Sesi-SP e Senai-SP construirão complexo cultural em Itaquera em parceria com Prefeitura de SP

Alice Assunção, Agência Indusnet Fiesp

O Serviço Social da Indústria de São Paulo (Sesi-SP) e o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial de São Paulo (Senai-SP) assinaram nesta quarta-feira (5/8) com a Prefeitura da cidade a escritura para concessão de um terreno de mais de 40 mil metros quadrados na região de Itaquera, destinado à construção do Complexo Cultural Itaquera Sesi Senai.

Segundo o presidente do Sesi-SP e do Senai-SP, Paulo Skaf, o complexo deve ficar pronto em até três anos.

“Na primeira fase, vamos investir cerca de R$ 40 milhões. Há também a possibilidade de construirmos duas escolas, para as quais destinaremos mais R$ 100 milhões. Temos, portanto, a disponibilidade de investir mais de R$ 140 milhões na região”, disse Skaf ao assinar a escritura.

O prefeito de São Paulo, Fernando Haddad, participou da cerimônia de assinatura, na sede da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp). “É uma boa notícia para Itaquera”, afirmou Haddad. “Vamos ter um complexo do lado da Arena (Corinthians) que vai se somar a outros equipamentos, temos escolas estaduais, Fatec, Etec, e agora posteriormente o Sesi e o Senai. Então aquela região vai se transformar muito nos próximos anos.”

Para o superintendente do Sesi-SP e diretor regional do Senai-SP, Walter Vicioni, o projeto “amplia o conceito de pátria educadora. Percebo que há a ideia de que as coisas acontecem apenas dentro da escola, o que não é verdade, porque a família, a sociedade, a empresa e outras instituições também educam”.

Complexo educacional

 

Representação artística do Complexo Cultural Itaquera Sesi Senai

Representação artística do Complexo Cultural Itaquera Sesi Senai

 

Além do polo para atividades culturais, a intenção do Sesi-SP e do Senai-SP é construir no terreno de Itaquera um complexo educacional. Devem ser construídas uma escola de educação básica e uma para formação profissional.

Já o polo cultural deve contar com um teatro para 800 espectadores, espaços para cursos de formação e especialização em artes e cultura e um centro de incentivo à matemática e ciências, com midiateca e exposições temporárias.

O complexo cultural deve abranger uma área total construída de 8,5 mil metros quadrados. As escolas do Sesi-SP e do Senai-SP devem ocupar área de ao menos 16 mil metros quadrados do total concedido, além de outros cinco mil metros quadrados que devem ser incorporados para compensar parte do terreno que não pode ser usada porque no local há tubulação da Sabesp.

“Vamos encaminhar um novo PL para agregar cinco mil metros ao que já foi cedido para que o projeto não tenha que passar por alteração”, disse Haddad.

 

Imagem artística do interior do Complexo Cultural Itaquera Sesi Senai