Programa Atleta do Futuro renovado em Porto Ferreira e Ibaté

Alice Assunção, Agência Indusnet Fiesp, de Porto Ferreira e Ibaté

O Programa Atleta do Futuro (PAF), iniciativa do Serviço Social da Indústria de São Paulo (Sesi-SP), foi renovado em Porto Ferreira e Ibaté, no interior paulista, respectivamente a 225 e 247 quilômetros da capital.  A iniciativa é referência de formação esportiva e atende, nos dois municípios, 1400 crianças.

O presidente da Federação e do Centro das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp e Ciesp) e do Sesi-SP, Paulo Skaf, assinou as extensões dos programas nos dois locais nesta quarta-feira (19/02).

“É importante agora a divulgação, participação e procura pelas modalidades”, afirmou Skaf ao assinar a renovação em Porto Ferreira.  As opções oferecidas pelo PAF na cidade são vôlei, futebol, basquete, salto e ginástica.

Skaf na renovação do PAF em Porto Ferreira: vôlei, futebol, basquete, salto e ginástica. Foto: Ayrton Vignola/Fiesp

Skaf na renovação do PAF em Porto Ferreira: vôlei, futebol, basquete, salto e ginástica. Foto: Ayrton Vignola/Fiesp

 

A assinatura teve a participação da prefeita Renata Braga.

Segundo o diretor da Divisão de Esportes e Qualidade de Vida do Sesi-SP, Alexandre Pflug, a intenção do Sesi-SP é cobrir um terço do estado de São Paulo com projetos de formação esportiva do PAF até o fim deste ano.

“Estamos evoluindo os convênios em todos os municípios”, disse Pflug.

Lá em Ibaté

Em Ibaté, cidade a pouco mais de 70 quilômetros de Porto Ferreira, o PAF vai oferecer formação esportiva para as modalidades de basquete, futebol, futsal, atletismo, vôlei, boxe, tae-kwon-do e karatê.

Lá, a renovação foi feita com a presença da prefeita Lu Spilla.

 

Sesi-SP inaugura escola em Porto Ferreira; unidade atende 608 alunos

Felipe Agne, de Porto Ferreira, Agência Indusnet Fiesp

O Serviço Social da Indústria de São Paulo (Sesi-SP) inaugurou na manhã desta sexta-feira (02/08) mais uma escola – desta vez em Porto Ferreira, município a aproximadamente 227 km da capital paulista.

A unidade atende a 608 estudantes, dos quais 225 em período integral. “A forma de atingir a independência é a educação. As pessoas não querem ajuda – querem oportunidades iguais. E você só dá oportunidades iguais através da educação”, destacou Paulo Skaf, presidente do Sesi-SP e da Federação da Indústria do Estado de São Paulo (Fiesp), durante a inauguração.

Skaf: 'As pessoas não querem ajuda – querem oportunidades iguais. E você só dá oportunidades iguais através da educação.' Foto: Ayrton Vignola/Fiesp

A escola está dentro do novo modelo educacional da entidade iniciado em 2007, que prevê a oferta de ensino fundamental em tempo integral, ensino médio articulado com a educação profissionalizante do Senai-SP e a construção de 70 escolas no estado.

A solenidade foi acompanhada pelo superintendente do Sesi-SP, Walter Vicioni Gonçalves. “É a harmonia entre a educação, a tecnologia e a cultura que cria o ambiente propício ao desenvolvimento humano”, afirmou.

Em seu discurso, a prefeita de Porto Ferreira, Renata Braga, falou de sua ligação familiar com o Sesi-SP. “Meu pai foi dentista do Sesi-SP. Então, eu me sinto parte da ‘família Sesi-SP’. E muito feliz em participar da inauguração desta escola”, disse a prefeita, que aproveitou a ocasião para solicitar a construção de um teatro do Sesi-SP.

