‘Quem paga mais é o pobre’, diz Skaf sobre aumento de impostos

Agência Indusnet Fiesp

Em visita a São Carlos, no interior paulista, para anunciar investimentos, o presidente da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp), Paulo Skaf, fez críticas às intenções de aumento de impostos. E lembrou que os mais pobres são justamente os que mais sofrem com a alta carga tributária em vigor no Brasil.

“Quem paga mais é o mais pobre”, disse Skaf. “Quando ele compra uma geladeira, paga R$ 400 de imposto se o preço for R$ 1 mil. Isso está embutido nos valores cobrados”.

Por isso mesmo, defendeu o presidente da Fiesp, “não podemos permitir mais aumentos de impostos”. “Os governos arrecadam e gastam mal, por isso nós somos radicalmente contra o aumento de tributos”.

De acordo com Skaf, esse ano a arrecadação de impostos vai para R$ 2 trilhões. “É muita coisa. O que precisa é gastar melhor esse dinheiro, apertar o cinto como faz a dona de casa, como a gente faz nas nossas empresas”.

A necessidade de retomada do crescimento econômico para acabar com o desemprego também foi destacada. “Temos que retomar o crescimento econômico, já são quase 12 milhões de desempregados no Brasil”, afirmou. “Só tem uma forma de resolver isso: é com crescimento econômico. É essa retomada que vai gerar emprego, fortalecer as empresas, aumentar a arrecadação”.

Investimentos no Senai-SP

Em São Carlos, Skaf anunciou investimentos de R$ 11,2 milhões para a aquisição de vários sistemas robotizados em escala industrial e tecnologias de automação da manufatura, automobilística, metalomecânica e eletroeletrônica para a Escola Senai “Antonio A. Lobbe”, na cidade.

À tarde, o presidente da Fiesp, do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial de São Paulo (Senai-SP) e do Serviço Social da Indústria de São Paulo (Sesi-SP), segue para Barretos, onde visita a obra da nova escola do Sesi-SP no município.

Atualmente com 68% de suas obras concluídas e previsão de ficar pronta em janeiro de 2017, a unidade oferecerá ensino fundamental em tempo integral e ensino médio para mais de 600 estudantes.

Skaf em São Carlos: investimentos de R$ 11, 2 milhões em escola do Senai-SP na cidade. Foto: Ayrton Vignola/Fiesp