Em posse solene, Paulo Skaf pede união por um Brasil mais competitivo

Na noite desta segunda-feira (26), aconteceu a cerimônia de posse das novas diretorias da

Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp) e do Centro das Indústrias do Estado de São Paulo (Ciesp)

para o quadriênio 2011-2015.

O cenário para o evento não poderia ser mais significativo: o

Theatro Municipal de São Paulo

, que acaba de completar seus cem anos. Na fachada deste marco histórico e cartão-postal da cidade, uma bailarina, presa a um balão, com movimentos leves e ritmados encantou os convidados, pedestres e motoristas que passavam por ali.

Cerca de 2.000 pessoas estiveram presentes na solenidade, entre autoridades, empresários, representantes de entidades da sociedade civil, estudantes do Sesi-SP e Senai-SP, o prefeito Gilberto Kassab, o governador Geraldo Alckmin, senadores, ministros e representantes diplomáticos de 30 países.

O coral Baccarelli, sob a regência do maestro Sérgio Cascapera, abriu a solenidade, com execução do Hino Nacional. Após a execução do hino, quatro alunos do Sesi-SP e Senai-SP entregaram faixas verde e amarelas para duas bailarinas suspensas que fizeram acrobacias no ar.

Com o apoio maciço das bases empresariais, a chapa única, liderada por Paulo Skaf, foi reeleita no mês de abril para mais um mandato na Fiesp – com 121 dos 123 votos dos presidentes de sindicatos – e no Ciesp, com mais de 2.000 votos; duas das votações mais expressivas da história das entidades.

A chapa, composta por 132 diretores na Fiesp e 134 no Ciesp, tem Benjamin Steinbruch como 1º vice-presidente, João Guilherme Sabino Ometto como 2º vice-presidente e Josué Gomes da Silva como o 3º vice-presidente da federação. No Ciesp, Rafael Cervone Netto foi reempossado como 1º vice-presidente, Fausto Cestari Filho como 2º vice-presidente e José Eduardo Mendes Camargo como 3º vice-presidente.

Imagem relacionada a matéria - Id: 1544951367


Em seu terceiro mandato na Fiesp e segundo no Ciesp, o presidente Paulo Skaf terá a seu lado 266 diretores nas duas entidades

Competitividade

Durante a cerimônia de posse, Paulo Skaf agradeceu o apoio e a confiança dos setores industriais garantindo que, sob o seu comando, as entidades permanecerão na luta pelos interesses do Brasil. “A palavra-chave da nossa gestão é competitividade, não apenas da indústria, mas de todo o País.”

O líder empresarial pediu a união de todos os setores sociais para promoção de reformas estruturais, com destaque para tributária. “O número excessivo de tributos tornam os produtos mais caros”. E completou: “A população está cansada de pagar tantos impostos. A nossa expectativa é que esses recursos sejam aplicados nas melhorias dos recursos básicos”.

Representando a presidente da República, Dilma Rousseff, o ministro do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (Mdic), Fernando Pimentel, destacou o empenho das entidades de classe ao longo de sua história, na luta pelo fortalecimento dos setores produtivos.

Imagem relacionada a matéria - Id: 1544951367


Paulo Skaf agradeceu o apoio e a confiança dos setores industriais

“A indústria paulista é sem dúvida alguma o maior exemplo de que o País está trilhando o caminho correto. Todo esse sucesso é resultado do trabalho realizado por sua federação”, analisou.

O governador de São Paulo, Geraldo Alckmin destacou os investimentos da indústria paulista na área de educação e esporte. “Nós precisamos de instituições sólidas e vemos isso na Fiesp e Ciesp”.

Opinião compartilhada por Gilberto Kassab, prefeito da cidade de São Paulo: “Parabenizo a nova diretoria da Fiesp e do Ciesp e obrigada por tudo que vocês têm feito pelo nosso Brasil”.

No final da solenidade, o pianista Marcelo Bratke e a Camerata Brasil brindaram o público com um repertório intimista, composto por obras do maestro e compositor, Heitor Villa Lobos.


Histórico

À frente da Fiesp e do Ciesp, Skaf liderou a campanha contra a CPMF, extinta em 2007; lutou pela criação da Lei Geral da Micro e Pequena Empresa, em 2009; e realizou investimentos maciços na área de educação e na capacitação de jovens por meio do Sesi-SP e Senai-SP.

Mais recentemente, as entidades se engajaram na





campanha “Energia a Preço Justo”

, que visa reduzir o custo da energia elétrica no Brasil por meio da realização de leilões para as concessões que vencem a partir de 2015.


Confira nos links abaixo a diretorias eleitas: