Iniciativas Sustentáveis: Microsoft – Unindo esforços pela Educação

Imagem relacionada a matéria - Id: 1540042546

Por Karen Pegorari Silveira

De acordo com o secretário geral das Nações Unidas, Ban Ki-moon, as empresas são parceiras vitais no alcance dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) e elas podem contribuir através das suas atividades principais.

Neste sentido e em concordância com a meta 17 dos ODS, que visa incentivar e promover parcerias públicas, público-privadas e com a sociedade civil, a Microsoft e a Prefeitura de São Paulo firmaram um acordo que une educação e inovação.

O compromisso surgiu a partir de uma demanda identificada pela administração pública por aprimoramento de estrutura e capacitação de professores. Ao tomar conhecimento de parcerias similares em outros estados e municípios, a Secretaria Municipal de Educação iniciou tratativas com a Microsoft para selar um Acordo de Cooperação. A iniciativa tem o objetivo de oferecer a alunos e professores acesso às plataformas educacionais da empresa, além de ofertas de capacitação e doação de softwares. O termo de cooperação tem vigência de 60 meses e os investimentos em programas são equivalentes a R$ 15 milhões.

Segundo o diretor de Educação da Microsoft Brasil, Antonio Morais, o grande objetivo da parceria é fazer com que a tecnologia seja um fator que contribua significativamente para a educação. “Um dos eixos mais importante é a capacitação de professores para que utilizem os recursos tecnológicos de maneira inovadora em sala de aula. É um trabalho que terá um impacto a médio e longo prazo. Na medida em que surgirem histórias de sucesso e que as instituições incorporarem a tecnologia na gestão administrativa e na produção de conhecimento, saberemos que fizemos um trabalho consistente”, diz o executivo.

A parceria prevê a implementação da plataforma Office 365 Educacional com programas de editor de textos, planilha de cálculos, apresentação de slides, bloco de notas colaborativo e armazenamento de arquivos na nuvem.  Além dessas ferramentas, estão previstos treinamentos formais para os agentes replicadores e funcionários da Secretaria de Educação.

Como benefício dessa parceria, a empresa cita a democratização do acesso à tecnologia. “Alunos de toda rede terão acesso às mais modernas ferramentas de comunicação, colaboração e produtividade. O aumento da produtividade dos professores e maior engajamento dos alunos são também benefícios esperados. Com esse tipo de parceria também acreditamos que estamos contribuindo para preparar os jovens para as necessidades do mercado de trabalho do futuro”, acredita Antonio Morais.

Sobre a Microsoft Brasil

A Microsoft está no Brasil há 28 anos e é uma das 110 subsidiárias da Microsoft Corporation, fundada em 1975. Com a missão de empoderar cada pessoa e cada organização no planeta a conquistar mais por meio da tecnologia, a companhia quer promover a transformação digital. Desde 2003 investiram mais de R$ 560 milhões em tecnologia gratuita para cerca de 2.800 ONGs no Brasil, beneficiando vários projetos sociais. As áreas de educação e empreendedorismo são os pilares do impacto social da Microsoft no país.

Expo 2020: Fiesp recebe delegados do BIE para coquetel em agenda oficial da candidatura de São Paulo

Juan Saavedra, Agência Indusnet Fiesp

Dezenas de delegados do Bureau Internacional de Exposições (BIE), responsáveis pela escolha da cidade-sede da Exposição Universal 2020, a Expo 2020, participaram na noite desta sexta-feira (20/09) de coquetel na sede da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp).

O encontro, parte da agenda oficial elaborada pelo Comitê de Candidatura de São Paulo aos membros do BIE, reforçou o compromisso da indústria com a realização do evento. As cidades concorrentes, além de São Paulo, são Dubai (Emirados Árabes Unidos), Ecaterimburgo (Rússia), Izmir (Turquia) e Ayutthaya (Tailândia). A decisão, programada para o mês de novembro, será em Paris.

Imagem relacionada a matéria - Id: 1540042546

2º vice-presidente da Fiesp, João Guilherme Sabino Ometto, e prefeito de São Paulo, Fernando Haddad. Foto Everton AmaroFiesp


Em seu discurso de boas vindas aos delegados, de diversos países de todos os continentes,  o 2º vice-presidente da Fiesp, João Guilherme Sabino Ometto, disse que a indústria está ao lado da prefeitura de São Paulo na candidatura.

“A casa da indústria apoia o pleito da cidade de São Paulo de abrigar este que é um dos mais importantes eventos do mundo”, disse Ometto.

“Um dos mais importantes papéis da indústria tem sido o de fomentar o desenvolvimento e atrair as atenções do mundo e mostrar do que é capaz o Brasil”, prosseguiu o 2º vice-presidente da Fiesp.

“Capaz de inovar, criar oportunidades. Juntos, trabalhamos por um país mais justo, com qualidade de educação, gosto pelo esporte, respeito pela cultura. Zelamos pela qualidade de vida, visando ao desenvolvimento sustentável, com os olhos voltados para o futuro”, continuou Ometto, pedindo aos delegados que, ao partir, levem não só uma boa impressão da cidade, mas o carinho e a hospitalidade dos paulistanos. “E a certeza de que essa é uma terra de gente que se empenha fazer o melhor todo dia”, encerrou.

 >> Presidente da Fiesp participa de simpósio sobre candidatura paulistana à Expo 2020

Em entrevista à reportagem, o prefeito de São Paulo, Fernando Haddad, disse que a candidatura vem se fortalecendo pela consistência. “Independente do resultado, São Paulo vai se sair bem porque apresentou uma candidatura forte, coerente com sua gênese, sua história, um projeto que dialoga com o futuro de São Paulo, dialoga com a comunidade local, com os anseios do Brasil de ter uma maior presença internacional.”

“Estamos vencendo com louvor cada etapa do processo”, resumiu, afirmando que há sintonia do tema da candidatura com a essência da cidade. “A diversidade é realmente um traço essencial da nossa cidade. Isso ficou muito perceptível para os delegados.”

Nádia Campeão, vice-prefeita de São Paulo , disse à reportagem que, após cumprir mais uma etapa da candidatura, o trabalho diplomático irá se acentuar até novembro, num trabalho de corpo a corpo com os delegados.

Segundo ela, uma das vantagens da candidatura é “a força da construção humana que São Paulo representa.”

“Eu acho que conseguimos transmitir a força da cidade e o quanto a realização desse evento irá deixar de legado”, explicou a vice-prefeita sobre as atividades realizadas nesta semana, com destaque para o simpósio “São Paulo: Força da Diversidade” ao longo desta sexta-feira (20/09) no hotel Hilton.

Imagem relacionada a matéria - Id: 1540042546

Nádia Campeão, vice-prefeita de São Paulo; 2º vice-presidente da Fiesp, João Guilherme Sabino Ometto; prefeito de São Paulo, Fernando Haddad; Julio Semeghini, secretário estadual de Planejamento. Foto: Everton Amaro/Fiesp

O evento contou com a presença de do secretário de Estado de Planejamento e Desenvolvimento Regional, Julio Semeghini, representando o governador Geraldo Alckmin. O assessor Especial para Assuntos Internacionais do Governo de São Paulo, Rodrigo Tavares, também participou.

Coquetel

O coquetel contou com o serviço de quitutes tipicamente brasileiros, como moqueca de peixe de pirarucu, tapioca, carne seca com abóbora, caldinho de feijão com torresmo, creme de mandioquinha, e doces como quindim, manjar de coco e pudim de leite.

Os delegados ainda puderam ouvir música brasileira, com a cantora Paula Lima e banda, interpretando clássicos do samba e da MPB.

Foto: presidente da Fiesp participa de simpósio sobre candidatura paulistana à Expo 2020

Agência Indusnet Fiesp

O presidente da Federação e do Centro das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp e Ciesp), Paulo Skaf, participou na manhã desta sexta-feira (20/09) do simpósio “São Paulo: Força da Diversidade”.

Imagem relacionada a matéria - Id: 1540042546

Michel Temer discursa; sentados: Fernando Haddad, Nádia Campeão, Paulo Skaf e Rodrigo Tavares. Foto: Helcio Nagamine/Fiesp

O evento, dedicado a apresentar e promover a candidatura paulistana à Exposição Universal (Expo) 2020, reuniu delegados do Bureau Internacional de Exposições (BIE), que têm direito a voto para a escolha da cidade sede.

A cerimônia de abertura contou com pronunciamento do vice-presidente da República, Michel Temer, e da vice-prefeita de São Paulo e presidente do comitê de candidatura, ádia Campeão, além do prefeito de São Paulo, Fernando Haddad, e do assessor Especial para Assuntos Internacionais do Governo de São Paulo, Rodrigo Tavares, entre outras autoridades.

Apoio da Fiesp

A Fiesp apoia a candidatura paulista à Expo 2020. Já em maio de 2012, o presidente da entidade, Paulo Skaf, recebeu o secretário-geral do BIE, e o acompanhou em visita à Brasília para um encontro com o vice-presidente da República, Michel Temer.

No início de outubro do ano passado, a Fiesp assinou um acordo de cooperação técnica com a prefeitura de São Paulo para a Expo 2020.

Em março deste ano, a entidade recebeu, em sua sede, a missão do comitê do Bureau Internacional de Exposições (BIE) que veio para inspecionar a candidatura de São Paulo em uma série de encontros que tiveram representantes do poder público municipal, estadual e federal.

Em junho, Skaf acompanhou, em Paris, na França, a apresentação da candidatura feita por Haddad.

Senai-SP dá início ao curso de formação profissional para pessoas em situação de rua

Ariett Gouveia, Agência Indusnet Fiesp

Mais do que uma chance de ingressar no mercado de trabalho, a possibilidade de mudar de vida.  Foi com essa perspectiva que uma turma de 14 pessoas em situação de rua começou nesta segunda-feira (24/06), na unidade do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial de São Paulo (Senai-SP) do Ipiranga, o curso de mecânico de motor ciclo diesel.

Resultado da parceria entre a Prefeitura de São Paulo e o Senai-SP, por meio do Pronatec, a iniciativa, que abre a possibilidade de formação em diversas atividades, tem a meta de captar cerca de 2 mil pessoas até o fim de 2013.

Aula inaugural no Senai Ipiranga: oportunidade para o mercado de trabalho. Foto: Julia Moraes/Fiesp

Aula inaugural no Senai Ipiranga: oportunidade para entrar no mercado de trabalho. Foto: Julia Moraes/Fiesp


“O Pronatec é uma das possíveis saídas para as pessoas em situação de rua. Por meio dele, queremos melhorar as condições das pessoas participarem e competirem no mercado de trabalho, com cursos reconhecidos, como o do Senai-SP, uma instituição com reconhecimento nacional e competência para a formação profissional”, afirma Maria Rita Gomes de Freitas, assessora da Coordenadoria de Proteção Básica da Secretaria Municipal de Assistência e Desenvolvimento Social.

Para Fabio Rocha, diretor do Senai-SP Ipiranga, a parceria é importante para os futuros profissionais e também para os empresários. “Existe uma demanda muito grande de mão de obra qualificada e também uma necessidade de inserir essas pessoas no mercado de trabalho. Por isso a união do Senai-SP e da Prefeitura é de fundamental importância.”

Alunos

Na aula inaugural, os alunos receberam informações sobre o funcionamento e o programa do curso, que tem dois meses de duração. Conheceram ainda as instalações da escola, incluindo os laboratórios e oficinas.

A estrutura do Senai-SP deu ainda mais ânimo aos novos estudantes.  “É fantástica essa escola. Não tem como descrever. É um novo caminho de vida para mim”, declarou Flávio Donisete Silva, de 35 anos, que atualmente mora em uma Tenda Social.  “Vou abraçar essa oportunidade com as duas mãos, com muita força e determinação, para dar o meu melhor. Vejo no jornal que essa área de mecânico é muito solicitada pelas empresas e estou esperançoso que não vou mais ficar desempregado. Tive poucas oportunidades na vida e não soube aproveitar. Dessa vez vou até o final”, disse ele.

Também animado para começar, Paulo Antonio Gomes de Oliveira, de 33 anos, contou que já tinha trabalhado com carros e o curso vai ser a continuação do seu aprendizado. “Vivi muito tempo dentro de oficinas e tenho bons conhecimentos de funilaria. Sempre quis aprender mecânica. Espero que eu possa ter um bom desempenho, consiga o diploma, saia daqui e possa trabalhar em uma empresa, sem deixar de continuar meu aprendizado. Essa é uma oportunidade única que eu quero aproveitar da melhor forma possível.”

Única mulher do curso de mecânico, Regina Quirino dos Santos, de 37 anos, buscou no curso uma nova opção de trabalho. “Já trabalhei na área de alimentação, cozinha e serviços gerais. Mas queria fazer algo diferente. Por isso, escolhi o curso de mecânico, que é uma área com boas possibilidades de trabalho. Quero muito poder trabalhar e conseguir um lugar para morar, afirmou Regina, que atualmente mora em um albergue da Prefeitura.

Senai-SP e Prefeitura oficializam adesão à política para população em situação de rua

Ariett Gouveia, Agência Indusnet Fiesp

Imagem relacionada a matéria - Id: 1540042546

Senai-SP e Prefeitura SP oficializam adesão à política para população em situação de rua. Foto: Heloísa Balllarin/Secom

Por meio da assinatura de um termo de adesão, a Prefeitura de São Paulo e o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial de São Paulo (Senai-SP) deram nesta terça-feira (28/05) mais um passo para implementar a Política Nacional para a População em Situação de Rua.

O evento foi realizado no auditório da unidade do Senai-SP do Brás e contou com a presença de autoridades como a ministra dos Direitos Humanos, Maria do Rosário, o prefeito de São Paulo Fernando Haddad, a secretária municipal de Assistência Social, Luciana Temer,e o diretor regional do Senai-SP, Walter Vicioni Gonçalves.

Mais do que formalizar a parceria por meio da assinatura, Prefeitura e Senai-SP já começaram a colocar a política em prática: a partir de segunda-feira (03/06), 160 pessoas em situação de rua – presentes na plateia do evento – começam as aulas dos cursos de pedreiro de alvenaria estrutural, auxiliar administrativo e almoxarife no Senai-SP.

Walter Vicioni destacou os diferenciais do Senai na formação profissional. “A primeira marca é o ‘aprender fazendo’. Porque saber sem fazer não é saber. Também buscamos a construção conjunta do conhecimento entre aluno e professor. Outra marca é o respeito ao ritmo de cada estudante”, falou o diretor regional. “O Senai também criou uma cultura singular que incentiva e valoriza o trabalho bem feito e o amor ao trabalho.”

Emocionada, a ministra Maria do Rosário afirmou que atos como esse são fundamentais para garantir a dignidade humana a todos os brasileiros. “É muito positiva essa parceria porque o Senai tem uma história na formação profissional e em dar oportunidades. O Brasil conhece essa história. E hoje ele está abrindo ainda mais as suas portas para pessoas que tem todas as portas fechadas, inclusive pelo preconceito”, afirmou a ministra. “As pessoas que vivem na rua, encontrando um lugar de profissionalização, de atenção, de cuidado, de respeito e dignidade humana, poderão dar novo significado aos seus projetos de vida.”

Para o prefeito de São Paulo, esta terça-feira (28/05) foi um dia especial por poder iniciar algo que foi tão desejado. “Quando apresentei o projeto para o Paulo Skaf, em janeiro desse ano, ele imediatamente sinalizou de forma positiva porque essa atividade conjunta fazia parte da missão do Sesi-SP e do Senai-SP: dar dignidade a todo e qualquer trabalhador”, contou o prefeito.