Para a diretora da escola, Paula Maria Jussiani, a unidade realiza um velho anseio. “É o sonho de todo educador ter um prédio maravilhoso. Hoje, temos tudo que é possível para fazer o melhor pelo aluno: a estrutura, os recursos tecnológicos e humanos. Esta inauguração é uma valorização da comunidade e do trabalho realizado pelo Sesi-SP”.

A nova estrutura tem 12 salas e oferece uma biblioteca com acervo atualizado, um laboratório de informática educacional, um laboratório de ciência e tecnologia, um laboratório de química e biologia, um laboratório de física, uma sala multidisciplinar, uma sala de atendimento aos pais, cozinha com despensa e refeitório e quadra poliesportiva coberta.

O ensino em tempo integral permite que os alunos permaneçam nos períodos da manhã e tarde na escola realizando vivências complementares de esporte, arte, cultura e tecnologia, além das refeições diárias compostas de café da manhã, almoço e lanche da tarde.

Comunidade integrada à escola do Sesi-SP

São 225 alunos matriculados em período integral. Foto: Ayrton Vignola/Fiesp

Na inauguração, pais, alunos e professores demonstraram sua satisfação com as instalações. “A escola do Sesi-SP significa uma boa educação. Meu filho não estuda no ensino integral, mas quer estar na escola o dia inteiro. Ele gosta de estar na escola. E ela é o melhor lugar para um estudante estar”,  explicou Maria Eunice Martz de Oliveira, mãe de aluno.

“É uma evolução que acompanhamos. Na escola anterior já tínhamos uma boa educação. Aqui, aliamos a teoria à prática. O que é legal é que aqui temos diversos meios, como os laboratórios, para ampliar nossa aprendizagem. Há coisas que antes fazíamos em casa e hoje podemos fazer aqui, com auxílio do professor”, destacou Yure Monroy, 14 anos, aluno da 8ª série.

“A nova escola ampliou todas as possibilidades de ensino, tanto em relacionamento humano quanto didático. Investiram muito na preparação do professor e agora nós temos tecnologia, o que nos permite aprofundar o conhecimento com o aluno”, afirma Vânia Basi Rissatto, professora de matemática.

Dos 608 estudantes atendidos, 314 estão matriculados no ensino fundamental, sendo 225 em período integral. A escola também oferece ensino médio para 127 alunos e educação de jovens e adultos para 167 pessoas.

Sesi-SP inaugura escolas em Porto Ferreira e Jardinópolis nesta sexta-feira (02/08)

Agência Indusnet Fiesp

A sexta-feira vai ser de boas notícias para as cidades de Porto Ferreira e Jardinópolis, no interior paulista. Ambas terão inaugurações de novas escolas do Serviço Social da Indústria de São Paulo (Sesi-SP). Em Porto Ferreira, a cerimônia de abertura será às 10h, na Rua Antonio Thomaz Pereira 700, no Residencial José Gomes. Já em Jardinópolis, será às 15h, na Rua Sônia Tavares dos Santos 342, no bairro Bom Jesus. O presidente da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp), do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial de São Paulo (Senai-SP) e do Sesi-SP, Paulo Skaf,  estará presente nos dois eventos.

As duas solenidades representam passos importantes para a consolidação do novo modelo educacional do Sesi-SP, iniciado em 2007 e que prevê a oferta de ensino fundamental em tempo integral, ensino médio articulado com a educação profissionalizante do Senai-SP e a construção de 70 escolas no estado. As unidades já entregues oferecem equipamentos modernos e ambientes amistosos para o processo de aprendizagem. Neste ano já foram inauguradas 13 unidades do Sesi nos municípios de Presidente Epitácio, Mococa, Tambaú, Guararapes, Votuporanga, Vinhedo, Americana, Bragança Paulista, Pirassununga, Descalvado, Jacareí, Avaré e Sumaré e duas do Senai-SP, respectivamente, em Ourinhos e Pompéia.

