartaz no Teatro do Sesi São Paulo de 2 a 26 de fevereiro de 2012, foi premiada em três das nove categorias: melhor ator (Guilherme Sant’Anna); melhor figurino (Zé Henrique de Paula) e melhor música (Fernanda Maia)

A cerimônia de premiação foi realizada na noite desta terça-feira (12/03), no espaço Estação São Paulo. Os premiados receberam uma escultura de metal feita pelo escultor Domenico Calabroni e R$ 8 mil.

Sobre o espetáculo

Ambientada no séc. XVII, a peça retrata momentos marcantes da vida e obra do dramaturgo francês Molière (1622-1673). Cada cena tenta recriar a efervescência da criatividade do autor, a trajetória artística de sua companhia teatral e as particularidades de sua época.

Prêmio Shell indica duas peças apresentadas no Teatro Sesi São Paulo

Agência Indusnet Fiesp

O Prêmio Shell anunciou na terça-feira (03/07) a lista de espetáculos teatrais apresentados no primeiro semestre que irão concorrer à 25ª edição daquele que é considerado mais relevante reconhecimento do segmento no Brasil. Entre as peças relacionadas em São Paulo estão duas montagens que passaram pelo Centro Cultural Fiesp – Ruth Cardoso, no Teatro Sesi-SP: L’illustre Molière e Mistero Buffo.

L’illustre Molière, que ficou em cartaz no Teatro do Sesi São Paulo de 2 a 26 de fevereiro, obteve quatro indicações: de direção (Sandra Corveloni), ator (Guilherme Sant’Anna), figurino (Zé Henrique de Paula) e música (Fernanda Maia).

Mistero Buffo, exibida entre 22 de março e 3 de junho no Teatro do Sesi São Paulo, concorre nas categorias direção (Neyde Veneziano) e ator (Domingos Montagner).

A cerimônia que anunciará os vencedores do Prêmio Shell será no início de 2013 – o júri irá escolher as melhores peças entre as montagens do primeiro e do segundo semestre de 2012. Integraram o júri para as peças em São Paulo cinco nomes: Alexandre Mate, Carlos Colabone, Marici Salomão, Noemi Marinho e Mario Bolognesi.

Sobre as peças

L’Illustre Molière – Ambientado no século XVII, o espetáculo retrata momentos marcantes da vida e obra do famoso dramaturgo francês Molière. Para potencializar a ambientação da época, a montagem da Companhia D’Alma conduz o público a um cenário que recria o Teatro Ilustre, onde o artista e sua companhia trabalharam.

MisteroBuffo – Na montagem do grupo LaMínima, a dupla Domingos Montagner e Fernando Sampaio encarna vinte personagens para apresentar quatro pequenas histórias de Dario Fo baseado em passagens da Bíblia, mas que subvertem a seriedade do assunto colocando a plateia a gargalhar com gírias, dialetos e situações. O multi-instrumentista Fernando Paz participa da peça.

Leia mais