“Temos na cidade de São Paulo, hoje, cerca de 16 mil pessoas em situação de rua. O mesmo número de alunos que essa escola do Senai-SP forma por ano. Se São Paulo tem essa força, por que não começar esse trabalho? Essa é a pergunta que estamos respondendo hoje”, completou Haddad, que lembrou que foi na unidade Brás do Senai que Luiz Inácio Lula da Silva terminou seu curso de torneiro mecânico.

“Essa escola já formou um presidente da República. Daqui pode sair um novo presidente, vereador, deputados, lideranças comunitárias. Quando nada muda, não teremos um futuro promissor para ninguém. Mas quando a sociedade está buscando se transformar para melhor, estamos abertos a todas as possibilidades.”

Estudantes

Mudar de vida por meio da formação profissional é o desejo de todos os novos matriculados no Senai-SP. Alex Santos Marcelo, de 37 anos, vai começar o curso de almoxarife com a esperança de buscar novos caminhos. “Vou aproveitar a oportunidade para dar um novo rumo para a minha vida, encontrar um trabalho e até conseguir um cantinho para morar”, disse o novo estudante da instituição, que atualmente não tem moradia fixa.

Também morando na rua, Marcela Santini, de 32 anos, espera ter um futuro melhor para ela e para a filha Yasmin, de quatro anos. “Vou fazer curso de auxiliar administrativo e, com ele, espero conseguir uma profissão e sair das ruas. Não vejo a hora de começar.”

Fiesp tem assento no Conselho da Cidade de São Paulo criado pela Prefeitura

Talita Camargo, Agência Indusnet Fiesp

O presidente da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp), Paulo Skaf, participou na manhã desta terça-feira (26/03), da cerimônia de instalação do Conselho da Cidade de São Paulo, que aconteceu na sede da Prefeitura.

A Fiesp tem assento no organismo formado por 130 membros que representam setores empresarial, comercial, acadêmico, religioso e ONGs, entre outros. O objetivo é o de assessorar o poder executivo a formular políticas públicas, diretrizes e ações estratégicas para melhorar a qualidade de vida na capital paulistana.

Imagem relacionada a matéria - Id: 1540042546

Fernando Haddad, prefeito da capital paulista, durante cerimônia de instalação do Conselho da Cidade de São Paulo. Foto: Cesar Ogata/Secom

“Esse é um Conselho representativo dos moradores dessa cidade, dos que amam essa cidade, dos que querem acompanhar o andamento da administração pública, dos que querem sugerir, recomendar, criticar, apoiar essa cidade; e dos que querem tentar o seu futuro em longo prazo em São Paulo”, afirmou o prefeito Fernando Haddad.

“O mundo inteiro olha para São Paulo com interesse e espanto nos números espetaculares de população, território, produção cultural e científica, capacidade de inovação e, sobretudo, por sua pluralidade e diversidade”, assinalou Haddad, ressalvando que a cidade ainda ainda enfrenta “enormes desafios”.


Parceria da Prefeitura com Senai-SP

Ao falar de uso do potencial da cidade em ações efetivas para beneficiar a população, Haddad mencionou como exemplo a parceria com o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial de São Paulo (Senai-SP) no Programa de Qualificação Profissional da População em Situação de Rua, lançado na segunda-feira (25/03).

“Ontem, eu e Paulo Skaf lançamos uma ação efetiva voltada para essa população [moradores de rua] que envolve não apenas a formação profissional e acolhimento do sistema de educação e de assistência de saúde, mas, depois de qualificados pelo nosso grande Senai, [essas pessoas] poderão prestar serviços para o setor empresarial”, explicou.

Haddad lembrou que o Conselho da Cidade de São Paulo é um canal de comunicação aberto. “O que nós pretendemos com esse Conselho é promover a política maior, aquela em que as pessoas possam se reunir e expressar suas opiniões em relação à nossa cidade”.