Nova escola do Sesi-SP em Porto Ferreira: 20,3 mil m² de área. Foto: Julia Moraes/Fiesp

A nova escola do Sesi-SP em Porto Ferreira: 20,3 mil m² de área e 608 estudantes. Foto: Julia Moraes/Fiesp

 

Em Porto Ferreira, a nova escola do Sesi- SP foi projetada com 12 salas de aula, duas áreas de convivência, uma biblioteca, um laboratório de informática, um laboratório de ciência e tecnologia, um laboratório de química e biologia, um laboratório de física, uma sala multidisciplinar, uma sala de atendimento aos pais, cozinha com despensa e refeitório e quadra poliesportiva coberta.

A unidade, construída em terreno com 20,3 mil m², oferece ensino fundamental em tempo integral, o que permite que os alunos permaneçam nos períodos da manhã e tarde na escola realizando vivências complementares de esporte, arte, cultura e tecnologia, além das refeições diárias compostas de café da manhã, almoço e lanche da tarde. Dos 608 estudantes, 314 serão atendidos no ensino fundamental, sendo 225 matriculados em período integral. A escola também oferecerá ensino médio para 127 alunos e educação de jovens e adultos para 167 pessoas.

Jardinópolis

Já a unidade de Jardinópolis, erguida num terreno de 28,1 mil m², terá 12 salas de aula, duas áreas de convivência, uma biblioteca, um laboratório de informática educacional, um laboratório de ciência e tecnologia, um laboratório de química e biologia, um laboratório de física, uma sala multidisciplinar, uma sala de atendimento aos pais, cozinha com despensa e refeitório e quadra poliesportiva coberta.

A unidade do Sesi-SP a ser inaugurada em Jardinópolis: 12 salas de aula e 337 estudantes. Foto: Julia Moraes/Fiesp

A unidade do Sesi-SP a ser inaugurada em Jardinópolis: 12 salas de aula e 337 alunos. Foto: Julia Moraes/Fiesp

 

Também será oferecido ensino fundamental em tempo integral com atividades  complementares de esporte, arte, cultura e tecnologia, além de café da manhã, almoço e lanche da tarde. Dos 337 estudantes, 287 serão atendidos no ensino fundamental, sendo 224 matriculados em período integral. A escola também oferecerá ensino médio para 50 alunos.

O Sesi-SP desenvolve seu próprio material didático, um diferencial da metodologia conhecida como sistema Sesi-SP de Ensino que engloba processos de aprendizagem e pesquisa. Essa concepção educacional parte da perspectiva de que toda criança ou adolescente é capaz de aprender se lhe forem oferecidas boas situações de aprendizagem.

 

Skaf e prefeito de Porto Ferreira conversam sobre projetos do Sesi/Senai-SP na região

Djalma Lima, Agência Indusnet Fiesp

O presidente da Federação e Centro das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp/Ciesp), Paulo Skaf, recebeu nesta quarta-feira (15), na sede da entidade, o prefeito de Porto Ferreira, Mauricio Sponton Rasi, acompanhado do diretor do Departamento de Ação Regional (Depar) da Fiesp, do empresário Hans Beran, e do vereador Luis Antonio de Moraes. A comitiva veio definir últimos detalhes da inauguração da nova escola do Sesi-SP naquele município, marcada para o próximo dia 11 de maio.

As novas escolas do Sesi-SP construídas no estado durante a gestão do presidente Paulo Skaf têm moderna concepção arquitetônica com amplas salas de aula, biblioteca com acervo atualizada, laboratório de informática, área de convivência, sala de ciência e tecnologia e ambientes de apoio a pais e professores. A escola de Porto Ferreira oferecerá ensino fundamental em tempo integral, ensino médio e educação de jovens e adultos.

Também nesta mesma data deverá será inaugurado o laboratório de cerâmica do Senai-SP, que funcionará no prédio do Sindicato da Indústria de Produtos Cerâmicos de Porto Ferreira e que se encontra na fase final de conclusão.