E concluiu: “esse é um espaço para quem quer ajudar a desenhar São Paulo para o futuro e a encontrar os caminhos de superação. Todos aqui temos apenas uma certeza: se os problemas são grandes, não é menor a nossa capacidade de solucioná-los. São Paulo tem essa força”.

Fiesp e Prefeitura de SP assinam acordo de cooperação técnica para a Expo 2020

Edgar Marcel, Agência Indusnet Fiesp

Com o objetivo de estabelecer ações de subsídio à candidatura da cidade de São Paulo para receber a Exposição Universal de 2020 – Expo 2020, o presidente da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp), Paulo Skaf, e prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab, assinaram nesta quinta-feira (04/10) um termo de cooperação técnica entre as instituições.

Imagem relacionada a matéria - Id: 1540042546

Presidente da Fiesp, Paulo Skaf, assina termo de cooperação na Prefeitura de São Paulo. Foto: Junior Ruiz


A Expo 2020 é o terceiro maior evento mundial em termos de capacidade de fomento do desenvolvimento social e econômico – atrás apenas dos Jogos Olímpicos e Copa do Mundo. O evento – referência na troca de experiências em temas como urbanismo e sustentabilidade – tem duração de seis meses e acontece a cada cinco anos, quando reúne dezenas de nações.

O termo de cooperação foi assinado na sede da Prefeitura, no Vale do Anhagabaú, e traz o compromisso da Fiesp em desenvolver ações, como a elaboração de estudos e projetos que subsidiarão a administração municipal  na candidatura da capital paulista.

Imagem relacionada a matéria - Id: 1540042546

Walter Vicioni (superintendente do Sesi-SP e diretor regional do Senai-SP), Paulo Skaf (presidente da Fiesp)e Carlos Cavalcanti (diretor-titular do Deinfra) na reunião com prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab (à direita), momentos antes da assinatura do termo de cooperação. Foto: Junior Ruiz

“Essa abertura por parte da prefeitura, de buscar a sociedade, é que permitiu que pudéssemos ter essa participação. O Brasil está em um momento muito positivo. Daqui até 2020, grandes eventos terão sido realizados e  essa grande exposição vai criar uma sinergia em todos esses bons momentos pelos quais o país irá passar”, afirmou Skaf logo após a assinatura do termo.

A escolha do país-sede acontecerá em novembro de 2013. As outras candidatas a sediar a Expo 2020 são Ayutthaya (Tailândia), Dubai (Emirados Árabes Unidos), Esmirna (Turquia) e Iekaterimburgo (Rússia). “Ainda temos uma votação, mas com a grande articulação entre os governos estadual e federal mostra que o negócio está indo muito bem”, ponderou Skaf.

O prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab, destacou que a vinda da Fiesp para a liderança da candidatura em conjunto com a prefeitura dá “envergadura” ao projeto. “Não é apenas a chancela da Fiesp, é a participação e a liderança de um árduo processo que envolve uma campanha de caráter universal junto a 160 países, que terão a oportunidade de escolher no ano que vem o país-sede  da Expo Universal 2020”.

Cerimônia

Imagem relacionada a matéria - Id: 1540042546

Participaram do evento, pela Fiesp, o chefe de Relações Governamentais e Institucionais, Sérgio Barbour; o assessor para assuntos estratégicos da presidência, Carlos Alberto Demeterco; a gerente do Departamento Jurídico Corporativo, Luciana Freire; o diretor do Departamento de Infraestrutura (Deinfra) da entidade, Carlos Cavalcanti; e o superintendente do Sesi-SP e diretor regional do Senai-SP, Walter Vicioni.

Também estiveram presentes à assinatura do termo, por parte da prefeitura de São Paulo, o secretário de Relações Internacionais e vice-presidente do Comitê de Candidatura São Paulo Expo 2020, Alfredo Cotait; o chefe de gabinete da secretaria de Relações Internacionais, Elcio de Oliveira Junior; o secretário executivo da Candidatura São Paulo Expo 2020, Carlos Kendi; e o secretário adjunto, Guilherme Mattar.

Sesi-SP promove dia de brincadeiras e cidadania no Clube Escola Délio de Carvalho

Imagem relacionada a matéria - Id: 1540042546Agência Indusnet Fiesp

As atividades do Sesi Cidadania – ação realizada em parceria pelo Serviço Social da Indústria (Sesi-SP) e a prefeitura de São Paulo – chega ao bairro de Ermelino Matarazzo, na zona leste da capital.

O evento será realizado das 10h às 17h deste sábado (29/09), no Clube Escola Délio de Carvalho (Rua Joaquim Alves Diniz, s/n), com diversos serviços oferecidos, gratuitamente, nas áreas de educação, esporte, lazer, nutrição e cultura.

O Sesi Cidadania tem o objetivo de levar ao público dos bairros periféricos da cidade atividades lúdicas com foco educativo. Além dessa ação, estão previstas outras cinco até novembro, que acontecerão em praças, ruas, ginásios ou parques.

Sempre à frente de iniciativas de caráter social, o Sesi-SP realiza eventos com foco social há mais de duas décadas.

Confira algumas atrações:

  • Brinquedos infláveis;
  • Jogos (dama gigante, tabuleiro, jogo da velha, amarelinha, corrida maluca, xadrez);
  • Oficinas de circo;
  • Esporte (vôlei e basquete);
  • Oficina de arte e moda sustentável – Tulipa Mágica;
  • Educação nutricional;
  • Música (DJ, break, rap, sampa, hip hop);
  • Arte urbana (grafite, poesia);
  • Teatro e oficina de bonecos;
  • Oficina de mangá;
  • Massa de modelar;
  • Pintura com tinta guache;
  • Lego;
  • Circuitos recreativos;
  • Quarteto de Saúde Bucal.

Serviço
Sesi-SP Cidadania – Clube Escola Délio de Carvalho
Data/Horário: sábado (29/09), das 10h às 17h
Local: Clube Escola Délio de Carvalho – Rua Joaquim Alves Diniz, s/n – Ermelino Matarazzo, capital
Mais informações: (11) 2026-6003

Sesi-SP promove dia de brincadeiras e cidadania ao lado do Metrô Carrão

Imagem relacionada a matéria - Id: 1540042546Agência Indusnet Fiesp

Neste sábado (15/09), das 10h às 17h, o Serviço Social da Indústria (Sesi-SP) e a Prefeitura de São Paulo realizam na Rua Monte Serrat, 230, em frente ao Metrô Carrão, o Sesi Cidadania. Aberto à comunidade, o evento oferecerá, gratuitamente, diversos serviços nas áreas de educação, esporte, lazer, nutrição e cultura.

A iniciativa pretende levar ao público dos bairros periféricos atividades lúdicas com foco educativo. Além desta ação, estão previstas outras cinco até novembro, que serão realizadas em praças, ruas, ginásios ou parques.

Sempre à frente de iniciativas de caráter social, o Sesi-SP realiza eventos com foco social há mais de duas décadas.

Confira algumas atrações:

  • Brinquedos infláveis;
  • Jogos (dama gigante, tabuleiro, jogo da velha, amarelinha, corrida maluca, xadrez);
  • Oficinas de circo;
  • Esporte (vôlei e basquete);
  • Oficina de arte e moda sustentável – Tulipa Mágica;
  • Educação nutricional;
  • Música (DJ, break, rap, sampa, hip hop);
  • Arte urbana (grafite, poesia);
  • Teatro e oficina de bonecos;
  • Oficina de mangá;
  • Massa de modelar;
  • Pintura com tinta guache;
  • Lego;
  • Circuitos recreativos;
  • Quarteto de Saúde Bucal.

Serviço
Sesi-SP Cidadania
Local: Rua Monte Serrat, 230 – Metrô Carrão, São Paulo, capital
Data/horário: sábado (15/09), das 10h às 17h
Mais informações: tel. (11) 2291-1444